FAMÍLIA HISTÓRICO.
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 23

FAMÍLIA HISTÓRICO. PowerPoint PPT Presentation


  • 68 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

FAMÍLIA HISTÓRICO. 1º Cenário Antiguidade. A CONFIGURAÇÃO DE FAMÍLIA NO SEU SURGIMENTO ESTÁ ATRELADA AO CASAMENTO MONOGÂMICO, HETEROSSEXUAL, AO MODELO PATRIARCAL E A PROPRIEDADE PRIVADA. 2º Cenário Idade Média.

Download Presentation

FAMÍLIA HISTÓRICO.

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Fam lia hist rico

FAMÍLIA HISTÓRICO.


Fam lia hist rico

1º Cenário Antiguidade

A CONFIGURAÇÃO DE FAMÍLIA NO SEU SURGIMENTO ESTÁ ATRELADA AO CASAMENTO MONOGÂMICO, HETEROSSEXUAL, AO MODELO PATRIARCAL E A PROPRIEDADE PRIVADA.


Fam lia hist rico

2º Cenário Idade Média

A FAMÍLIA EXISTENTE NA IDADE MÉDIA SÉCULOS XIV E XV ESTÁ IMPREGNADA DE AÇÕES PÚBLICAS.

HÁ UMA EXTERIORIZAÇÃO DAS ATIVIDADES E DA VIDA.


Fam lia hist rico

“MAS DE FATO ATÉ O FIM DO SÉCULO XVII, NINGUÉM FICAVA SOZINHO. A DENSIDADE SOCIAL PROIBIA O ISOLAMENTO E AQUELES QUE CONSEGUIAM SE FECHAR NUM QUARTO POR ALGUM TEMPO, ERAM VISTOS COMO FIGURAS EXCEPCIONAIS: RELAÇÕES ENTRE PARES, RELAÇÕES ENTRE PESSOAS DA MESMA CONDIÇÃO, MAS DEPENDENTES UMAS DAS OUTRAS, RELAÇÕES ENTRE SENHORES E CRIADOS - ESTAS RELAÇÕES DE TODAS AS HORAS E DE TODOS OS DIAS JAMAIS DEIXAVAM UM HOMEM SOZINHO. ESSA SOCIABILIDADE DURANTE MUITO TEMPO SE HAVIA OPOSTO À FORMAÇÃO DO SENTIMENTO FAMILIAR, POIS NÃO HAVIA INTIMIDADE.”

(ARIÉ, P. HISTÓRIA SOCIAL DA CRIANÇA E DA FAMÍLIA, P.264)


Fam lia hist rico

2º Cenário Idade Média

NO FIM DO SÉCULO XVI E DURANTE O SÉCULO XVII VAI SURGIR UM NOVO SENTIMENTO DE FAMÍLIA QUE VEM ACOMPANHADO DE MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS EM RELAÇÃO ÁS CRIANÇAS.

“A CRIANÇA TORNOU-SE UM ELEMENTO INDISPENSÁVEL DA VIDA COTIDIANA, E OS ADULTOS PASSARAM A SE PREOCUPAR COM SUA EDUCAÇÃO, CARREIRA E FUTURO”

(ARIÉ, P. HISTÓRIA SOCIAL DA CRIANÇA E DA FAMÍLIA, P.270)


Fam lia hist rico

4º Cenário Modernidade

NO SÉCULO XVIII “A FAMÍLIA MODERNA, AO CONTRÁRIO, SEPARA-SE DO MUNDO E OPÕE À SOCIEDADE O GRUPO SOLITÁRIO DOS PAIS E FILHOS. TODA ENERGIA DO GRUPO É CONSUMIDA NA EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS, CADA UMA EM PARTICULAR, E SEM NENHUMA AMBIÇÃO COLETIVA: AS CRIANÇAS MAIS DO QUE A FAMÍLIA... ESSA EVOLUÇÃO DA FAMÍLIA MEDIEVAL... DURANTE MUITO TEMPO SE LIMITOU AOS NOBRES... AINDA NO INICIO DO SÉCULO XIX, UMA GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO, A MAIS POBRE E MAIS NUMEROSA, VIVIACOMO AS FAMILIAS MEDIEVAIS, COM AS CRIANÇAS AFASTADAS DOS PAIS.”

(ARIÉ, P. HISTÓRIA SOCIAL DA CRIANÇA E DA FAMÍLIA, P.271)


Fam lia hist rico

5º Cenário Pós- Guerra

A Europa como civilização mais avançada, promove/sofre guerras que vão alterar as formas de relações pessoais e sociais. Impondo um sentimento de urgência em viver todas as coisas já. Neste contexto a família também será alterada, a criança será entendida como esperança, há uma extensão da família pelo espírito da solidariedade, espírito de comunidade e de cuidado mútuo.


Fam lia hist rico

FAMÍLIA HOJE

DIVERSIDADE ESTRUTURAL MAIS COMUM

FAMÍLIAS TRADICIONAIS

FAMÍLIAS MONOPARENTAIS

FAMÍLIAS RECASADAS

FAMÍLIAS AMPLIADAS

FAMÍLIAS NÃO CONVENCIONAIS


Fam lia hist rico

NÃO EXISTE UMA FAMÍLIA IDEAL OU UM MODELO PRÉ-DETERMINADO DE FAMÍLIA, EXISTEM FAMÍLIAS REAIS. INDEPENDENTE DE SUA CONFIGURAÇÃO, A FAMÍLIA CONTINUA SENDO A INSTITUIÇÃO SOCIAL RESPONSÁVEL PELOS CUIDADOS, PROTEÇÃO, AFETO E EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS PEQUENAS, OU SEJA, É O PRIMEIRO E IMPORTANTE CANAL DE INICIAÇÃO DOS AFETOS, DA SOCIALIZAÇÃO, DAS RELAÇÕES DE APRENDIZAGEM.


Fam lia hist rico

FAMÍLIA: DESIGUALDADE ECONÔMICA

  • DADOS DO IBGE/1999:

  • 30,5% DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS COM CRIANÇAS ATÉ SEIS ANOS VIVEM COM RENDA PER CAPITA MENSAL IGUAL OU INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO.

  • RESULTA EM TODA ORDEM DE EXCLUSÃO E INFÂNCIA REDUZIDA.

  • FAMÍLIA E DESIGUALDADE ECONÔMICA


Fam lia hist rico

AS CRIANÇAS DE FAMÍLIA RICA COSTUMAM TER UMA INFÂNCIA DE LONGA DURAÇÃO, RECEBENDO UMA PROFUSÃO DE BENS QUE NÃO LHES PERMITEM ENTENDER A DIFERENÇA DO TER E NÃO TER, NÃO APRENDEM A REPARTIR, E NÃO SABEM O QUE É REALMENTE DESEJAR CONFUNDINDO DESEJAR COM CONSUMIR POR CONSUMIR.


Fam lia hist rico

CONHECIMENTO E

PROMOÇÃO DE JUSTIÇA SOCIAL 

ACESSO AO CONHECIMENTO SOBRE DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM, SOBRE SAÚDE, SOBRE DIREITOS ENTRE OUTROS SABERES, PODEM SER UM IMPORTANTE CONTRAPONTO ENTRE SABERES TÉCNICOS, SABERES COTIDIANOS, VALORES E AS REALIDADES DAS FAMÍLIAS.

QUALIFICANDO E AMPLIANDO AS OPORTUNIDADES DE DIGNIDADE PARA FAMÍLIA BRASILEIRA.


Fam lia hist rico

FAMÍLIA CONCEITOS

FAMILIA, NO LATIM IA É PLURAL.

FAMULUS (SINGULAR) SIGNIFICA ESCRAVO,

LOGO: FAMÍLIA É CONJUNTO DE ESCRAVOS


Fam lia hist rico

(Minidicionário Luft. p.321).

  • FAMÍLIA:

  • NÚCLEO PARENTAL, FORMADO POR PAI, MÃE E FILHOS;

  • 2. PESSOA DO MESMO SANGUE, PARENTELA;

  • 3. LINHAGEM, ESTIRPE;

  • 4. GRUPO DE GÊNEROS DE ANIMAIS OU PLANTAS COM CARACTERES COMUNS;

  • 5.CONJUNTO DE TIPOS COM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS.


Fam lia hist rico

FAMÍLIA

A FAMÍLIA, BASE DA SOCIEDADE TEM ESPECIAL PROTEÇÃO DO ESTADO.

(C.F capítulo VII, Art,226. 1988)


Fam lia hist rico

FAMÍLIA

A RELAÇÃO MATRIMONIAL É O FULCRO DA ESTRUTURA FAMILIAR.

A SUA PADRONIZAÇÃO EM TERMOS DE SOCIEDADE, QUE A INCLUI, DEPENDE DE UMA VARIEDADE DE FATORES AMBIENTAIS, ADMITINDO A COEXISTÊNCIA DE FORMAS PECULIARES A SETORES DISTINTOS DA SOCIEDADE.

(LENHARD, R. IN SOCIOLOGIA EDUCACIONAL, VIII-P.50)


Fam lia hist rico

FAMÍLIA

FAMÍLIA DE ORIGEM É AQUELA DE NOSSOS PAIS;

FAMÍLIA DE REPRODUÇÃO É AQUELA FORMADA PELO INDIVÍDUO COM OUTRO ADULTO E OS FILHOS DECORRENTES.

(PRADO, D. IN O QUE É FAMÍLIA, P.13)


Fam lia hist rico

FAMÍLIA

  • FAMÍLIA UMA NOVA ÉTICA

  • UM NOVO COMPROMISSO

  • IDENTIDADE/VÍNCULO

  • E DIREITO A DIFERENCIAÇÃO.


Fam lia hist rico

FUNÇÕES DA FAMÍLIA

  • REGULAÇÃO SEXUAL  

  • REPRODUÇÃO 

  • SOCIALIZAÇÃO  

  • AFETO 

  • PROTEÇÃO 

  • EDUCAÇÃO...


Fam lia hist rico

FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA

SOCIALIZAR E PRODUZIR CONHECIMENTO CIENTÍFICO PARA QUALIFICAR A VIDA CIDADÃ


Fam lia hist rico

FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA

CONCEITOS CIENTÍFICOS

TEMPO

RELAÇÕES

SÓCIOS-CULTURAIS

RELAÇÕES C/ NATUREZA

ESPAÇO

Os conceitos científicos são produções histórico-culturais que estabelecem relações entre si e com os conceitos cotidianos

DISCIPLINAS DO CURRÍCULO

Os conteúdos das disciplinas são meios para a apropriação de conceitos


Fam lia hist rico

CONCEPÇÃO DE INFÂNCIA PROPOSTA CURRICULAR/SC

“ A IDÉIA DE INFÂNCIA, COMO SE PODE CONCLUIR, NÃO EXISTIU SEMPRE, E NEM DA MESMA MANEIRA. AO CONTRÁRIO ELA APARECE, COM A SOCIEDADE CAPITALISTA, URBANO-INDUSTRIAL, NA MEDIDA EM QUE MUDAM A INSERÇÃO E O PAPEL SOCIAL DA CRIANÇA NA COMUNIDADE. SE, NA SOCIEDADE FEUDAL, A CRIANÇA EXCERCIA UM PAPAEL PRODUTIVO DIRETO

(“ DE ADULTO”) ASSIM QUE ULTRAPASSAVA O PERÍODO DE ALTA MORTALIDADE INFANTIL, NA SOCIEDADE BURGUESA ELA PASSA A SER ALGUÉM QUE PRECISA SER CUIDADA, ESCOLARIZADA, E PREPARA PARA UMA SITUAÇÃO FUTURA.”


Fam lia hist rico

CONCEPÇÃO DE ADOLESCÊNCIA

PROPOSTA CURRICULAR SC

CONCEBE-SE PELA LEI, ADOLESCENTE DOS 12 AOS 18 ANOS,

“ NO ENTANTO A ADOLESCÊNCIA NÃO ACONTECE DE MODO IGUAL EM TODAS AS CULTURAS E TAMPOUCO NUMA MESMA CULTURA, ATÉ PORQUE AS MANIFESTAÇÕES QUE CARACTERIZAM ESTA E OUTRAS ETAPAS DA VIDA NÃO SÃO PERMANENTES.”

A ADOLESCÊNCIA É UM FENÔMENO CULTURAL, HISTÓRICO E GEOGRÁFICO.


  • Login