slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Professor Ulisses Mauro Lima h istoriaula .wordpress

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 18

Professor Ulisses Mauro Lima h istoriaula .wordpress - PowerPoint PPT Presentation


  • 88 Views
  • Uploaded on

Professor Ulisses Mauro Lima h istoriaula .wordpress.com. A corte portuguesa no Brasil 1808 - 1820. “Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez”. Fernando Pessoa. A retirada da Corte estava acertada desde o ano de 1806, quando as negociações de paz entre França e Inglaterra fracassaram.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Professor Ulisses Mauro Lima h istoriaula .wordpress' - gareth


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Professor Ulisses Mauro Lima

historiaula.wordpress.com

A corte portuguesa no Brasil

1808 - 1820

slide2

“Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez”.

Fernando Pessoa

A retirada da Corte estava acertada desde o ano de 1806, quando as negociações de paz entre França e Inglaterra fracassaram.

Não se sabia a quem mais temer: se ao povo amotinado ou ao exército francês que rapidamente se aproximava da capital portuguesa.

historiaula.worpress.com

slide3

Lisboa, manhã de 29 de novembro de 1807

Cerca de 12 mil pessoas entre ricos comerciantes e nobres, magistrados e altos funcionários, além da família real e seus criados, correm em direção ao porto do Tejo e embarcam rumo ao Brasil escoltados por uma poderosa esquadra inglesa.

slide4

A corte no exílio...

D. João, príncipe regente, ao instalar-se na colônia esforçou-se para manter o equilíbrio político: cedeu as pressões inglesas e articulou alianças entre a burguesia portuguesa e as elites nativas.

Na cerimônia do beija-mão, o monarca se colocava em contato direto com os súditos, o qual, depois da devida reverência, podia aproveitar a ocasião para solicitar alguma mercê

Professor Ulisses Mauro Lima

slide5

1808...

Abertura dos Portos brasileiros

...às nações amigas foi estabelecida por meio de um decreto assinado por D. João, em 28 de janeiro de 1808, quatro dias após a chegada da Família Real a Salvador, na Baía de Todos os Santos.

Alvará de Permissão Industrial.

Concedia liberdade para o estabelecimento de indústrias e manufaturas na colônia. Tal medida não se efetivou em virtude da concorrência dos produtos ingleses - principalmente após 1810 - e pela concentração de recursos na lavoura exportadora.

historiaula.worpress.com

slide6

1810 - Tratados de Aliança, Comércio e Navegação

Assinados com a Inglaterra e teriam validade por 14 anos. O mais importante deles é o Tratado de Comércio, que estabelecia taxa de apenas 15% sobre a importação de produtos ingleses; produtos portugueses pagariam uma taxa de 16% e produtos de outras nações pagariam 24%.

Os súditos ingleses ainda teriam direitos exclusivos ao porto de Santa Catarina além, do direito de estarem submetidos apenas às leis britânicas. O tratado determinava também, que o governo português deveria abolir o tráfico negreiro.

historiaula.worpress.com

slide7

Liberalismo no Brasil

“Que não só os meus vassalos, mas também os sobreditos estrangeiros, possam exportar para os portos que bem lhe parecer (...) todos e quaisquer gênero e produções coloniais, à exceção do pau-brasil ou outros notoriamente estancados. (Carta de Abertura dos Portos)

A partir do tratado de Abertura dos Portos e Comércio, Navegação e Amizade, o mercado brasileiro passou a ser dominado pelos ingleses - desde panos e ferragens até caixões de defunto e patins para gelo!

historiaula.worpress.com

slide8

1815 - Elevação do Brasil a Reino Unido a Portugal e Algarves.

A nova condição jurídica do Brasil representava um passo a mais em direção à emancipação política.

slide9

Missão francesa no Brasil

... a convite de D. João. O artista de maior destaque desta missão foi Jean BaptistDebret, que deixou várias pinturas, desenhos e aquarelas, retratando os costumes do Brasil joanino.

slide10

Outra ações de D. João

Fundação do Banco do Brasil; instalação de ministérios, tribunais, cartórios; criação da Imprensa Régia, surgindo os primeiros jornais brasileiros: A Gazeta do Rio de Janeiro (1808) e A idade D\'Ouro do Brasil, em Salvador (1810); criação de escolas, bibliotecas; o Jardim Botânico etc...

slide11

Política externa

Ocupação da Guiana Francesa, em 1809, num ato de represália a Napoleão Bonaparte. A região foi devolvida em 1817; Anexação da Cisplatina, como pretexto de salvaguardar os interesses espanhóis. Carlota Joaquina era irmã de Fernando VII, que foi deposto por Napoleão Bonaparte.

slide12

Aclamação de D. João VI

D. Maria I de Portugal; Lisboa, 17 de dezembro de 1734 — Rio de Janeiro, 20 de Março de 1816 foi Rainha de Portugal de 24 de fevereiro de 1777 a 20 de março de 1816

slide13

Em 1818, quando tinha 19 anos, D Pedro casa-se com a Arquiduquesa Dona Leopoldina, filha do Imperador Francisco I da Áustria. Dona Maria Leopoldina tornou-se a primeira imperatriz-consorte do Brasil.

slide14

Revolução do Porto: 1820

De um lado, adotava o liberalismo, acabando com o absolutismo português e elaborando uma Constituição que limitava os poderes do rei e ampliava os poderes das Cortes. Por outro lado, adotava um caráter conservador, visto que a burguesia lusitana defendia a volta do Brasil a condição de colônia.

slide15

EXERCÍCIOS

1) “... quando o príncipe regente português, D. João, chegou de malas e bagagens para residir no Brasil, houve um grande alvoroço na cidade do Rio de Janeiro. Afinal era a própria encarnação do rei (...) que aqui desembarcava. D. João não precisou, porém, caminhar muito para alojar-se. Logo em frente ao cais estava localizado o Palácio dos Vice-Reis”. (Lilia Schwarcz. As Barbas do Imperador.)

O significado da chegada de D. João ao Rio de Janeiro pode ser resumido como:

a) decorrência da loucura da rainha Dona Maria I, que não conseguia se impor no contexto político europeu.

b) fruto das derrotas militares sofridas pelos portugueses ante os exércitos britânicos e de Napoleão Bonaparte.

c) inversão da relação entre metrópole e colônia, já que a sede política do império passava do centro para a periferia.

d) alteração da relação política entre monarcas e vice-reis, pois estes passaram a controlar o mando a partir das colônias.

e) imposição do comércio britânico, que precisava do deslocamento do eixo político para conseguir isenções alfandegárias.

Resposta: C

slide16

EXERCÍCIOS

2) Com a vinda da família Real portuguesa para o Brasil (1808), muitas mudanças se verificaram na estrutura da capital, Rio de Janeiro. Sobre estes melhoramentos, pode-se afirmar corretamente que:

a) além da Abertura dos Portos e do incentivo às atividades industriais, muitos equipamentos urbanos foram criados, como o Jardim Botânico e o Banco do Brasilb) a vida na cidade mudou completamente, com sua total remodelação baseada nos moldes da reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1777, destacando-se o sistema de esgotos

c) os melhoramentos se limitaram às reformas nas casas que iriam abrigar os membros da Corte, nada alterando na vida de uma cidade coloniald) a situação sanitária na cidade melhorou bastante, o que ocasionou o fim das epidemias que periodicamente aconteciam

Resposta: A

slide17

EXERCÍCIOS

3) A transferência da Corte Portuguesa para o Brasil beneficiou:

França e Inglaterra, cujos produtos foram favorecidos por tarifas protecionistas.

b) Portugal, porque a instalação da administração portuguesa na colônia passou a

ser mais rígida, favorecendo suas finanças.

c) o Brasil, pois a presença da Corte Portuguesa beneficiou a ruptura do Pacto

Colonial sem grandes convulsões sociais.

d) a Inglaterra, que passou a comercializar com a França o seu excedente de

mercadorias.

Resposta: C

slide18

Até a próxima aula

Fim

historiaula.wordpress.com

ad