PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOS
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 42

PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOS Busca: Sustentabilidade/Efetividade Paz – interna e externa PowerPoint PPT Presentation


  • 56 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOS Busca: Sustentabilidade/Efetividade Paz – interna e externa. Atuar: nas Causas e nas Conseqüências. Quais são as causas que levam à permanência de crianças e adolescentes em situação de risco ou em abrigos ? Em um contexto mais amplo ...

Download Presentation

PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOS Busca: Sustentabilidade/Efetividade Paz – interna e externa

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Planejamento e gest o sist micos

PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOSBusca: Sustentabilidade/EfetividadePaz – interna e externa

Atuar:

nas Causas e nas Conseqüências


Planejamento e gest o sist micos

Quais são as causas que levam à permanência de crianças e adolescentes em situação de risco ou em abrigos?

Em um contexto mais amplo ...

  • Quais são as verdadeiras causas do crescente desrespeito à natureza e a dignidade humana, própria e dos demais?


Planejamento e gest o sist micos

  • Parece que as causas são sistêmicas,

    ou seja,

  • Decorrem de RELAÇÕES interdependentes e inter-relacionadas entre diversos componentes do HABITAT.


Planejamento e gest o sist micos

  • Como remediá-las?

    PLANEJAMENTO E GESTÃO SISTÊMICOS/INTEGRADOS

    Que possibilitam a visão e a integração de recursos multidisciplinares, intersetoriais e transdisciplinares, cujo desempenho podem afetar, positiva ou negativamente, a sociedade como um todo.


Planejamento e gest o sist micos

  • QUAIS OS REFLEXOS SISTÊMICOS DESSA FORMA DE ATUAÇÃO?

  • 1- Cumprimento de diretrizes nacionais e internacionais:

  • Exemplos:

  • Conferência Internacional das Nações Unidas sobre População e Desenvolvimento – Cairo;

  • Declaração de Istambul sobre Assentamentos Humanos;

  • - 8° Objetivo de Desenvolvimento do Milênio –

  • Criar uma Parceria Mundial para o Desenvolvimento;

  • - Fundação Nacional de Qualidade – Fundamentos de Excelência; etc.

  • Em decorrência disso e por gerar diminuição no risco dos investimentos...


Planejamento e gest o sist micos

  • 2- Acesso a recursos humanos e monetários:

  • Exemplos:

  • - ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa;

  • - DJSI – Dow Jones Sustentability Indexes;

  • Parágrafo 50 da Agenda Habitat para Municípios

  • (via financiamentos da CAIXA);

  • - etc.

  • Em verdade, o Planejamento e Gestão Sistêmicos/Integrados,

  • com foco prioritário na família e com a utilização de indicadores cria, com transparência,

  • um ciclo de efeitos públicos,

  • apto desenvolver a consciência dos direitos e das responsabilidades,

  • propiciando Paz, interna e externa, exteriorizada em efetividade e sustentabilidade.


Mais do que isso possibilita compreender

mais do que isso...POSSIBILITA COMPREENDER

  • Que todos fizemos parte de uma grande família e

  • que Gestão é INTEGRAÇÃO!


Qual o sentido da vida qual a nossa miss o comum

Qual é o sentido da vida?Qual é a nossa missão comum?

Parece que o mais importante na vida é a Qualidade das Relações que estabelecemos com nossa consciência e com os seres vivos e objetos que interagimos.

Parece mais, parece que para nós atingirmos a sustentabilidade, a efetividade e apaz, interna e externa, é necessário que percebamos isso.

Rodrigo ([email protected])


Planejamento e gest o sist micos

Mapear:1- Necessidades

(fisiológicas, psicológicas e que permitam a auto-realização);2-Possibilidades3- Atividades+ Dos três setores e da comunidade em geral=(Banco de Dados)


Planejamento e gest o sist micos

IntegrarA) Reuniões

B) Modelos –Projetos e Indicadores

C) Replicação(fóruns, seminários, jornadas, internet, etc.)


Planejamento e gest o sist micos

Referimos INDICADORESnão como método mecanicista de controle,mas sim orientadores de qualidade das relações, como afirmado na obra “Kaplan e Norton na Prática”:

- “Os indicadores destinam-se acongregar as pessoas em busca da visão geral”;

- “Ao combinar as perspectivas..., o balanced scorecard ajuda os gerentes acompreender, pelo menos implicitamente, muitasinterconexõesdentro da empresa.”;

- O balanced scorecard induz as empresas a olhar- e a se movimentar - para frente, ao invés de para trás”.


Projeto rede fam lia

Projeto Rede Família

Núcleo do Cassino


Fam lia x

Família X

Mãe

Data do Abrigamento: 10/06/06

Motivo do Abrigamento: Suspeita de Abuso sexual por parte do pai / padrasto. Na época fora institucionalizadas 6 crianças, permanecendo até hoje somente três.

Instituição: Raio de Luz


Planejamento e gest o sist micos

Atendimento Psicológico na Instituição

Planejamento Familiar

Casa na Cidade de Águida

Mãe

Acompanhamento da Equipe técnica

Auxilio da Ex Patroa e de uma vizinha

Espaço no terreno da mãe


Planejamento e gest o sist micos

Pequeno Histórico

  • Filha mais velha faz denuncia contra o padrasto.

  • Sete crianças são institucionalizadas.

  • A mãe atualmente mora em um ambiente conflituoso com o ex companheiro que se põe como proprietário da casa e “inferniza a vida dela e das crianças”.

  • Avó materna dá nova chance para essa filha lhe oferecendo o terreno atrás de sua casa para que a mesma construa algo e possa sair desse ambiente.

  • As duas filhas mais velhas estão seguindo os mesmos passos da mãe, reproduzindo famílias numerosas ou relacionamento violentos.

  • Atualmente esta mãe encontra-se com problemas cardíacos, psicológicos e ginecológicos.

  • Aceitou encaminhamento para o planejamento familiar e está freqüentando os grupos na FURG.

  • Solicitou casa na cidade de Águida, mas até lá quer acomodar-se no terreno materno.


Planejamento e gest o sist micos

Família Y

Mãe

5° relacionamento

Ex-esposa

3° relacionamento

caso extra conjugal – não pode assumir publicamente a filha

4° relacionamento

X

18a

Y

12a

Z

6a

1° relacionamento

2° relacionamento

F4 ♂

8a

A guarda está com o pai porém o mesmo é criado por uma mãe da cunhada.

F2 ♀

12a

Mora com o pai em Porto Alegre

F1♂

13

Mora em Pelotas

F3 ♀

Abrigada no Orfanato Maria Carmem

Atualmente passou as férias de verão todas em casa

Data do Abrigamento:05/05/2006

Motivo do Abrigamento:Mãe entrega a filha para adoção por não apresentar condições financeiras nem moradia fixa, tornando-se impossível cuidar da filha.

Instituição: Orfanato Maria Carmem

OBS:Pai biológico tem contato com a menina em situações pré definidas.


Planejamento e gest o sist micos

Acompanhamento pela Equipe Técnica do abrigo

Tratamento Psicológico Individual

Mãe

Trabalho como forma de subsistência e independência do companheiro

Fins de Semana com a filha e férias escolares


  • Login