Educa o inclusiva avan o ou retrocesso
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 16

Educação Inclusiva: Avanço ou Retrocesso? PowerPoint PPT Presentation


  • 72 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Educação Inclusiva: Avanço ou Retrocesso?. Rede Municipal de Ensino. 1.288 Unidades Educacionais ( Com exceção dos CEI Indiretos) 54.721 Educadores SME / ATP / CI – Agosto / 2005 1.111.944 Total de alunos

Download Presentation

Educação Inclusiva: Avanço ou Retrocesso?

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Educação Inclusiva: Avanço ou Retrocesso?


Rede Municipal de Ensino

1.288 Unidades Educacionais

(Com exceção dos CEI Indiretos)

54.721 Educadores

SME / ATP / CI – Agosto / 2005

1.111.944 Total de alunos

10.801 alunos com necessidades educacionais especiais matriculados na rede regular


Decreto nº 45.415/04 - 45.652/04Estabelece Diretrizes para a Política de Atendimento à Crianças, Adolescentes, Jovens e Adultos com Necessidades Educacionais Especiais no Sistema de Ensino do Município de São Paulo Portaria nº 5.718/04 - 5.883/04Regulamenta o Decreto


Crianças, Adolescentes, Jovens e Adultos com Necessidades Educacionais Especiais

  • aqueles cujas necessidades educacionais se relacionem com diferenças determinadas, OU NÃO, POR DEFICIÊNCIAS, LIMITAÇÕES, CONDIÇÕES E/OU DISFUNÇÕES NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO E ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO.


Matrícula

  • de TODO E QUALQUER EDUCANDO NAS CLASSES COMUNS;

  • com base na IDADE CRONOLÓGICA e/ou outros CRITÉRIOS DEFINIDOS (educando, família, profissionais envolvidos no atendimento); com ênfase ao processo de aprendizagem.

  • VEDADA QUALQUER FORMA DE DISCRIMINAÇÃO;


O Sistema Municipal de Ensino: Condições para o atendimento da diversidade

  • Projeto Político Pedagógico( análise realidade local, serviços disponíveis no entorno);

  • Adequação do número de educandos por classe/agrupamento, quando preciso;

  • Prioridade de acesso em turno;

  • Avaliação Pedagógica;


O Sistema Municipal de Ensino:condições para atendimento da diversidade

  • atendimento das necessidades básicas de locomoção, higiene e alimentação de todos que careçam desse apoio;

  • atuação em equipe colaborativa dos profissionais vinculados aos serviços de Educação Especial e à Comunidade Educativa;

  • fortalecimento do trabalho coletivo e intersecretarial;

  • parcerias e ações para que o educando com NEE participe efetivamente da vida social.


Serviços de Educação Especial

  • Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão – CEFAI (13);

  • Professor de Apoio e Acompanhamento à Inclusão – PAAI (43);

  • Sala de Apoio e Acompanhamento à Inclusão – SAAI (124)

  • Escolas Municipais de Educação Especial – EMEE (06).

  • Instituições Conveniadas de Educação Especial (40).


Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão - CEFAI

  • Formação

  • Produção de materiais

  • Acervo de materiais e equipamentos específicos

  • Acervo bibliográfico

  • Projetos


Professor de Apoio e Acompanhamento à Inclusão - PAAI

  • Serviço itinerante – comunidade educativa

  • Articulação CEFAI , U.E, UBS, serviços de apoio já em andamento

  • Atendimento ao aluno (individual, grupos, sala de aula)

  • Colaboração com o professor regente e profissionais da U.E.

  • Propor ações que visem a inclusão – acompanhar e avaliar.

  • Orientar as famílias


Professor de Apoio e Acompanhamento à Inclusão - PAAI

  • Apoio às crianças com deficiência matriculadas no 1º ano do ciclo I. – SAAI e PAAI

  • Apoio aos educandos com deficiência retidos no 4º ano do ciclo I – SAAI e PAAI

  • Orientações didáticas para o Professor e o Coordenador Pedagógico – Elaboração de materiais para o aluno - CEFAI


Sala de Apoio e Acompanhamento à Inclusão - SAAI

  • Apoio pedagógico especializado

    • Complementar

    • Suplementar

    • Exclusivo

  • Atendimento

    • Individual;

    • Grupos com no máximo de 10 alunos;

    • Atendimento mínimo de 4h e no máximo 8h semanais.


Escola de Educação Especial

  • Atendimento

    • Deficiente auditivo

    • Surdo

    • Surdocego

  • Classes compostas em média com 8 alunos na E.I. e 10 alunos no E.F.

  • Flexibilização do tempo no ciclo de aprendizagem;

  • Projetos de atendimento especializado.


Encaminhamento para o Serviço de Educação Especial

  • após avaliação educacional do processo ensino-aprendizagem, ficar constatada tal necessidade;

  • A avaliação educacional do processo ensino-aprendizagem será realizada:

    • pelos profissionais da Unidade Educacional

    • com a participação:

      • da família, do Supervisor Escolar e de representantes da Diretoria de Orientação Técnico-Pedagógica das Coordenadorias de Educação e, se for preciso, dos profissionais da saúde e de outras instituições.


Quantidade de alunos atendidos com Necessidades Educacionais Especiais na Rede Municipal de Ensino

Total de 10.801 alunos com NEE matriculados na rede Regular

  • *2.348 SAAI

  • *4.430 atendimentos aos alunos pelo PAAI

  • *1.262 atendimento à comunidade pelo PAAI

  • *1.470 Visitas as unidades educacionais

  • *1.515 alunos atendidos nas Escolas de Educação Especial

    Fontes: SME-ATP Centro de Informática Sistema Escola ON LINE 30.04 2007.

    * Informação levantada pelos CEFAI junto as escolas em 2006.


Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal de EducaçãoDOT – Educação Especial

MariluciCampos Colácio

SME/DOT-Educação Especial

5080-5058 / 5084-6101

[email protected]


  • Login