ACERVO ICONOGRAPHIA
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 16

ACERVO ICONOGRAPHIA PowerPoint PPT Presentation


  • 79 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

ACERVO ICONOGRAPHIA. Acomodações nas primeiras horas da República. ACERVO ICONOGRAPHIA. A questão escravista no Brasil imperial. As transformações da sociedade imperial.

Download Presentation

ACERVO ICONOGRAPHIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Acervo iconographia

ACERVO ICONOGRAPHIA

Acomodações nas primeiras horas da República


Acervo iconographia

ACERVO ICONOGRAPHIA

A questão escravista no Brasil imperial


As transforma es da sociedade imperial

As transformações da sociedade imperial

Sociedade imperial:homens brancos (“boas famílias”, quase sempre ligadas à propriedade da terra); escravos e o povo em geral

MUSEUS CASTRO MAYA

Antes mesmo da abolição da escravidão, existiam negros que viviam de seu trabalho.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


As transforma es da sociedade imperial1

As transformações da sociedade imperial

Centros urbanos em expansão: homens brancos pobres e mestiços trabalhavam no comércio e em prestação de serviços.

MUSEUS CASTRO MAYA

Cartão postal “Belle Époque”

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


Efeitos da moderniza o

Efeitos da modernização

MARC FERREZ/INSTITUTO MOREIRA SALLES, SÃO PAULO

Modernização do Rio de Janeiro, 1890

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


O fim do tr fico negreiro

O fim do tráfico negreiro

1845: Lei Bill Aberdeen

Apresamento legal, pela marinha britânica, de navios negreiros de qualquer nacionalidade e julgamento da tripulação “infratora”

1850: Lei Eusébio de Queiroz, extinção do tráfico negreiro entre a África e o Brasil. A entrada de africanos em território brasileiro cai drasticamente e o preço dos escravos dobra em poucos meses. O escravismo torna-se então economicamente inviável.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


Imigra o e parceria

Imigração e parceria

Escravidão se tornava obsoleta: aparecimento de novos tipos de relação social

Suprimento à carência de mão de obra

Entre 1847 e 1857: senador Nicolau de Campos Vergueiro impulsiona experiência da mão de obra imigrante na cafeicultura.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


Imigra o e parceria1

Imigração e parceria

Fracasso do sistema de parceria: endividamento do trabalhador,obrigações contratuais desprezadas pelos fazendeiros, acostumados a tratar seus escravos com brutalidade.

“Branqueamento” da população brasileira

A partir de 1870: investimento em propaganda na Europa para atrair imigrantes.

Europa vive crise em razão do desemprego e das guerras associadas à unificação italiana e alemã.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


Imigra o e parceria2

Imigração e parceria

No final do Império, havia mais de 350 mil imigrantes no Brasil, em geral concentrados nas áreas cafeeiras.

MUSEU NACIONAL DE BELAS ARTES, RIO DE JANEIRO

Redenção de Cam, de Modesto

Brocos, 1895

Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


Crise da monarquia e o advento da rep blica

Crise da monarquia e o advento da República

IEB-USP

Charge de Agelo Agostini, Revista Ilustrada, 1882

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


A aboli o da escravatura

A abolição da escravatura

INSTITUTO DE ESTUDOS BRASILEIROS/IEB-USP

Nas grandes cidades do Império, havia uma ativa imprensa abolicionista. Livre! é o título da litografia de Ângelo Agostini publicada na Revista Illustrada, do Rio de Janeiro, em 1884.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


A aboli o da escravatura1

A abolição da escravatura

Discussão sobre o trabalho escravo como responsável pelo “atraso” do país, diante das “evoluídas” nações europeias, ocupa jornalistas, escritores e políticos.

Pressões externas aliam-se às pressões

internas decorrentes do próprio desenvolvimento urbano.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


As leis abolicionistas

As leis abolicionistas

1850: Lei Eusébio de Queiroz

1871: Lei do Ventre Livre

1885: Lei dos Sexagenários

INSTITUTODEESTUDOSBRASILEIROS/IEB-USP

Fuga de escravos, charge de Ângelo Agostini

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


As leis abolicionistas1

As leis abolicionistas

INSTITUTO MOREIRA SALLES, SÃO PAULO

1885: Lei Saraiva-Cotegipe

Trazia vantagens para os donos de escravos.

Os raros escravos que conseguiam atingir 60 anos já estavam no fim de sua vida produtiva.

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


A aprova o da lei urea e seus desdobramentos

A aprovação da Lei Áurea e seus desdobramentos

13 de maio de 1888: princesa Isabel assina a Lei Áurea, libertando os escravos no Brasil.

ACERVO D. JOÃO DE ORLEANSE BRAGANÇA

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


A aprova o da lei urea e seus desdobramentos1

A aprovação da Lei Áurea e seus desdobramentos

Após a abolição, a vida dos negros não sofreu muitas alterações, uma vez que não houve a preocupação de integrá-los à sociedade.

1.000 trutas e 1.000 tretas: Racionais MCs

Clique aqui para ver o trecho do filme.

Duração: 3min23s

1 Mudanças socioeconômicas e crise da monarquia


  • Login