SINTOMAS E QUALIDADE DE VIDA DAS DOENÇAS INTERSTICIAS DIFUSAS
Download
1 / 43

SINTOMAS E QUALIDADE DE VIDA DAS DOENÇAS INTERSTICIAS DIFUSAS TOSSE - PowerPoint PPT Presentation


  • 131 Views
  • Uploaded on

SINTOMAS E QUALIDADE DE VIDA DAS DOENÇAS INTERSTICIAS DIFUSAS TOSSE. Dr Adalberto Sperb Rubin Pavilhão Pereira Filho Santa Casa de Porto Alegre. FIP - UIP. Curva de Sobrevida em Fibrose Pulmonar Idiopática. 1.00. Sobrevida média em pacientes com FIP (N=41/74) = 28.2 mo. 0.75.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' SINTOMAS E QUALIDADE DE VIDA DAS DOENÇAS INTERSTICIAS DIFUSAS TOSSE' - elysia


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

SINTOMAS E QUALIDADE DE VIDA DAS DOENÇAS INTERSTICIAS DIFUSAS

TOSSE

Dr Adalberto Sperb Rubin

Pavilhão Pereira Filho

Santa Casa de Porto Alegre


Fip uip
FIP - UIP DIFUSAS


Curva de Sobrevida em Fibrose Pulmonar Idiopática DIFUSAS

1.00

Sobrevida média em pacientes com FIP (N=41/74) = 28.2 mo

0.75

Probabilidade de Sobrevida

0. 50

0.25

0.00

0

20

40

60

80

100

120

Tempo de início de sintomas (meses)

Schwartz DA et al. Am J Respir Crit Care Med. 1994;149:450.



  • RECOMENDAÇÕES EM DIPs DIFUSAS

  • 1. Avaliar possíveis causas secundárias (RGE, HRB, PNSD)

  • Tratamento específico para doença em questão

  • 3. Corticóide em FPI : análisar efeitos adversos


  • SUMÁRIO DIFUSAS

  • 1. Avaliar possíveis causas secundárias (RGE, HRB, PNSD)

  • Tratamento específico para doença em questão

  • 3. Corticóide em FPI : análisar efeitos adversos

  • Nível de evidências : baixo ou opinião de especialistas


Etiologia : DIFUSAS terminações da tosse em pequenas vias aéreas

processo inflamatório adjacente

Tosse Crônica : 8 semanas

Tratamento : doença específica

corticóide : reduz sensibilidade do reflexo da tosse

tratamento sintomático : codeina

dextrometorfano


21 ILDs = 26 casos DIFUSAS1997 – 2005

4 casos multifatoriais



Sharma SK et al DIFUSAS

106 casos

40 – 80 %


Tratamento : DIFUSAScorticóide oral

corticóide inalatório

Nível de evidência : regular

Grau de recomendação : 1




CONCLUSÕES DIFUSAS

  •  Reflexo da tosse acentuada em FPI

  •  Maior sensibilidade dos receptores

  •  Up-regulation da inervação do trato respiratório

  • Processo inflamatório pode afetar vias aéreas proximais

  • Potencial ruptura do epitélio respiratório


Codeína : DIFUSASmuito utilizado

sem evidência de eficácia

Opiáceos orais : empregados em tosse intratável

end-stage disease


27 tosse crônica DIFUSAS

sulfato de morfina 5 mg BID

40 % redução da tosse


Prevalência de Refluxo Gastroesofágico em Pacientes com DIFUSAS

Fibrose Pulmonar Idiopática

Dra Cristiane Bandeira

Pós-Graduação Ufrgs

N = 28 UIP (Grupo A – PH neg / Grupo B – PH pos)


Prevalência de Refluxo Gastroesofágico em Pacientes com DIFUSAS

Fibrose Pulmonar Idiopática

Dra Cristiane Bandeira

Pós-Graduação Ufrgs


N = 11 DIFUSAS



Caso Clinico DIFUSAS

JR, 65 anos, Masc.,

FPI em 2006 , biópsia a céu aberto

Neo pulmonar ressecada em 2007

Diabete mélito de difícil controle

Insuf renal QP : tosse


Mr 60 anos fibrose pulmonar tx unilateral esquerdo
MR, 60 anos, fibrose pulmonar DIFUSASTx Unilateral esquerdo

Rx pré-op – Pulmão ressecado – Pós-op c/ CV de 90% do previsto


Epidemiology of IPF DIFUSAS

Incidence

Prevalence

120

300

100

250

Male

Male

Female

80

Female

200

Per Hundred Thousand

Per Hundred Thousand

60

150

40

100

20

50

0

0

45–54

55–64

65–74

75+

45–54

55–64

65–74

75+

Estimated31,000 New Patients per Year in the United States

Estimated 83,000 CurrentPatients in the United States

Weycker D, et al. Prevalence, Incidence, and Economic Costs of Idiopathic Pulmonary Fibrosis. Paper presented at: CHEST 2002, November 2-7, 2002; San Diego, California.


INCIDENCE OF IDIOPATHIC PULMONARY FIBROSIS: A POPULATION-BASED STUDY

Evans R. Fernandez-Perez, MD*, Craig E. Daniels, MD, Darrel Schroeder, Jennifer St. Sauver, PhD and Jay H. Ryu, MD

Mayo Clinic, Rochester, MN

Olmstead Conty , MN, USA

1997 – 2005

Incidência : 19,6 casos / 100.000 hab

Prevalência : 63 casos / 100.000 hab

Porto Alegre : 1.400.000 hab

Prevalência : 882 casos 50 pneumologistas

17,6 casos por pneumo / 12 com FPI com tosse


J Pneumol 2003, 29 (3): 121-124 POPULATION-BASED STUDY


J Pneumol 2003, 29 (3): 121-124 POPULATION-BASED STUDY


Rubin AS. ERJ, 2000; 16(31): 572S POPULATION-BASED STUDY


OBRIGADO ! POPULATION-BASED STUDY


ad