O que prop e a reforma ortogr fica
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 27

O que propõe a reforma ortográfica PowerPoint PPT Presentation


  • 71 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

O que propõe a reforma ortográfica. TREMA. Não existe mais o trema em língua portuguesa. Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano. TREMA. Como atual

Download Presentation

O que propõe a reforma ortográfica

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


O que propõe a reforma ortográfica


TREMA

  • Não existe mais o trema em língua portuguesa.

  • Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano


TREMA

  • Como atual

    aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça

  • Regra antiga:

    agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, freqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça


ALFABETO

O alfabeto é agora formado por 26 letras.


ALFABETO

  • Regra atual

    Essas letras serão usadas em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados. Exemplos: km, watt, Byron, byroniano

  • Regra antiga:

    O "k", "w" e "y" não eram considerados letras do nosso alfabeto.


Não se usará mais:

Nas terceiras pessoas do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos “crer”, “ler”, “ver”, “dar” e seus derivados.

Também deixa de existir em paroxítonas com duplos "o", em formas verbais.

Acento circunflexo


Acento circunflexo

Regra atual:

enjoo, voo, coroo, perdoo, coo, moo, abençoo, povoo

creem, deem, leem, veem, descreem, releem, reveem

  • Regra antiga:

    enjôo, vôo, corôo, perdôo, côo, môo, abençôo, povôo

    crêem, dêem, lêem, vêem, descrêem, relêem, revêem


ACENTOS DIFERENCIAIS

Não se usará mais para diferenciar:

  • Pára (verbo parar) ≠ para (preposição) - para

  • Péla (verbo pelar) ≠ pela (combinação de per + la) – pela

  • Pêlo (substantivo) ≠ pelo (combinação de per + lo) – pelo

  • Pólo (substantivo) ≠ polo (combinação antiga de por + lo) - polo

  • Obs:o acento diferencial ainda permanece no verbo "poder" (3ª pessoa do Pretérito Perfeito do Indicativo - "pôde") e no verbo "pôr" para diferenciar da preposição "por"


ACENTO AGUDO

  • Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas


ACENTO AGUDO

Regra antiga:

assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, panacéia, Coréia, hebréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico.

Regra atual

assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, panaceia, Coreia, hebreia, boia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranoico


ACENTO AGUDO

Obs: nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas o acento continua:

herói, constrói, dói, anéis, papéis.

Obs2: o acento no ditongo aberto "eu" continua:

chapéu, véu, céu, ilhéu.


ACENTO AGUDO

  • Não se acentua mais a letra "u" nas formas verbais quando precedido de "g" ou "q" e antes de "e" ou "i" (gue, que, gui, qui)


ACENTO AGUDO

Regra atual

argui,

apazigue,

averigue,

enxague,

Oblique

Regra antiga:

argúi

apazigúe

averigúe

enxagúe

obliqúe

OBS: ENXÁGUE


ACENTO AGUDO

  • Não se acentuam mais "i" e "u" tônicos em paroxítonas quando precedidos de ditongo decrescente.


ACENTO AGUDO

Regra atual

baiuca (bodega, pequeno restaurante barato)

boiuna (cobra grande, sucuri)

feiura (fealdade, coisa feia)

feiume

Cauila (sovina, avarento)

  • Regra antiga:

    baiúca

    boiúna

    feiúra

    feiúme

    Cauíla


HÍFEN

 Usa-se diante de palavra iniciada por h.

ante-históricoanti-higiênicoproto-históriasobre-humano

Exceto: subumano


HÍFEN

Usa-se sempre hífen com o prefixo vice.

vice-presidentevice-rei


HÍFEN

  • O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos terminados em vogal + palavras iniciadas por "r" ou "s", sendo que essas devem ser dobradas


HÍFEN

Regra atual

antessala,

autorretrato

antissocial

antirrugas,

arquirromântico

contrarregra

contrarreforma

extrasseco,

ultrassonografia,

semissintético

suprarrenal,

suprassensível

Regra antiga:

ante-sala

auto-retrato

anti-social

anti-rugas

arqui-romântico

contra-senso

contra-regra

contra-reforma

extra-seco

Ultra-sonografia

semi-sintético

supra-renal

supra-sensível


HÍFEN

  • Em prefixos terminados por "r", permanece o hífen se a palavra seguinte for iniciada pela mesma letra:

    hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial, inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente etc.


HÍFEN

  • O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos terminados em vogal + palavras iniciadas por outra vogal:


HÍFEN

Regra antiga:

autoafirmação

autoajuda,

autoescola,

contraexemplo

contraindicação

contraordem

extraoficial

infraestrutura

intraocular

intrauterino

neoexpressionista,

semiaberto

semiárido

Semiembriagado

Regra antiga:

auto-afirmação

auto-ajuda,

auto-escola,

contra-exemplo

contra-indicação

contra-ordem

extra-oficial

infra-estrutura

intra-ocular

intra-uterino

neo-expressionista,

semi-aberto

semi-árido

Semi-embriagado


  • Obs: esta nova regra vai uniformizar algumas exceções já existentes antes: antiaéreo, antiamericano, socioeconômico etc.


HÍFEN

  • Agora utiliza-se hífen quando a palavra é formada por um prefixo terminado em vogal + palavra iniciada pela mesma vogal.


HÍFEN

  • Regra atual

    anti-ibérico

    anti-inflamatório

    anti-inflacionário

    anti-imperialista

    arqui-inimigo

    arqui-irmandade

    micro-ondas

    micro-ônibus

    micro-orgânico

  • Regra antiga:

    antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus, microorgânico


  • Obs2: uma exceção é o prefixo "co". Mesmo se a outra palavra inicia-se com a vogal "o", NÃO utiliza-se hífen.

  • coobrigação, coocupante, cooperar, cooperação, coordenar…


Dupla grafia

Para algumas palavras será permitida a dupla grafia.

  • Isso ocorre em algumas palavras proparoxítonas e, predominantemente, em paroxítonas cuja entonação entre brasileiros e portugueses é diferente, com inflexão mais aberta ou fechada.

  • Enquanto no Brasil as palavras são acentuadas com o acento circunflexo, em Portugal utiliza-se o acento agudo. Ambas as grafias serão aceitas, como em "fenômeno" ou "fenómeno", "tênis" e "ténis".

  • A regra valerá ainda para algumas oxítonas. Palavras como "caratê" e "crochê" também poderão ser escritas "caraté" e "croché".


  • Login