O jornalismo al m da tecnologia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 25

O jornalismo além da tecnologia PowerPoint PPT Presentation


  • 49 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

O jornalismo além da tecnologia. Aula no curso de Jornalismo Online 01 de fevereiro de 2010 Eugênio Bucci. A aceleração da inovação na era da eletricidade. FONTE: Derrick de Kerckhove [email protected] Como descrever o futuro?.

Download Presentation

O jornalismo além da tecnologia

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


O jornalismo al m da tecnologia

O jornalismo além da tecnologia

Aula no curso de Jornalismo Online

01 de fevereiro de 2010

Eugênio Bucci

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

A aceleração da inovação na era da eletricidade

FONTE: Derrick de Kerckhove

[email protected]

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Como descrever o futuro

Como descrever o futuro?

Estamos todos embarcados, queiramos ou não, numa era que revoluciona o pensamento e a própria vida. O progresso avança impetuosamente, com imensa aceleração, percorrendo em décadas os avanços que antes custavam séculos ou milênios.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Joseph pulitzer 1847 1911

Joseph Pulitzer (1847-1911)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Como se descrevia o passado

Como se descrevia o passado?

Justamente agora, nos últimos dias de 1903, dois físicos franceses, Gaumon e Decaux, acabam de achar uma engenhosa combinação do fonógrafo e do cinematógrafo — o cronófono —, que talvez ainda venha a revolucionar a indústria da imprensa diária e periódica.

Diante do aparelho, uma pessoa pronuncia um discurso: o cronófono recebe e guarda esse discurso e, daí a pouco, não somente repete todas as suas frases, como reproduz, sobre uma tela branca, a figura do orador, a sua fisionomia, os seus gestos, a expressão da sua face, a mobilidade dos seus olhos e dos seus lábios.

Talvez o jornal do futuro seja uma aplicação dessa descoberta.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

Olavo Bilac (1865-1918)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Como descrever o presente

Como descrever o presente?

O próximo meio, qualquer que seja ele, deverá ser a extensão da consciência. Ele incluirá televisão como seu conteúdo, não como seu ambiente, e vai transformar a televisão numa forma de arte.

Um computador como ferramenta de pesquisa e de comunicação poderia reforçar as possibilidades de busca, tornar obsoletas as bibliotecas convencionais, suprir as funções de enciclopédia e entregar dados personalizados em alta velocidade.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

Herbert Marshall MacLuhan (1911-1980)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


As redes e o presente em ger ndio

As redes e o presente em gerúndio

A formação de redes é uma prática humana muito antiga, mas as redes ganharam vida nova em nosso tempo transformando-se em redes de informação energizadas pela Internet. As redes têm vantagens extraordinárias como ferramentas de organização em virtude de sua flexibilidade e adaptabilidade inerentes, características essenciais para se sobreviver e prosperar num ambiente em rápida mutação. (Manuel Castells, em A Galáxia da Internet)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Como descrever essa sensa o

Como descrever essa sensação?

Essa subversão continua da produção, esse abalo constante de todo o sistema social, essa agitação permanente e essa falta de segurança distinguem a época burguesa de todas as precedentes.

Dissolvem-se todas as relações sociais antigas e cristalizadas, com seu cortejo de concepções e de idéias secularmente veneradas, as relações que as substituem tornam-se antiquadas antes mesmo de ossificar-se.

Tudo que é sólido desmancha no ar.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

  • Joseph Pulitzer

  • Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

  • Ir para: navegação, pesquisa

  • Joseph Pulitzer

  • Joseph Pulitzer (Makó, 10 de abril de 1847 — Charleston, 29 de outubro de 1911) foi um jornalista e editor estadunidense.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Saber que n o sabemos

Saber que não sabemos

A pesquisa não pode ser completa quando seu objeto (a Internet) se desenvolve e muda muito mais depressa que o sujeito (esse pesquisador – ou, aliás, qualquer pesquisador).

Manuel Castells

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

  • Não há papai-sabe-tudo.

  • Não há portador das respostas.

  • Não há mais faça-como-eu-fiz.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Inova es que sacudiram a imprensa

Inovações que sacudiram a imprensa

  • Telégrafo.

  • Indústria Gráfica.

  • Malha ferroviária.

  • Rádio.

  • Cinema.

  • Televisão.

  • Satélites.

    (entre algumas outras)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Mas o que inova o

Mas o que é inovação?

Inovação é entendida aqui de modo amplo: inovação de processo, de produto, organizacional, logística ou de marca, ocorra ela na indústria, nos serviços, no comércio ou na agricultura. Sobretudo, inovação não é apenas uma invenção, mas uma idéia que adquira materialidade no mercado na forma de um produto comercializável.

(Observatório da Inovação e Competitividade, Glauco Arbix, IEA-USP)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


E tecnologia

E tecnologia?

A palavra técnica vem do grego techné, que significa arte. A técnica é um meio que busca um fim que não guarda em si.

Tecnologia é um discurso – a técnica transformada em razão própria.

A técnica serve ao homem.

A tecnologia pode servir-se dele. Pode subjugar a razão humana. É preciso prestar atenção.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


H um logos do jornalismo

Há um logos do jornalismo?

  • A “convergência” de “tecnologias”, “linguagens” e “meios” é na verdade fusão do capital.

  • Não há mais o jornal como negócio autônomo.

  • Não há mais o jornalismo compartimentado: impresso, radiofônico, audiovisual etc. Ele é um só – ou não será nenhum. E busca seu novo lugar.

  • O jornalismo deve ser visto como ética: práxis.

  • Nele, a inovação que interessa não vem da eletrônica, mas do aprofundamento da eficácia social da instituição da imprensa.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


A inova o da praxis da imprensa

A inovação da praxis da imprensa

Há inovação nas organizações informativas quando há transformação e fortalecimento das funções públicas da comunicação social:

  • Mediação independente.

  • Multiplicar e melhorar os processos comunicacionais no mundo da vida.

  • Abrir novas vias de acesso à informação.

  • Habilitar o cidadão a ser emissor de conteúdos.

  • Assegurar mecanismos de verificação que reforcem a credibilidade.

  • Vigiar o poder – econômico e estatal.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


A raz o democr tica

A razão democrática

  • Assim, onde a tecnologia fala em interatividade, o jornalismo e as organizações informativas falam em diálogo.

  • Se a tecnologia é um discurso, esse discurso não contém, não resolve e não substitui a praxis do jornalismo, cuja inovação decorre da radicalização de sua razão democrática de existência.

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Inovar no compartilhamento

Inovar no compartilhamento

O público participa da confecção de conteúdo, da reportagem e do conhecimento:

  • Celulares (e outros portáteis)

  • Flickr

  • YouTube

  • Wikipedia

  • Digg (popularidade das notícias)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Inovar na apura o colaborativa

Inovar na apuração colaborativa

Abrir novas vias de acesso à informação e associar-se em rede para buscar e fazer circular a notícia:

  • RSS (Really Simple Syndication)

  • Google Docs

  • Google News personalizado

  • Google Reader (modalidade de RSS)

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


Inovar na edi o e na conex o

Inovar na edição e na conexão

Renovar e expandir os códigos, as falas, a comunicação:

  • Edição de infográficos na Net

  • Hipermídia

  • Creative Commons

  • Hiperlinks

  • Streaming

  • TV peer to peer

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


O jornalismo al m da tecnologia

Aula de Eugênio Bucci, ECA-USP, 01/01/10


  • Login