COMISSÃO EVANGÉLICA (Mt 28:19-20) E PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO
Download
1 / 14

COMISSÃO EVANGÉLICA (Mt 28:19-20) E PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO - PowerPoint PPT Presentation


  • 67 Views
  • Uploaded on

COMISSÃO EVANGÉLICA (Mt 28:19-20) E PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO A argumentação referente ao preparo doutrinário dos candidatos ao batismo deve ser elaborada racionalmente. É preciso ficar no campo das idéias e não permitir que a discussão assuma teor eminentemente emocional.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' COMISSÃO EVANGÉLICA (Mt 28:19-20) E PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO' - duncan-white


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

COMISSÃO EVANGÉLICA (Mt 28:19-20) E PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO

A argumentação referente ao preparo doutrinário dos candidatos ao batismo deve ser elaborada racionalmente. É preciso ficar no campo das idéias e não permitir que a discussão assuma teor eminentemente emocional.

É necessário instruir os candidatos em todas as doutrinas adventistas?


Se uma pessoa solicita o batismo, sem ter sido cabalmente instruída na doutrina, digamos que ela tenha feito apenas os primeiros estudos bíblicos preparatórios: faltam os estudos sobre princípios de saúde, o que acontece quando uma pessoa morre, observância do sábado, juízo investigativo, mordomia cristã (dízimos e ofertas voluntárias), normas da vida cristã (vestuário, recreação, relações sociais). Deve a mesma ser batizada?


OS MEMBROS DA IGREJA instruída na doutrina, digamos que ela tenha feito apenas os primeiros estudos bíblicos preparatórios: faltam os estudos sobre princípios de saúde, o que acontece quando uma pessoa morre, observância do sábado, juízo investigativo, mordomia cristã (dízimos e ofertas voluntárias), normas da vida cristã (vestuário, recreação, relações sociais). Deve a mesma ser batizada?

“A todo candidato à qualidade de membro, antes que seja batizado e recebido na comunhão da Igreja, deve-se ministrar esmerada instrução sobre os ensinos fundamentais e as práticas da Igreja relacionados com eles”. Manual da igreja, 29.

“O trabalho do pastor não estará completo sem que tenha instruído cabalmente os candidatos, de modo que conheçam e adotem todas as crenças fundamentais e as práticas da Igreja, e estejam preparados para assumir as responsabilidades de membros da igreja”. Manual da igreja, 30.


“Os futuros membros da Igreja Advenstista do Sétimo Dia, antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” Manual da igreja, 32.

Alterações no Manual da Igreja

“Todas as mudanças ou revisões de normas que devam ser feitas no Manual deverão ser autorizadas pela Assembléia da Associação Geral” Manual da igreja, XIX.


Mt 28:19, 20 antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)”

“19 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20 ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século”

Texto grego:

19 poreuqente oun maqhteusate panta ta eqnh, baptizontej auvtouj ei to onoma tou/ patroj kai tou/ ui`ou/ kai tou/ a`giou pneumato 20 didaskontej auvtouj threi/n panta o[sa evneteilamhn u`mi/n\ kai ivdou. evgw. meqV u`mw/n eivmi pasaj taj h`meraj e[wj th/j sunteleiaj tou/ aivw/nojÅ.


Poreuthéntes antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” - nominativo, plural, masculino, particípio, aoristo, passivo do verbo poreuomai. Ir, passar de um lugar para outro, The Analytical Greek Lexicon (AGL)

Uma das funções comuns do particípio aoristo é indicar uma ação que ocorre antes da ação do verbo principal. William D. Mounce, Basics of Biblical Greek, 251.

APÓS TERDES IDO


Verbo Principal: antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)”

matheteúsate- 2ª pessoa do plural, aoristo, imperativo, ativo do verbo matheteúo. Fazer um discípulo de, treinar no discipulado (AGL).

O imperativo aoristo indica uma ação indefinida (Mounce, 303), ou uma ação pontilear (Lourenço S. Rega, Noções do grego bíblico, 136).

FAZEI DISCÍPULOS

TREINAI NO DISCIPULADO

DISCIPULAI


baptizontes antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” - nominativo, plural, masculino, particípio, presente, ativo do verbo baptizo. Mergulhar, imergir, limpar ou purificar pela lavagem, batizar (AGL).

O verbo “batizar” em Mt 28:19, encontra-se na dependência do verbo principal, “discipulai”.

O particípio presente deriva do tempo presente e indica uma ação contínua (Mounce, 235), ou durativa (Rega, 93).

(continuamente) BATIZANDO-OS

Ilustração do trem a vapor: “Isto nunca vai parar”


Didáskontes antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” - nominativo, plural, masculino, particípio, presente, ativo do verbo didásko. Ensinar (AGL).

(continuamente) ENSINANDO-OS

tereîn- presente, infinitivo, ativo do verbo tereo. Observar na prática, guardar estritamente (AGL).

GUARDAR ESTRITAMENTE


eneteilámen antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” - 1ª pessoa do singular, aoristo, indicativo, ativo do verbo entéllomai. Encarregar, ordenar (AGL).

Origem em entolé- uma injunção, um preceito, mandamento (AGL).

VOS ORDENEI

eimi- 1ª pessoa do singular, presente, indicativo do verbo eimi. Ser (AGL).

Presente: ação contínua ou num estado incompleto; ação durativa ou linear (Rega, 17).


antes do batismo ou da aceitação por profissão de fé, devem ser cuidadosamente instruídos, pelas Escrituras, nas crenças fundamentais da Igreja, da maneira apresentada no Capítulo 3 (ver pág. 9)” 19 Após terdes ido, discipulaia todos os povos, (continuamente) batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20 (continuamente) ensinando-os a guardar estritamente todas as coisas que vos ordenei. E eis que estou (continuamente) convosco todos os dias até à consumação do século”


ORIENTAÇÕES DO ESPÍRITO DE PROFECIA SOBRE O PREPARO DE CANDIDATOS AO BATISMO

Ellen G. White, Evangelismo, 318-322

Uma Advertência aos Evangelistas e Pastores:

“Nossos irmãos do ministério falham decididamente quanto a fazerem sua obra segundo a maneira indicada pelo Senhor. Deixam de apresentar todo homem perfeito em Cristo Jesus. Não obtiveram experiência mediante a comunhão pessoal com Deus, ou um verdadeiro conhecimento do que constitua o caráter cristão; assim, são batizados muitos que não se acham aptos para essa sagrada ordenança, mas que se acham enlaçados com o próprio eu e com o mundo. Não viram a Cristo nem O receberam pela fé”. Review and Herald, 4 de fevereiro de 1890.


Uma Fraqueza em Nosso Evangelismo CANDIDATOS AO BATISMO

“A aquisição de membros que não foram renovados no coração e reformados na vida é uma fonte de fraqueza para a igreja. Este fato é muitas vezes passado por alto. Alguns pastores e igrejas acham-se tão desejosos de assegurar um aumento de membros, que não dão testemunho fiel contra hábitos e costumes não cristãos. Aos que aceitam a verdade não é ensinado que eles não podem, sem perigo, ser mundanos em sua conduta, ao passo que de nome são cristãos. Até então, eram súditos de Satanás; daí em diante, devem ser súditos de Cristo. A vida deve testificar da mudança de dirigente. A opinião pública favorece uma profissão de cristianismo. Pouca abnegação ou sacrifício é exigido de uma pessoa para se revestir da forma da piedade e ter o nome registrado na igreja. Daí muitos se unem à igreja sem primeiro se haverem unido a Cristo. Nisto Satanás triunfa. Tais conversos são seus instrumentos mais eficientes. Servem de laço para outras almas. São falsas luzes, atraindo os descuidados à perdição. É em vão que os homens procuram tornar o caminho cristão amplo e aprazível para os mundanos. Deus não suavizou ou fez mais largo o caminho áspero e estreito. Se quisermos entrar na vida, cumpre-nos seguir o mesmo trilho palmilhado por Jesus e os discípulos - o trilho da humildade, da abnegação e do sacrifício”. Testimonies, vol. 5, pág. 172.


O Evangelista Deve Finalizar sua Obra CANDIDATOS AO BATISMO

“O obreiro nunca deve deixar parte do trabalho por fazer, porque esta lhe não agrade, pensando que o pastor que vier depois a fará por ele. Quando assim acontece, se vem um segundo pastor, e apresenta as exigências de Deus quanto a Seu povo, alguns voltam atrás, dizendo: "O pastor que nos trouxe a verdade, não mencionou essas coisas." E se escandalizam com a Palavra. Alguns recusam aceitar o sistema do dízimo; afastam-se, e não se unem mais com os que crêem na verdade e a amam. Quando outros pontos lhes são expostos, dizem: "Não nos foi ensinado assim", e hesitam em avançar. Quanto melhor teria sido se o primeiro mensageiro da verdade houvesse educado fiel e cabalmente esses conversos quanto a todos os assuntos essenciais, mesmo que poucos se houvessem unido à igreja pelo seu trabalho!” Obreiros Evangélicos, págs. 369 e 370.


ad