Sistema de informa o portugu s instrumental
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 18

Sistema de Informação – Português Instrumental PowerPoint PPT Presentation


  • 62 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Sistema de Informação – Português Instrumental. Unidade de Ensino Superior Dom Bosco. Prof. Júlio Sales. Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Prof . Júlio Sales. Países signatários do acordo, membros da COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Brasil. São Tomé e Príncipe.

Download Presentation

Sistema de Informação – Português Instrumental

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Sistema de Informação – Português Instrumental

Unidade de Ensino Superior Dom Bosco

Prof. Júlio Sales


Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Prof. Júlio Sales


Países signatários do acordo, membros da COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

Brasil

São Tomé e Príncipe

Angola

Cabo Verde

Portugal

Guiné Bissau

Timor Leste

Moçambique


Objetivo do Acordo:Defender a unidade essencial da língua portuguesa e o seu prestígio internacional.


O acordo entrou em vigor em janeiro de 2009, mas a norma atual será aceita oficialmente até dezembro de 2012.


O alfabeto é agora formado por 26 letras

  • Essas letras serão usadas em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados.

  • Exemplos: km, watt, Byron, byroniano

  • O "k", "w" e "y" são agora consideradas letras do nosso alfabeto.


Não existe mais o TREMA. Ele será mantido apenas em casos de nomes próprios e seus derivados. Ex.: Müller, mülleriano

  • Como era:

  • agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, freqüência

  • Como será:

  • aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência


Não se acentuam as formas  “que, qui, gue, gui”.

  • Como era:

  • argúi

  • apazigúe

  • averigúe

  • enxagúe

  • obliqúe

  • Como será:

  • argui

  • apazigue

  • averigue

  • enxague

  • oblique


Os ditongos abertos EI e OI não são mais acentuados em palavras paroxítonas.

  • Como era:

  • assembléia, platéia, idéia,  paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico

  • Como será:

  • assembleia, plateia, ideia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranoico

Obs.: nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas, o acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis.

Obs.2: o acento no ditongo aberto EU continua: chapéu, véu, céu, ilhéu.


Os hiatos "oo" e "ee" não serão mais acentuados.

  • Como será:

  • enjoo

  • voo

  • abençoo

  • creem

  • deem

  • Como era:

  • enjôo

  • vôo

  • abençôo

  • crêem

  • dêem


Não existe mais o acento diferencial.

  • Como era:

  • pára (verbo),

  • péla (verbo),

  • pêlo (substantivo),

  • pêra (substantivo),

  • pólo (substantivo).

  • Como será:

  • para (verbo),

  • pela (verbo),

  • pelo (substantivo),

  • pera (substantivo),

  • polo (substantivo)‏

Obs.: o acento diferencial ainda permanece no verbo "poder" (3ª pessoa do Pretérito Perfeito do Indicativo - "pôde") e no verbo "pôr" para diferenciar da preposição "por“.


Não se acentuam mais “i” e “u” tônicos em paroxítonas quando precedidos de ditongo.

  • Como era:

  • baiúca

  • boiúna

  • feiúra

  • feiúme

  • Como será:

  • baiuca

  • boiuna

  • feiura

  • feiume


Usa-se hífen:

  • Antes de h:

  • anti-herói,super-homem

  • Entre fonemas iguais:

  • anti-inflamatório, micro-ondas,inter-regional

  • Obs.:dobram-se o R e o S quando o prefixo termina em vogal(microrregião,antissocial)‏


  • Como era:

  • ante-sala

  • auto-estima

  • anti-rugas

  • extra-escolar

  • infra-estrutura

  • ultra-som

  • arquiinimigo

  • Como será:

  • antessala

  • autoestima

  • antirrugas

  • extraescolar

  • infraestrutura

  • ultrassom

  • arqui-inimigo


Não se usa hífen em compostos que perderam a noção de composição.

  • Como era:

  • manda-chuva

  • pára-quedas

  • pára-choque

  • Como será:

  • mandachuva

  • paraquedas

  • parachoque

Obs.: Devido à relatividade desta norma, é necessário aguardar o Vocabulário Oficial da Academia Brasileira de Letras.


  • Usarsemprehífen com:

  • além:além-mar

  • aquém:aquém-mar

  • recém:recém-nascido

  • sem:sem-terra

  • pré:pré-requisito

  • pró:pró-ativo

  • pós:pós-graduação

  • ex:ex-aluno

  • vice:vice-rei

  • circum ou pan + pal. Iniciadas com vogal, m ou n: pan-americano, circum-navegação


Translineação

  • Deve-se repetir o hífen na linha seguinte quando a repartição da sílaba coincidir com o hífen da palavra.

  • Ex.: Receberemos a visita do vice-

  • -reitor.


Sugestão:

novo corretorortográfico

de instalaçãogratuita via

Internet:

BrOffice.org 3.1


  • Login