“Articulando Ciência, Medicina e Saúde com a Doutrina Espírita”
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 23

“Articulando Ciência, Medicina e Saúde com a Doutrina Espírita” PowerPoint PPT Presentation


  • 54 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

“Articulando Ciência, Medicina e Saúde com a Doutrina Espírita”. “PROGRAMA DE PREVENÇÃO AO USO, ABUSO E DEPENDÊNCIA DE ÁLCOOL E DROGAS: UM MODELO DE PREVENÇÃO ESPÍRITA PARA O GOVERNO FEDERAL”. MARIA HELOISA BERNARDO PSICÓLOGA AME ABC DEPTO DE SAÚDE MENTAL DO

Download Presentation

“Articulando Ciência, Medicina e Saúde com a Doutrina Espírita”

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

“Articulando Ciência, Medicina e Saúde com a Doutrina Espírita”

“PROGRAMA DE PREVENÇÃO AO USO, ABUSO E DEPENDÊNCIA DE ÁLCOOL E DROGAS:

UM MODELO DE PREVENÇÃO ESPÍRITA PARA O GOVERNO FEDERAL”

MARIA HELOISA BERNARDO

PSICÓLOGA

AME ABC

DEPTO DE SAÚDE MENTAL DO

CONSELHO ESPÍRITA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

CENTRO DE TRATAMENTO BEZERRA DE MENEZES

12 DE SETEMBRO DE 2009


Magnitude do problema

MAGNITUDE DO PROBLEMA

  • DROGAS ILEGAIS = 1/2 TRILHÃO DE DÓLARES / ANO.

  • ÁLCOOL - MATA MAIS DO QUE TODAS AS DROGAS ILEGAIS JUNTAS.

  • NICOTINA - MATA MAIS DO QUE O ÁLCOOL.


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

DIMENSÕES DO PROBLEMA

ÁLCOOL

3ª DOENÇA QUE MAIS MATA

(CÂNCER E DOENÇAS CARDÍACAS)

1ª CAUSA NÃO DIAGNOSTICADA DAS MORTES ARROLADAS

FONTE - O. M. S.


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

ÁLCOOL

DIMENSÕES DO PROBLEMA

60% - MAUS TRATOS À CRIANÇAS, ESPANCAMENTOS À MULHERES.

41% - ASSALTOS

39% - ESTUPROS

64% - HOMICÍDIOS CRIMINOSOS

35% - 64% - ACIDENTES FATAIS DE TRÂNSITO

80% - SUICIDAS


Empresas brasileiras

EMPRESAS BRASILEIRAS

  • BAIXA QUALIDADE

  • PERDA DE MATERIAIS

  • ATRASOS FREQÜENTES

  • PROBLEMAS DE RELACIONAMENTO COLEGAS / CHEFIAS

  • EXCESSO DE HORAS EXTRAS

ACIDENTES

BRASIL - 25% a 54%

ESTADOS UNIDOS - 65%


Depend ncia qu mica no brasil

DEPENDÊNCIA QUÍMICA NO BRASIL

DEPENDENTES QUÍMICOS

16 MILHÕES

CO-DEPENDENTES

64 MILHÕES

PESSOAS AFETADAS

80 MILHÕES

MAGNITUDE

METADE DA POPULAÇÃO DO PAÍS

(ESTIMATIVA MÍNIMA PARA ÁLCOOL - OMS)


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

NICOTINA

DECLARAÇÃO DA O.M.S.

“UM DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS DE SAÚDE PÚBLICA NO MUNDO ATUALMENTE”


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS

ALTERAM:

O PENSAMENTO

DANIFICAM :

MENTE , CORPO , PERISPÍRITO

AFETAM :

COMPORTAMENTO / RELACIONAMENTOS


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

ESTÁGIO FINAL DA SÍNDROME

DETERIORAÇÃO:

  • FÍSICA

  • EMOCIONAL

  • COMPORTAMENTAL

  • ESPIRITUAL


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

PROCESSO DE RECUPERAÇÃO

BIO

SOCIO

PSICO

ESPIRITUAL


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

PROCESSO DE RECUPERAÇÃO

Manejo terapêutico de alta complexidade

Equipes multiprofissionais e interdisciplinares

Eficácia: baixa


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA

ATENÇÃO PRIMÁRIA

EDUCAÇÃO

ATENÇÃO SECUNDÁRIA

TRATAMENTO ESPECIALIZADO

ATENÇÃO TERCIÁRIA

REINTEGRAÇÃO


Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

27 DE JUNHO DE 2007 - CONVITE DA SENAD

  • A secretaria Nacional antidrogas – SENAD, órgão articulador da Política Nacional sobre Drogas com as políticas setoriais de governo e a sociedade, tem recebido a manifestação de interesse de diversas lideranças religiosas em colaborar com as ações de governo para a prevenção do uso de drogas.

    • Sendo assim, convido Vossa Senhoria a participar das discussões preliminares para elaboração de projeto de prevenção do uso de drogas para instituições religiosas e movimentos afins, em reunião a ser realizada no dia 28 de julho de 2007, às 08h30, no Gabinete Regional da Presidência da República, Av. Paulista, 2163, 3o andar – Bela Vista – SP (Complexo Bando do Brasil, nas esquinas da Av. Paulista x Rua Augusta).

    • Esclarecimentos adicionais podem ser obtidos com o Sr. Marcelo Ivo, pelos telefones: (61) 3411-2997/3244.

  • Atenciosamente,

  • PAULO ROBERTO YOG DE MIRANDA UCHÔA

  • Secretário Nacional Antidrogas


  • Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    • O governo através da “SENAD” quer reconhecer o esforço das religiões e movimentos sociais para equacionar os problemas ligados ao uso, abuso e dependência química.

    • Dar suporte e resposta positiva à boa vontade das lideranças religiosas e movimentos sociais.

    • Vai patrocinar e validar o trabalho das religiões e movimentos afins.


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    • REPRESENTANTES DE GRUPOS RELIGIOSOS MAJORITÁRIAS E MOVIMENTOS SOCIAIS AFINS PRESENTES NA REUNIÃO:

    • Febract e Apot – Católicos

      • Feteb – Evangélicos

      • Comunidade Judaica - “Grupo Jacks”

      • Fazendas de recuperação Evangélicas – 5000 Igrejas

      • Movimento Espírita Brasileiro.

      • Amorexigente – “pluralistas” do ponto de vista religioso.

      • Alcoólicos Anônimos (AA)

      • Narcóticos Anônimos (NA)

      • Grupos de familiares ( ALANON / NARANON)

      • Abertura para outras religiões / movimentos


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    A SENAD ESTABELECEU PARCERIA COM A UNIFESP E OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO

    “O PROJETO NÃO VISA FORMAR ESPECIALISTAS.

    TEM COMO OBJETIVO SENSIBILIZAR LIDERANÇAS PARA QUE POSSAM PRESTAR ATENDIMENTO DE FORMA MAIS EFICAZ.”


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    LIDERANÇAS RELIGIÕES MAJORITÁRIAS

    FÉ NA PREVENÇÃO

    BRASÍLIA – 19 de junho de 2008


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    FÉ NA PREVENÇÃO

    BRASÍLIA – 19 de junho de 2008


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    PLATAFORMA TÉCNICO / CIENTÍFICA

    UNIVERSIDADES DO PAÍS

    • PRODUÇÃO DE MATERIAL DOGMÁTICO ESPÍRITA

    • CONSELHO ESPÍRITA DE SBC

    • UNIÃO FRATERNAL

    • AME SP

    • AME BRASIL

    • AME INTERNACIONAL

    • FEESP

    • FEB


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    Tanto Allan Kardec quanto André Luiz reconhecem o caráter complementar entre a Ciência e o Espiritismo. Eles orientam quanto aos cuidados e precauções na pesquisa espírita ligada à Ciência.

    “O Espiritismo e a Ciência se complementam reciprocamente; a Ciência, sem o Espiritismo, se acha na impossibilidade de explicar certos fenômenos só pelas leis da matéria; ao Espiritismo, sem a Ciência, faltariam apoio e comprovação”.

    KARDEC

    Kardec no ítem 16 do Cap. I, em A Gênese

    ANDRÉ LUIZ


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    • Espíritas têm o mais alto nível de Escolaridade.

    • Os seguidores de Allan Kardec estudaram, em média 9,6 anos, contra 5,65 anos dos sem Religião.

    • A maioria Católica (73,7% dos brasileiros) estudou 5,78 anos e os Evangélicos Pentecostais têm o nível escolar mais baixo com 5,3 anos de estudo.

    • "Os Espíritas têm uma prática religiosa muito ligada à leitura, à Filosofia. Já os Pentecostais têm a menor escolaridade, o que mostra seu avanço entre pessoas de nível social mais baixo“.

    CABE AOS ESPÍRITAS REALIZAR A SUA PARTE PARA ARTICULAR CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE ...


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    O MOVIMENTO ESPÍRITA E OS ESPÍRITAS ESTÃO CONFIRMANDO...

    ATRAVÉS DE FÉ E OBRAS...


    Articulando ci ncia medicina e sa de com a doutrina esp rita

    A ARTICULAÇÃO ENTRE CIENCIA E ESPIRITUALIDADE INICIOU E NÃO MAIS RETROCEDERÁ ...

    ALGUMAS AÇÕES...


  • Login