PROJETOS EM PROGRESSO NA ECFP, CAXIUANÃ
Download
1 / 4

I. Biologia e físico-química de solos Equipe: Dra. Maria de Lourdes Ruivo, Coordenadora - PowerPoint PPT Presentation


  • 117 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

PROJETOS EM PROGRESSO NA ECFP, CAXIUANÃ. I. Biologia e físico-química de solos Equipe: Dra. Maria de Lourdes Ruivo, Coordenadora Eleneide Doff de La Sotta, Aluna de doutorado, Alemanha Simone Baia, M.Sc., bolsista DTI Elidia Paulina, bolsista DTI Beatriz Quanz, bolsista DTI.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha

Download Presentation

I. Biologia e físico-química de solos Equipe: Dra. Maria de Lourdes Ruivo, Coordenadora

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


I biologia e f sico qu mica de solos equipe dra maria de lourdes ruivo coordenadora

PROJETOS EM PROGRESSO NA ECFP, CAXIUANÃ

I. Biologia e físico-química de solos

Equipe:

Dra. Maria de Lourdes Ruivo, Coordenadora

Eleneide Doff de La Sotta, Aluna de doutorado, Alemanha

Simone Baia, M.Sc., bolsista DTI

Elidia Paulina, bolsista DTI

Beatriz Quanz, bolsista DTI


I biologia e f sico qu mica de solos equipe dra maria de lourdes ruivo coordenadora

Resultados parciais

Os solos dos plots A, B e Torre já foram classificados: latossolos amarelo arenoso (A e B) e argiloso (Torre).

Estudos físicos, químicos e biologicos dos solos prosseguem

Seleção de variáveis indicadoras de mudanças climáticas

Foi detectada a existência de variação lateral entre os sítios estudados nos plots A e B e a área da Torre: drenagem, topografia e cobertura vegetal parecem explicar estas diferenças.


I biologia e f sico qu mica de solos equipe dra maria de lourdes ruivo coordenadora

Produção primária líquida e decomposição de liteira

Equipe:

M.Sc. Samuel Soares de Almeida

Rosecélia Moreira da Silva, bolsista DTI


I biologia e f sico qu mica de solos equipe dra maria de lourdes ruivo coordenadora

Descrição/resultados

Foram instalados 20 aparatos plots A e B e 360 bolsas de decomposição de 3 malhas diferentes:0,025, 0,2 e 1 cm.

As taxas de deposição de liteira serão correlacionadas com a exclusão de água.

As taxas de deposição de liteira também serão associadas à área basal, número de árvores vizinhas mais próximas e área foliar.

As taxas de decomposição serão analisados em função do tempo, classes de organismos decompositores/detritívoros.

Serão feitas análises químicas do material depositado na estação seca e na úmida.

A variação na quantidade de liteira entre os plots A e B podem se palciamente explicadas pela Abasal, no. de árvores vizinhas e presença de clareiras naturais


ad
  • Login