Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 36

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA LATINO-AMERICANA PowerPoint PPT Presentation


  • 48 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA LATINO-AMERICANA. Reflexões em torno de um projeto de integração energética Victorio Oxilia Dávalos Programa Interunidades de Pós-graduação em Energia (PIPGE) IEE - USP São Paulo, 3 de dezembro de 2007. SARAMAGO:

Download Presentation

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA LATINO-AMERICANA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA LATINO-AMERICANA

Reflexões em torno de um projeto de integração energética

Victorio Oxilia Dávalos

Programa Interunidades de Pós-graduação em Energia (PIPGE)

IEE - USP

São Paulo, 3 de dezembro de 2007


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

SARAMAGO:

Discussões sobre a Utopia no marco do Foro Social de 2005…Outro mundo é possível.


Projeto gasandes

Projeto GasAndes

  • Apresentação

  • A disputa dos gasodutos (das grandes empresas)

  • Antecedentes

  • A base do interesse chileno

  • O projeto vencedor

  • A estrutura societária

  • O crescimento do consumo do gás natural…a bolha

  • A necessidade/realidade se impõe

  • As consequências

  • Reflexões finais


O projeto gasandes

O projeto GasAndes

Fonte: Figueroa & Smith (2002). Natural Gas Across the Andes


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: Figueroa & Smith (2002). Natural Gas Across the Andes


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: Figueroa & Smith (2002). Natural Gas Across the Andes


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: Figueroa & Smith (2002). Natural Gas Across the Andes


O que tem de particular gasandes

O que tem de particular GasAndes?

“El positivo proceso que estamos viviendo ha sido posible gracias a un marco regulatorio basado en la inversión privada, la competencia y la libre entrada al mercado. Este marco constituye una innovación en el campo de los proyectos binacionales, donde la norma histórica ha sido la inversión estatal y los privilegios monopólicos.” (Alejandro Jadresic, ex ministro presidente de la CNE, 1997)

“The great Chilean pipeline war could be a landmark in Latin American business history – the first time that profit, not politics, will decide the fate of a big-ticket energy project involving several countris and a host os powerful corporations (Free Market Wins in Chile´s Pipeline War: Competing Energy Projects Fight On, but Politics Stays Out, Wall Street Journal, 1 Agosto de 1995, A10).”


A disputa

A disputa

GasAndes

TransGas/Gas de Chile

0,33 US$ Gasoduto + 0,23 bi US$ geração + 0,6 bi US$ distribuição

GasAndes: Nova, 40%; CGC/Techint, 15% c.u.; Gasco/Gener, 10% et. al.

Metrogas: Gasco, Copec, Gener, Nova et al.

ESSA: Gener, Duke, TransAlta, Nova, CGE

1 bi US$ Gasoduto + 0,8 bi US$ geração

TransGas: Chilectra & Enersis, 35%; Tenneco, 25%; Enap, 10%; YPF, 10%

Gas de Chile: BG /Chilectra/Enersis


Antecedentes da disputa das novas rela es entre argentina e chile

Antecedentes da disputa…das novas relações entre Argentina e Chile

Arbitragem, 1977; Conflito, 1978; Tratado de Paz, 1984


O acordo de complementa o econ mica 16 ace 16

O Acordo de Complementação Econômica 16 (ACE 16)

  • O ACE 16 de 1991 é o primeiro acordo internacional (Ar/Cl) em que se trata abertamente da integração energética. É tema exclusivo do Protocolo 2.

  • O Protocolo 2 foi pensado para exportar até 5 milhões MCPD de gás natural argentino para o Chile, exclusivamente da Bacia de Neuquén…por tanto restringia os projetos


A base do interesse chileno

A base do interesse chileno

Fonte: EIA, International Energy Annual, Short Term Energy Outlook


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: A. Jadresic (1997)


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: A. Jadresic (1997)


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: EIA, International Energy Annual, Short Term Energy Outlook


A base do interesse chileno1

A base do interesse chileno

Fonte: EIA, International Energy Annual, Short Term Energy Outlook


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: A. Jadresic (1997)


Iii semin rio internacional de integra o energ tica latino americana

Fonte: A. Jadresic (1997)


A disputa foi resolvida em julho de 1995

A disputa foi resolvida em julho de 1995

  • Pela tarifa mais baixa (0,7 US$/MMBtu).

  • Endesa e Colbún decidiram assinar o contrato de transporte com o consórcio GasAndes.

  • No mesmo mês se assinou o substitutivo do Protocolo 2.


E em 1997

E em 1997…


A distribui o da participa o das empresas era

A distribuição da participação das empresas era…


Na atualidade 2007

Na atualidade (2007)


Na atualidade 20071

Na atualidade (2007)

PARA LEMBRAR EM 1997


E o g s natural se consolidou no chile

E o gás natural se consolidou no Chile


E a se da argentina aprovou v rias solicita es de exporta o de g s at o ano 2003

E a SE da Argentina aprovou várias solicitações de exportação de gás até o ano 2003…

Nota: somente as autorizações de longo prazo (acima de 5 anos)

Fonte: Secretaria de Energia


As decis es do governo argentino

As decisões do governo argentino

  • Resolução SE 265/2004

  • Disposição SSC da SE 27/2004

  • Resolução SE 659/2004, Programa Complementario de Abastecimiento al Mercado Interno de Gas Natural.

  • Resolução 754/2004, Superintendência de Eletricidade e Combustíveis do Chile.

  • E outras Resoluções mais recentes


Em gasandes

Em GasAndes


Na distribui o de g s natural

Na distribuição de gás natural

Fonte: Comisión Nacional de Energía, Chile


Na distribui o de g s natural1

Na distribuição de gás natural

Fonte: Comisión Nacional de Energía, Chile


Nos pre os da eletricidade

Nos preços da eletricidade

Nota: preços médios em outubro de cada ano (jul em 2007)

Fonte: Comisión Nacional de Energía, Chile


E a situa o em metrogas

E a situação em Metrogas

Fonte: Metrogas, Memória 2006


E a situa o em metrogas1

E a situação em Metrogas

Fonte: Metrogas, Memória 2006


Conclus es

Conclusões

  • Necessidade vs. enfoque das empresas do setor privado.

  • O papel dos Estados nos projetos de integração energética.


Obrigado victorio@iee usp br

[email protected]


  • Login