1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 31

1 – Visão geral da ciência e do método científico PowerPoint PPT Presentation


  • 75 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

1 – Visão geral da ciência e do método científico. 1.1 Ciência e conhecimento científico. 1.1 Ciência e conhecimento científico. Crenças, mitos, superstição, preconceitos, tradições, intuição, sentidos, percepção, aparência versus Factos, teorias, experiência, raciocínio, confirmação.

Download Presentation

1 – Visão geral da ciência e do método científico

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1 – Visão geral da ciência e do método científico

1.1 Ciência e conhecimento científico


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Crenças, mitos, superstição, preconceitos, tradições, intuição, sentidos, percepção, aparência

versus

Factos, teorias, experiência, raciocínio, confirmação


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Homem procura o conhecimento para compreender e dominar o meio em que vive

O que é o conhecimento?

Que tipo de conhecimento?


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

Ciência não é feita de verdades absolutas ou imutáveis. Quem faz ciência procura constantemente explicações e soluções, faz a revisão dos seus resultados e actualiza o conhecimento.

1.1 Ciência e conhecimento científico

  • Segundo Costa, N. (1997) todo o conhecimento é originalmente uma crença. Só devem ser admitidas as crenças verdadeiras. Para se considerar o conhecimento como científico, todas as crenças verdadeiras devem ser justificadas.

  • Justificações

    • Ciências exactas (matemática…): através de teoremas

    • Ciencias empíricas (física, química, biologia…): através de considerações experimentais


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento do senso comum

As duas formas (de conhecimento) que estão mais presentes e que mais interferem nas decisões da vida quotidiana do homem são o conhecimento do senso comum e o científico (Köche, 2002).

“É um viver sem conhecer” Buzzi, 1972

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento do senso comum

  • Solução de problemas imediatos e espontaneidade: conhecimento de carácter prático resultante de necessidades imediatas e do contacto directo com os fenómenos (ex: invenção da roda, descoberta do fogo, confecção de vestuário…).

  • Caráter utilitário: as soluções são práticas e funcionais mas desconhecem-se os fundamentos teóricos que demonstram ou justificam o seu uso. Não existe compreensão na relação entre os fenómenos (ex: uso de plantas medicinais).

  • Subjectividade e baixo poder de crítica: Os aspectos desta realidade ou factos que não se enquadram são geralmente excluídos, ocasionando uma visão da realidade geralmente fragmentada. Incapacidade de se submeter a uma crítica sistemática e isenta de interpretações sustentadas apenas nas crenças pessoais.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento do senso comum

Apesar da grande utilidade que apresenta na solução dos problemas diários ligados à sobrevivência humana, ele mantém o homem como espectador demasiado passivo da realidade, com um baixo poder de interferência e controlo dos fenómenos (Köche, 2003).

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento do senso comum

Segundo. Köche, J.C. (2003) duas dificuldades geram essa incapacidade

  • Linguagem vaga e baixo poder de crítica: A linguagem no senso comum contém termos e conceitos vagos…O significado dos conceitos, no senso comum, é produto dum uso individual e subjectivo…que se enriquece e modifica gradualmente em função da convivência num determinado grupo. O significado dos termos depende do uso em determinado momento ou contexto.

  • Desconhecimento dos limites de validade: namaioria das vezes as técnicas e as informações são utilizadas desconhecendo as razões que justificam a sua correcta aplicação ou aceitação. A eficiência e o êxito no desempenho dos conhecimentos…são elevados para aquelas situações que se repetem com um padrão regular.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

O senso comum varia com a época, (…) de acordo com o conhecimento relativo alcançado pela maioria numa determinado período histórico, embora possa existir uma minoria mais evoluída que alcançou um conhecimento superior aquele aceite pela maioria. Estas minorias por diferirem deste "senso comum" são geralmente discriminadas. (Ribeiro, 2003)


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

No conhecimento de Senso Comum não existe distinção entre aparência e realidade

Sentidos/ percepção

+

Razão

Conhecimento objectivo

Conhecimento incompleto e filtrado


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Senso comum e cultura popular: Muita gente, ainda nos dias de hoje, justifica acções e pensamentos com os ditados populares.

“A cavalo dado não se olha os dentes";mas "quando a esmola é muita, o santo desconfia"

"Não julgues um livro pela capa";mas "onde há fumaça, há fogo“

"Em boca fechada não entra mosquito";mas "quem não chora não mama“

"A voz do povo é a voz de Deus";mas "a língua do povo é o pior dos venenos“

"Mais vale um pássaro na mão que dois a voar";mas "Quem não arrisca não petisca";


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

  • Busca de princípios explicativos e visão unitária da realidade: O conhecimento científico surge da necessidade do homem não assumir uma posição meramente passiva, de testemunha dos fenómenos, sem poder de acção ou controlo dos mesmos. O conhecimento científico é expresso sob a forma de enunciados que explicam as condições que determinam a ocorrência dos factos e dos fenómenos relacionados com um problema, tornando claros os esquemas e sistemas de dependência que existem entre as sua propriedades.

  • Dúvida, investigação e conhecimento: O conhecimento científico…surge não apenas da necessidade de encontrar soluções para problemas de ordem prática da vida diária…mas do desejo de fornecer explicações sistemáticas que possam ser testadas e criticadas.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

O conhecimento científico na sua pretensão de construir uma resposta segura para responder às dúvidas existentes, propõe-se atingir 2 ideais: o ideal da racionalidade e o ideal da objectividade

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

  • 1- Ideal da racionalidade e a verdade sintáctica: atingir uma sistematização coerente do conhecimento presente em todas as teorias e leis. O conhecimento das diferentes teorias e leis, formaliza-se através de enunciados que, confrontados uns com os outros, devem apresentar um elevado nível de consistência lógica entre as suas afirmações. A ciência (…) procura unir as diferentes teorias, estabelecendo relações entre um e outro enunciado, lei ou teoria, entre um e outro campo da ciência, de forma que se possa através desta visão global, perceber as possíveis inconsistências e corrigi-las

  • Princípio da não contrariedade: corrigir e eliminar as contradições que existam entre as diferentes explicações.

Os enunciados devem estar isentos de ambiguidade e de contradição lógica.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

Essa verificação da coerência lógica entre os enunciados, ou entre teorias e leis, é um dos mecanismos que fornece um dos padrões de aceitação ou rejeição de uma teoria pela comunidade científica: os padrões da verdade sintáctica. No plano sintáctico não se decide conclusivamente sobre a falsidade ou veracidade do conteúdo empírico dum enunciado.

Apenas se verifica o grau de lógica interna ou externa que possui e até que ponto as suas afirmações concordam ou discordam de outras.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

  • 2- Ideal da objectividade e a verdade semântica: pretende que as teorias científicas, como modelos teóricos representativos da realidade, sejam construções conceituais que representem com fidelidade o mundo real (…) passíveis de serem submetidas a testes experimentais e aceites pela comunidade científica como provadas na sua veracidade. Esse é o mecanismo usado para avaliar a verdade semântica

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

A objectividade do conhecimento científico fundamenta-se em dois factores, interdependentes entre si:

- possibilidade de testar um enunciado através de provas factuais

- possibilidade do teste e dos seus resultados poderem passar pela avaliação crítica inter-subjectiva feita pela comunidade científica

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

  • Verdade pragmática: é proporcionada pelo mecanismo de inter-subjectividade. Para minimizar os potenciais erros decorrentes duma expectativa subjectiva (decorrente da época, da formação, da cultura), a comunidade científica pode julgar consensualmente sobre a investigação, os métodos utilizados e os seus resultados.

O conhecimento científico deve ser justificável, independentemente do capricho pessoal; uma justificação será “objectiva” se puder, em princípio ser submetida à prova e compreendida por todos. (…) … a objectividade dos enunciados científicos reside na circunstância deles poderem ser inter-subjectivamente submetidos a teste (Popper, 1975).

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

  • Linguagem específica e poder de crítica: O significado dos conceitos é definido à luz das teorias (…) proporcionando-lhes, dessa forma, um sentido unívoco, consensual e universal. Assim, a ciência desenvolve testes mais rigorosos do que aqueles do senso comum para aceitar uma teoria. Essas provas rigorosas (…) permitem também estabelecer maior confiança nas previsões.

  • O elevado poder de teste que está presente no conhecimento científico não confere maior estabilidade ou dogmatismo nas suas teorias. Pelo contrário estas tornam-se cada vez mais vulneráveis à localização dos erros, assumindo um carácter hipotético, de aceitação provisória, mais susceptíveis de reformulação ou substituição.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

O conhecimento científico é aquele que é obtido pelo método científico e pode continuamente ser submetido à prova, enriquecer-se, reformular-se (…). O que se observa, no conhecimento científico, é uma retoma constante das teorias e problemas do passado e do presente, através da crítica severa e sistemática (Bunge, 1969).

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Conhecimento científico

O conhecimento científico é pois o que é construído através de procedimentos que denotem atitude científica e que, por proporcionar condições de experimentação das suas hipóteses de forma sistemática, controlada e objectiva e ser exposto à crítica inter-subjectiva, oferece maior segurança e confiança nos seus resultados e maior consistência dos limites de validade das suas teorias.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Senso comum versus Ciência

A construção cientifica é produto de um determinado local, sob a influência de uma determinada cultura, numa determinada época, estando presa mesma as limitações tecnológicas do momento em que vive.

A Ciência estará sempre em contacto com o senso comum.

" A ciência parte do senso comum, sendo que é justamente a crítica ao senso comum que permite que este seja corrigido ou substituído. Assim toda ciência é senso comum esclarecido.” (Popper in Huhne, 1989)


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Senso comum versus Ciência

A história da ciência demonstrou sobejamente que as coisas não são exactamente o que os sentidos nos revelam (Orlando, 2003).

A ciência e o senso comum são dois pólos de um mesmo fenómeno (Orlando, 2003).


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Senso comum versus Ciência

Senso comum

CONHECIMENTO

Ciência

dinâmica

conservador

Faz evoluir o conhecimento

Pára o conhecimento


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.2 Formação do espírito científico

Espírito científico

Segundo Cervo e Brevian (1996) o espírito científico é, antes de mais uma atitude (…) do pesquisador que procura soluções sérias, com métodos adequados, para o problema que enfrenta.

Na prática, traduz-se por uma mente crítica, objectiva e racional.


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.1 Ciência e conhecimento científico

Espírito científico

Ter espírito científico é exercer uma crítica constante e uma criatividade na busca permanente da verdade, propondo novas e audaciosas hipóteses e teorias e expondo-as à crítica inter-subjectiva.

O espírito dogmático impede a crítica por julgar-se auto-suficiente e clarividente na sua compreensão da realidade.

In Fundamentos de metodologia científica


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.2 Formação do espírito científico

Espírito científico

Mente crítica: a consciência crítica leva o investigador a aperfeiçoar o seu julgamento e a desenvolver o discernimento, capacitando-o a distinguir e separar o essencial do acidental, o importante do secundário. Julgar, distinguir, discernir e analisar para melhor poder avaliar os elementos componentes da questão.

Objectividade: implica o rompimento com todas as posições subjectivas, pessoais e mal fundamentadas do conhecimento vulgar. Torna o trabalho científico impessoal. Qualquer um pode repetir a mesma experiência, em qualquer altura, e o resultado será sempre o mesmo.

Racionalidade: As únicas razões explicativas de uma questão só podem ser intelectuais ou racionais.


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.2 Formação do espírito científico

Espírito científico

O espírito científico implica virtudes de ordem intelectual e moral:

Intelectual: traduz o sentido da observação, o gosto pela precisão e pelas ideias claras, na imaginação ousada, na curiosidade que leva aprofundar os problemas, na sagacidade e no poder de discernimento.

Moralmente: o espírito científico assume a atitude de humildade e de reconhecimento das suas limitações, da possibilidade de erros e enganos.


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.2 Formação do espírito científico

Espírito científico

O espírito científico é imparcial. Não deturpa os factos. Respeita escrupulosamente a verdade.

O possuidor do verdadeiro espírito científico cultiva a honestidade. Evita o plágio. Não colhe como seu o que os outros plantaram. Tem horror a acomodações. É corajoso para enfrentar os obstáculos que uma investigação possa oferecer.

O espírito científico não conhece fronteiras (…). A honestidade do cientista está relacionada, unicamente, com a verdade dos factos.

(Cervo e Brevian, 1996)


1 vis o geral da ci ncia e do m todo cient fico

1.2 Formação do espírito científico

Importância do espírito científico

Ao pobre que bater à porta não se dá o peixe, mas a linha e anzol.


  • Login