UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 43

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO PÚBLICA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL LIDERAR PESSOAS ATRAVÉS DA MOTIVAÇÃO PowerPoint PPT Presentation


  • 60 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO PÚBLICA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL LIDERAR PESSOAS ATRAVÉS DA MOTIVAÇÃO Prof.a M.Sc. Mônica Cristina Rovaris Machado. material gentilmente cedido pela Prof.a M.Sc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula. Por que as pessoas

Download Presentation

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO PÚBLICA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL LIDERAR PESSOAS ATRAVÉS DA MOTIVAÇÃO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO PÚBLICA

COMPORTAMENTO

ORGANIZACIONAL

LIDERAR PESSOAS

ATRAVÉS DA MOTIVAÇÃO

Prof.a M.Sc. Mônica Cristina Rovaris Machado

material gentilmente cedido pela Prof.a M.Sc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

Por que as pessoas

se comportam de

certos modos?

material gentilmente cedido pela Prof.a M.Sc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

“Liderar - é o processo de dirigir

e influenciar as atividades

relacionadas as tarefas dos

membros de uma equipe.”

material gentilmente cedido pela Profa M.Sc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

“Motivação - são os fatores que

provocam, canalizam e sustentam

o comportamento

de um indivíduo”

Processo pelo qual o comportamento

É mobilizado e sustentado

No interesse da realização

Das metas organizacionais.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

Profa. Msc. Maria Teresa Gomes Lins - Slides 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Necessidades

NECESSIDADES

  • FISIOLÓGICAS:NECESSIDADES DE AR, AGUA, ALIMENTO, REPOUSO E SONO.

  • SEGURANÇA: AMBIENTE SEGURO, SEM AMEAÇA DE BEM-ESTAR.

  • SOCIAIS: PERTENCER A UM GRUPO, AFETIVIDADE, AMOR, INTERAÇÃO SOCIAL.

  • ESTIMA: AUTO-RESPEITO E RESPEITO PELOS OUTROS, SATISFEITAS ATRAVÉS DE ELOGIOS.

  • AUTO-REALIZAÇÃO: AS PESSOAS SE TORNAM CAPAZES DE SER, A NECESSIDADES DE CRESCER, DE SE DESENVOLVER PESSOAL E PROFISSIONALMENTE.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Teorias sobre motiva o teoria de herzberg

Teorias sobre motivação:Teoria de Herzberg

Classificou os fatores que influenciam o comportamento das pessoas no trabalho em duas categorias:

- Fatores de manutenção

- Fatores de motivação

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

Fatores de manutenção:

São influenciados pelo salário, pelo ambiente de trabalho, pela estabilidade no emprego, política de administração da empresa, e relacionamento com os colegas e chefes.

Fatores de motivação:

São influenciados pelas responsabilidades pessoais, realizações, desafios, crescimento profissional, reconhecimento.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Teoria dos dois fatores herzberg

TEORIA DOS DOIS FATORES(HERZBERG)

  • FATORES DE HIGIENE:

    Condições físicas de trabalho, política da empresa, qualidade da supervisão, relacionamento com colegas de trabalho, salário, status, segurança no emprego.

  • FATORES DE MOTIVAÇÃO:

    Desafios do trabalho, responsabilidade, reconhecimento, realizações, progresso no cargo e crescimento profissional

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Tr ade realiza o poder afilia o mccleland

TRÍADE REALIZAÇÃO – PODER – AFILIAÇÃO (McCLELAND)

  • As pessoas aprendem e adquirem necessidades de acordo com a sua cultura. (família, Televisão, grupos de colegas, stc)

  • Realização: desejo de conseguir algo.

  • Poder: desejo de controlar outras pessoas.

  • Afiliação: desejo de estabelecer e manter relacionamento amigável e caloroso com os outros.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Teoria do estabelecimento de metas

TEORIA DO ESTABELECIMENTO DE METAS:

DESEMPENHO

MELHORADO

VALORES

METAS:

Realísticas; Aceitas;

Usadas para Avaliar Desempenho;

Ligadas a Feedback e Recompensas;

Estabelecidas por Indivíduos ou Grupos,

Orientadas para a Aprendizagem

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Teoria x e y douglas mcgregor

TEORIA “X” E “Y”(Douglas McGregor)

“X”

“Y”

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

TEORIA “X”

TEORIA “Y”

- Centrada na produção

- Autocrática

- Controle externo

- Centrada no empregado

- Democrática

- Controle interno

Papel gerencial

- Supervisão próxima, com

comportamento diretivo

- Supervisão ampla com

comportamento de apoio

Papel principal

- Ênfase no controle, na coerção

e na punição

- Ênfase no crescimento, na

autonomia e na recompensa

Natureza humana

- Pessoas são preguiçosas, tem

falta de ambição, precisam ser

conduzidas, baixo nível motivação

- Pessoas gostam do trabalho,

querem fazer o melhor e são

motivadas pelo desenvolvimento

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

A falta de dinheiro leva a insatisfação, mas possibilitar às pessoas crescimento profissional, reconhecimento, responsabilidades e desafios levam à satisfação e, portanto, à motivação.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Motiva o intr nseca ou extr nseca

MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA OU EXTRÍNSECA

Motivação intrínseca: está relacionada à recompensas psicológicas, tais como:

  • a oportunidade de reconhecer a habilidade de alguém;

  • sentido de desafio e realização;

  • reconhecimento positivo ou apreciação;

  • ser tratado de maneira considerável.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Motiva o intr nseca ou extr nseca1

MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA OU EXTRÍNSECA

Motivação extrínseca: está relacionada a recompensas tangíveis ou materiais tais como:

  • Salários;

  • benefícios adicionais;

  • Seguro de vida;

  • Promoções;

  • Ambiente e condições de trabalho.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Motiva o implica es para a pr tica gerencial

Motivação: implicações para a prática gerencial:

  • Determine que níveis de desempenho são necessários para atingir as metas;

  • Treine e encoraje as pessoas;

  • Compreenda diferenças individuais;

  • Use o reforço positivo mais que a punição.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Motiva o implica es para a pr tica gerencial1

Motivação: implicações para a prática gerencial:

  • Determine que níveis de desempenho são necessários para atingir as metas;

  • Treine e encoraje as pessoas;

  • Compreenda diferenças individuais;

  • Use o reforço positivo mais que a punição.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Enriquecimento de cargo

Enriquecimento de cargo

  • Cargo enriquecido:

  • Características Conseqüências

Feedback

Relacionamento com cliente

Nova aprendizagem

Experiências singulares

Controle sobre recursos

Autoridade de comunicação direta

Responsabilidade

Aumento da motivação

Satisfação

Produtividade

Qualidade de vida no trabalho

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Elementos da frustra o

ELEMENTOS DA FRUSTRAÇÃO

Necessidades ou

expectativas

Barreiras ou

bloqueios

Solução de

problemas

Metas

COMPORTAMENTO

Frustração

Reestruturação

(metas alternativas)

AGRESSÃO

REGRESSÃO

FIXAÇÃO

RETRAIMENTO

COMPORTAMENTO DESTRUTIVO

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Como motivar uma equipe

Como motivar uma equipe?

Motivar uma equipe é um trabalho árduo e contínuo.

  • As pessoas precisam de uma liderança forte, motivada e vibrante.

  • Ninguém motiva pessoas: elas são motivadas para agir e obter um resultado.

  • Quem faz alguma coisa faz por duas razões: Obter resultado desejável ou evitar um resultado indesejável. São as pessoas que devem desejar o sucesso.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Como motivar uma equipe1

Como motivar uma equipe?

  • As pessoas são motivadas pela vontade de satisfazerem seus desejos e necessidades. O se-gredo da motivação é identificar o que motiva o profissional.

  • A motivação é diferente em pessoas diferentes: as pessoas pensam e agem de acordo com seus valores e experiências.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Como motivar uma equipe2

Como motivar uma equipe?

  • Mostre ao colaborador como ele está indo. As pessoas gostam de saber em que estágio elas estão. Perspectivas que se encontram abertas.

  • Reconheça o valor pessoal: Elogie. Cada pessoa ao se encontrar com você espera ser notada. Não observe sua equipe apenas para encontrar erros

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Como motivar uma equipe3

Como motivar uma equipe?

  • Repreenda, mas sempre buscando construir: Muitos chefes se realizam com a repreensão.

  • Identifique e neutralize os “pregadores do Apocalipse”: são verdadeiros mestres em mostrar erros, falhas e em desanimar qualquer um que se disponha a ouvir seus comentários. Você, como líder, precisa fazê-los jogar no “seu time”, mostrar como estão prejudicando o trabalho da equipe.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Como motivar uma equipe4

Como motivar uma equipe?

  • Esteja sintonizado com as emoções da sua equipe: Você, como líder, deverá ser capaz de olhar nos olhos do seu colaborador e “sentir” quando alguma coisa não está bem.

    - Precisa sintonizar as emoções dos membros da equipe e perceber situações fora do normal que possam estar prejudicando o desempenho daquele profissional.

    - Como poderão se concentrar no trabalho se estão passando por um sério problema? O apoio neste momento é fundamental para consolidar a sua liderança frente a seu profissional.

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

  • Selecione/ escolha quem vai trabalhar com você

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

  • Meça e acompanhe;

  • Escreva menos e fale mais;

  • Favoreça o espírito de equipe;

  • Invista na sua equipe;

  • Faça reuniões com ação;

  • Preste contas;

  • Preste atenção em como as pessoas agem perto de você;

  • Faça balanço dos seus relacionamentos;

  • Faça reunião informal

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Tipos de lideran a

TIPOS DE LIDERANÇA

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Grid de lideran a

GRID DE LIDERANÇA

(1-9)

(9-9)

9

8

7

6

5

4

3

2

1

Gerenciamento de

clube de capo

(paternalista)

Gerenciamento de

equipe

(eficaz)

(5-5)

Gerenciamento de

meio do caminho

(em cima do muro)

Comportamento relacionado às pessoas

Gerenciamento

empobrecido

(inexistente)

Gerenciamento de

tarefa/produção

(autoritário)

(1-1)

(9-1)

1 2 3 4 5 6 7 8 9

Comportamento relacionado à produção

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula

Robert R. Blake e Jane S. Mouton


Lideran a situacional paul hersey e kenneth blanchard

Liderança situacionalPaul Hersey e Kenneth Blanchard

alto

baixo trabalho

alto relacionamento

E3

E2

alto trabalho

alto relacionamento

compartilhar

persuadir

Comportamento para

o relacionamento

delegar

determinar

baixo trabalho

baixo relacionamento

alto trabalho

baixo relacionamento

baixa

E4

E1

Comportamento para o trabalho

baixa

alta

Maturidade dos subordinados

alta

baixa

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

Liderança Transformacional e CarismáticaPaul Hersey e Kenneth Blanchard

  • Dimensões e comportamentos:

  • Visão;

  • Desenvolvimento de staff;

  • Liderança de apoio;

  • Empoderamento;

  • Pensamento inovador;

  • Liderança pelo exemplo;

  • Carisma

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Universidade federal de sergipe curso de aperfei oamento em gest o p blica comportamento organizacional liderar pe

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


Exerc cio

Exercício

História em quadrinhos

  • Cada grupo – máximo 15 pessoas

material gentilmente cedido pela ProfaMSc Maria Teresa Gomes Lins 3ª aula


  • Login