Manifestação Mediúnica dos Espíritos
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 11

Manifestação Mediúnica dos Espíritos PowerPoint PPT Presentation


  • 57 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Manifestação Mediúnica dos Espíritos. NECESSITADOS EM GERAL ACOMPANHANTES USUAIS DOS ENCARNADOS DIRIGENTES, INSTRUTORES ORIENTADORES, DESENCARNADOS TRABALHADORES DA EQUIPE ESPIRITUAL AMIGOS, FAMILIARES DESENCARNADOS VISITANTES DESENCARNADOS. ESPÍRITOS COMUNICANTES.

Download Presentation

Manifestação Mediúnica dos Espíritos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Manifesta o medi nica dos esp ritos

Manifestação Mediúnica dos Espíritos


Manifesta o medi nica dos esp ritos

  • NECESSITADOS EM GERAL

  • ACOMPANHANTES USUAIS DOS ENCARNADOS

  • DIRIGENTES, INSTRUTORES ORIENTADORES, DESENCARNADOS

  • TRABALHADORES DA EQUIPE ESPIRITUAL

  • AMIGOS, FAMILIARES DESENCARNADOS

  • VISITANTES DESENCARNADOS

ESPÍRITOS COMUNICANTES


Manifesta o medi nica dos esp ritos

1. COMPREENSÃO DO FENÔMENO DA MORTE

A morte é apenas a destruição do envoltório corporal, que a alma abandona (...)

conservando, porém, o seu corpo fluídico ou perispírito.

(ALLAN KARDEC – O Q. É. O. E 2.ª PTE, 2/11)

  • No instante da morte, o desprendimento do perispírito não se completa subitamente; (...) se opera gradualmente e com uma lentidão muito variável conforme os indivíduos.(ALLAN KARDEC - L.E. QUESTÃO155-a)


Manifesta o medi nica dos esp ritos

2.O COMPROMISSO ASSUMIDO PELO TRABALHADOR DO GRUPO MEDIÚNICO

a) consigo mesmo;

b) com a Doutrina Espírita;

c) com a Casa Espírita;

d) perante os benfeitores espirituais;

e) com os Espíritos necessitados de auxílio;

f) com o Movimento Espírita.


Manifesta o medi nica dos esp ritos

3.ESTADO DE PERTURBAÇÃO QUE ACOMPANHA A DESENCARNAÇÃO

Muito variável é o tempo que dura a perturbação que se segue à morte. Pode ser de algumas horas, como também de muitos meses e até de muitos anos. (ALLAN KARDEC - L.E. QUESTÃO165)

Um fenômeno mui freqüente entre os Espíritos de certa inferioridade moral é o acreditarem-se ainda vivos, podendo esta ilusão prolongar-se por muitos anos, durante os quais eles experimentarão todas as necessidades, todos os tormentos e perplexidades da vida. (ALLAN KARDEC - C.I/1.ªprt,7/23)


Manifesta o medi nica dos esp ritos

  • Para o criminoso, a presença (...) das vítimas e das circunstâncias do crime é um suplício cruel.

  • Espíritos há mergulhados em densa treva; outros se encontram em absoluto insulamento no Espaço, atormentados...

  • Alguns são privados de ver os seres queridos, e todos, geralmente, passam com intensidade relativa pelos males, pelas dores e privações que a outrem ocasionaram.

    (ALLAN KARDEC - L.E. QUESTÃO 165)


Manifesta o medi nica dos esp ritos

4. OBJETIVOS E REGRAS DE FUNCIONAMENTO DAS REUNIÕES MEDIÚNICAS

  • NATUREZA

  • TIPOS, FINALIDADES.

  • ETAPAS DE FUNCIONAMENTO


Manifesta o medi nica dos esp ritos

5. PAPEL DOS ENCARNADOS NA EQUIPE MEDIÚNICA

  • DIRIGENTES

  • MÉDIUNS

  • DIALOGADORES

  • EQUIPE DE APOIO


Manifesta o medi nica dos esp ritos

6. PAPEL DA EQUIPE ESPIRITUAL NA SESSÃO MEDIÚNICA

  • Dirigentes

  • Cooperadores usuais

  • Trabalhadores especializados

  • Aprendizes

  • Visitantes

  • Acompanhantes dos encarnados


Manifesta o medi nica dos esp ritos

Mediunidade

Emmanuel

Sendo a luz que brilha na carne, a mediunidade é atributo do Espírito, patrimônio da alma imortal, elemento renovador da posição moral da criatura terrena, enriquecendo todos os seu valores no capítulo da virtude e da inteligência, sempre que se encontre ligada aos princípios evangélicos na sua trajetória pela face do mundo.

Francisco, C. Xavier: O Consolador, questão 382.


Manifesta o medi nica dos esp ritos

A MISSÃO DO MÉDIUM

Emmanuel

A missão mediúnica, se tem os seus percalços e as suas lutas dolorosas, é também uma das mais belas oportunidades de progresso e de redenção concedidas por Deus aos seus filhos misérrimos.

Francisco C. Xavier: O Consolador, questão 382.


  • Login