slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Primeira Reunião Comité Gestor Rede Pan-Amazônica de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 37

Primeira Reunião Comité Gestor Rede Pan-Amazônica de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde - PowerPoint PPT Presentation


  • 87 Views
  • Uploaded on

Secretaria Executiva 2013 Antonio Restrepo Coordenador de Saúde OTCA Brasília, DF, Brasil 21 de marçao 2013. Primeira Reunião Comité Gestor Rede Pan-Amazônica de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde. AGENDA. AGENDA EM DETALHE. Instalação e apresentação da Agenda Antonio Restrepo

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Primeira Reunião Comité Gestor Rede Pan-Amazônica de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde' - damien


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1
Secretaria Executiva 2013

Antonio Restrepo

Coordenador de Saúde OTCA

Brasília, DF, Brasil

21 de marçao 2013

Primeira ReuniãoComité Gestor Rede Pan-Amazônica de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde

agenda em detalhe
AGENDA EM DETALHE
  • Instalação e apresentação da Agenda Antonio Restrepo
  • Novos Projetos OTCA Saúde Mayira Sojo-Milano
  • Cronograma de Trabalho 2013 Secretaria Executiva
  • Orçamento 2013 Francisco Sánchez
  • Informe sobre Página Web da Rede BIREME , Verónica Abdala
  • Vários e conclusões
comit gestor
Comité Gestor

Participantes

Presidencia – MSB Jorge Kell

OPS/OMS Natalia Veloso

FIOCRUZ Roberto Sena

UNAMAZ Rosa Carmina Coutinho

OTCA Mayira Sojo-Milano

Jenny Jin

Francisco Sánchez

Antonio Restrepo

coopera o t cnica otca ops oms

Cooperação TécnicaOTCA – OPS/OMS

Dr. Antonio Restrepo

Coordinador de Saúde

Dra. Mayira Sojo Milano

Consultora Internacional em Saúde

Brasilia, 21 de março de 2013

projeto desatendidas

Projeto Desatendidas

Estratégias de Integração para

a Prevenção, Controle e Eliminação de

Doenças Negligenciadas em Populações Amazônicas

dos Países Membros da OTCA.

Proposta para reduzir a vulnerabilidade social em populações negligenciadas da Amazónia. Anos 2013-2017.

objetivo geral
Objetivo Geral

Sistematizar a Abordagem Integrada em Saúde para a vigilância, prevenção, controle e eliminação das Doenças Negligenciadas (Enfermedades Infecciosas Desatendidas, EID) prevalentes nos Países

Membros da OTCA no contexto dos determinantes

de saúde, sociais e ambientais.

objetivos estrat gicos 1
Objetivos Estratégicos (1)
  • Analizar a situação das EID baseada num Diagnóstico Participativo no nível local, nos países da Bacia Amazônica
  • Implementar estratégias integradas para o desenvolvimento da Vigilância Epidemiológica, Ambiental e dos DSS
  • Facilitar o acesso ao diagnóstico precoce e preciso e ao tratamento específico, pontual, seguro e de qualidade, para EID, sob a Abordagem Integrada nos Países da Bacia Amazônica
  • Fortalecer os sistemas de gestão de medicamentos e insumos estratégicos para o diagnóstico e tratamento de EID, sob a Abordagem Integrada nos Países da Bacia Amazônica
objetivos estrat gicos 2
Objetivos Estratégicos (2)
  • Promover a Gestão Integrada de Vetores e a melhoria dos Sistemas de Informação em Vigilância Entomológica e Controle de Vetores relacionados a EID nos Países da BA
  • Estruturar Programas de Comunicação e Mobilização social para apoiar os processos de intervenção social dentro da Abordagem Integrada em relação com EID
  • Promover a gestão do conhecimento sobre a Abordagem Integrada das EID, segundo necessidades programáticas em conduzir os processos nacionais e internacionais no contexto, nos Países da Bacia Amazônica
  • Promover a Gestão Interprogramática e Intersetorial para sustentar o desenvolvimento da Abordgem Integrada das EID
linhas de trabalho
Linhas de Trabalho
  • Análise da Situação segundo Diagnóstico Participativo
  • Vigilância Epidemiológica, Ambiental e dos DSS
  • Gestão do Diagnóstico e Tratamento de EID
  • Gestão de Medicamento e Insumos
  • Gestão Integrada de Vetores (MIV)
  • Comunicação, Informação, Educação (CIE), Mobilização Social
  • Gestão do Conhecimento
  • Gestão Interprogramática e Intersetorial
projeto desastres

Projeto Desastres

Estratégias para Reduzir a Vulnerabilidade

do Setor da Saúde e da Comunidade contra

Desastres no Nível Local em Populações Amazônicas

dos Países Membros da OTCA.

Proposta para promover a prevenção, mitigação e preparativos ante desastres. Anos 2013-2017

objetivo geral1
Objetivo Geral

Desenvolver estratégias para reduzir a vulnerabilidade do setor da saúde e da comunidade contra situações de desastre, a partir do nível local nas áreas amazônicas dos Países Membros da OTCA,

no contexto dos determinantes de saúde, sociais e ambientais.

objetivos estrat gicos
Objetivos Estratégicos
  • Caracterizar a situação de exposição aos tipos locais de ameaças e desastres para as comunidades e para os estabelecimentos de saúde
  • Desenvolver os processos relacionados com a medição do nível de segurança dos estabelecimentos locais de saúde contra emergências e desastres
  • Organizar equipes multidisciplinares e multissetoriais competentes para a gestão (garantir/articular) de respostas rápidas eficientes e eficaces contra situações de desastre no nível local
  • Organizar o sistema de Vigilância da Situação Local contra Desastres
linhas de trabalho1
Linhas de Trabalho
  • Situação Local
  • Estabelecimentos de Saúde Seguros
  • Organização para a Resposta
  • Vigilância contra Desastres
  • Gestão do Projeto
projeto merc rio

Projeto Mercúrio

Estratégias para a Proteção da Saúde

de Populações Amazônicas Expostas ao Mercúrio

nos Países Membros da OTCA .

Anos 2013-2017.

objetivo geral2
Objetivo Geral

Desenvolver estratégias para a proteção da saúde das populações expostas ao mercúrio (mercúrio metálico e metilmercúrio) nas áreas amazônicas dos Países Membros da OTCA , no contexto dos determinantes de saúde, sociais e ambientais.

objetivos estrat gicos1
Objetivos Estratégicos
  • Definir as condições atuais de base para desenvolver um Programa Integral de Vigilância Ambiental em Saúde-Modelo Mercúrio.
  • Estruturar o Sistema de Vigilância da Saúde de populações expostas ao mercúrio no nível local.
  • Desenvolver um Programa Local de Comunicação de Riscos sobre a exposição ao mercúrio, por meio de estratégias e procedimentos contextuais e culturalmente adequados.
  • Facilitar a integração do trabalho em rede dos Países Membros da OTCA, dentro da REDVIGMER, sobre a prevenção, vigilância e monitoramento da exposição ao mercúrio.
linhas de trabalho2
Linhas de Trabalho
  • Análise de Situação
  • Sistema de Vigilância/Mercúrio
  • Comunicação de Riscos
  • REDVIGMER ou Rede de Vigilância de Mercúrio
  • Gestão do Projeto
doadores

Doadores

Caracterização de Doadores e Sócios

Potenciais para Apoio de Projetos e Iniciativas

Da OTCA

listagem
Listagem
  • União Europeia (UE)
  • Bill and Melinda Gates Foundation (BMG)
  • Canadian International Development Agenda (CIDA)
  • International Development Research Centre (IDRC)
  • Japan International Cooperation Agency (JICA)
  • Swedish International Development Cooperation Agency (SIDA)
  • Organização de Estados Americanos (OEA)
  • Pan American Development Foundation (PADF)
  • UNDP Global Environment Facility (UNDP-GEF)
  • Strategic Approach to International Chemicals Management (SAICM)
  • European Community Humanitarian Office (ECHO)
  • United Sates Agency for International Development (USAID)
sugest es para fortalecer o trabalho da rede
Sugestõespara fortalecer o trabalho da Rede
  • A página web da Rede é uma necessidade urgente. Durante esta reunião conhecemos os progressos por parte de BIREME.
  • Esta ferramenta permitirá os Grupos de migrar para o trabalho na Rede.
  • Os Grupos devem ter capacidade de convocar e atrair aos investigadores de todas as procedências que estão realizando trabalhos no seu nível de ação.
  • Criar um Fórum de Facililtadores para intercâmbio de experiencias de sucesso e possibilidade de monitoramento por parte da Secretaria Executiva.
  • Deve definir o tema dos recursos, para permitir a sua execução e control por parte da Secretaria Executiva e do Comitê de Gestão.
  • Deve elaborar um orçamento provisório para gerir os recursos.
  • Tem sido sugerido que as reuniões regionais são cada dos anos e assim concentrar os recursos para reuniões e oficinas com os Grupos de Trabalho.
sugest es para fortalecer o comit intergovermental de ct is
Sugestões para fortalecer o Comitê Intergovermental de CT&IS
  • Os membros do Comitê devem ter pelo monos dois caraterísticas
    • Ser representantes das autoridades de Saúde e focados aos temas de investigação e Tecnologias para a Saúde
    • Estáveis
  • Retomar a iniciativa da reunião do Comitê realizada em Paramaribo em dezembro de 2010. Solicitar formalmente que esta representação está em cima dos chefes dos Institutos de Saúde ou equivalentes dos países.
  • Realizar pelo menos uma reunião virtual de ano com a Secretaria Executiva para informar as atividades dos Grupos e cronograma de trabalho para o segundo semestre.
cronograma de trabalho 2013
Cronograma de Trabalho 2013

21 de Março: I Reunião Comité Gestor

14 de Abril: Reunião OTCA MSB

28 de maio: Entrega Relatorios dos Grupos de Trabalho

13 de Junho: II Reunião Comité Gestor

25 de Julho: Reunião Comité Intergovernamental de CT&IS

22 de Agosto: Reunião Virtual Facilitadores dos G de T

26 de Setembro III Reunião Comité Gestor

20 de novembro IV Reunião Comité Gestor

21 – 22 novembro VIII Rede Pan-Amazônica de CT&IS

VIII Comité Intergovernamental de CT&IS

os grupos de trabalho i
Os Grupos de Trabalho (I)
  • Atualmente existem sete grupos de Trabalho. De acordo com o monitoramento realizado a partir de dezembro de 2011, quando a Coordenação de Saúde da OTCA assumiu a Secretaria Executiva observar que as ações dos grupos é irregular.
  • Os grupos de Propriedade Intelectual não registram nenhuma atividade.
  • O grupo sobre Investigação sobre Sistemas e Servicios de Saúde Amazônica presentará a sua proposta para reativar o trabalho que tem sido desenvolvido.
  • O Grupo de interculturalidade apenas se está formado, como facilitador indicado pelas autoridades Bolivianas presentará uma proposta sobre as prioridades e linhas de ação do Grupo.
os grupos de trabalho ii
Os Grupos de Trabalho (II)
  • O Grupo de Telemedicina está beneficiado do projeto sobre Protocolos Regionais de Telesaúde que executa na faculdade de Medicina da Universidad Federal de Minas Gerais e que tem permitido que os profissionais da Saúde da região Amazônica para acessar aos programas de treinamento ofrecido pelo Projeto.
  • A reorganização do Ministério de Saúde Pública de Equador foi feito só recentemente, definindo a instância responsável de Telemedicina que agora está em posição de assumir em conjunto com um papel de líder pela UFMG dentro deste Grupo de Trabalho.
os grupos de trabalho iii
Os Grupos de Trabalho (III)
  • O Grupo de Malária, está realizando simultaneamente entre ontem e hoje sua Reunião Regional. O seu facilitador que trabalha na coordinação com responsabilidade do Tema do MSD e de INLASA de Bolívia e com o coordenador do Program Sistema de Vigilância e Saúde Ambiental da OTCA.
  • O Grupo de Saúde Ambiental, entretanto, com um dinâmico importante como o Programa para estabelecer um Sistema de Vigilância em Saúde Ambiental que desenvolve a Coordinação de Saúde da OTCA com recursos do BID. O Grupo tem o apoio do Comitê Interinstitucional (OPAS/OMS, OTCA,BID y FIOCRUZ).
  • O Grupo de Gestão de Conhecimento depende a dinâmica que imprima a BIREME, através do seu facilitador e a sua equipa de colaboradores. Neste Grupo tem a responsabilidade da concepção da página web da Rede.
os grupos de trabalho iv
Os Grupos de Trabalho (IV)

SUGESTÕES. Em conjunto, os grupos de trabalho pedem:

  • Monitoramento constante da Secretaria Executiva.
  • Enviar um relatório semestral de atividades à Secretaria Executiva para a sua consideração pelo Comitê de Gestão.
  • Convocar umareunião virtual de facilitadores no primeiro semestre 2013.
  • Criação um Fórum Virtual de Facilitadores para se reunir pelo menos duas vezes por ano com a Secretaria Executiva, em datas anteriores à Reunião Anual da Rede.
  • O trabalho de cada Grupo será avaliado pelo Comitê de Gestão a fim de definir mérito para ser convidado à Reunião Anual da Rede.
  • Cada Grupo deve ter um espaço de participação no Fórum da página web da Rede. Este espaço deve ser aberto e convidar os investigadores no seu campo de ação para participar da Rede.
slide37

OBRIGADO

GRACIAS

ad