SISTEMA DE VIGILÂNCIA
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 25

SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS PowerPoint PPT Presentation


  • 93 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS. NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR COVISA – SUB-GERÊNCIA DE SERVIÇOS E PRÁTICAS DE INTERESSE À SAÚDE. Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais.

Download Presentation

SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS

NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE

INFECÇÃO HOSPITALAR

COVISA – SUB-GERÊNCIA DE SERVIÇOS E PRÁTICAS

DE INTERESSE À SAÚDE


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Observação contínua, sistemática e ativa da ocorrência e distribuição das doenças em determinada população e os eventos ou situações que aumentam ou diminuem o risco de sua ocorrência.

  • Interpretação dos dados essenciais para o planejamento, implementação e avaliação das práticas de saúde e a disseminação dos dados em tempo adequado para os que necessitam conhecê-los.


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Vigilância epidemiológica engloba:

  • definição das infecções hospitalares

  • coleta de dados

  • consolidação e tabulação dos dados de forma inteligível

  • análise e interpretação dos dados

  • disseminação e uso dos dados - prevenção das infecções

  • análise das medidas implementadas


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Objetivos da vigilância epidemiológica das IH em neonatologia:

  • estabelecer índices basais de ocorrência das IH

  • identificar surtos precocemente

  • racionalizar prioridades para o controle de IH

  • avaliar efetividade das medidas de controle

  • reduzir índices de ocorrência de IH

  • verificar tendências seculares de ocorrência de patógenos

  • verificar resistência aos antimicrobianos

  • verificar evolução das infecções

  • convencer corpo clínico


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • De quais pacientes coletar dados?

  • RN normais e alojamento conjunto - vigilância é pouco efetiva. Vigilância de impetigo, conjuntivite e onfalite

  • RN de cuidados intermediários

  • RN de UTI Neonatal - todos os RN

  • Identificar pacientes expostos a procedimentos de risco


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Vigilância: busca ativa . Busca seletiva por pistas

  • pacientes com culturas positivas

  • pacientes de alto risco para infecção

  • febre

  • prescrição de antimicrobianos

  • dados de enfermagem

  • dados de exames

  • dados de necropsia


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Portaria GM/MS 2.616, de 12.05.98

  • taxa de infecção hospitalar

  • taxa de pacientes com infecção hospitalar

  • distribuição percentual das infecções hospitalares por topografia

  • taxa de letalidade associada às infecções hospitalares

  • Unidades: BAR e UTI NN


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Dados a serem coletados:

  • nome

  • idade (data de nascimento)

  • sexo

  • peso de nascimento

  • registro hospitalar

  • unidade de internação

  • data de admissão

  • data de alta, óbito ou transferência


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Dados da infecção:

  • data de início

  • topografia

  • óbito

  • patógeno isolado

  • sensibilidade a antimicrobianos


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Ficha de coleta de dados

  • numerador: infecções

  • denominadores:

    • total de saídas (altas + óbitos + transferências)

  • período de coleta: um mês

  • dados separados por unidade

  • dados separados por categoria de peso


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Taxa de infecção hospitalar (%) =

  • (número de infecções hospitalares em determinado período / total de saídas ou admissões) x 100

  • Taxa de RN com infecção hospitalar(%) =

  • (número de RN com infecção hospitalar em determinado período / total de saídas ou admissões) x 100

  • Distribuição percentual das IH por localização topográfica (%)=

  • (número de episódios de IH em cada localização / número total de IH) X 100

  • Taxa de letalidade associada à IH (%)=

  • (número de RN com IH que morreram / número total de doentes com IH) x 100


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Separar:

  • infecções precoces (até 48 horas de vida) - provável origem materna

  • infecções tardias (mais de 48 horas de vida)


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • CVE - adoção de indicadores do NNIS / CDC

  • estratificação por categoria de peso ao nascimento

  • categorias de PN: <1000g, 1001-1500g, 1501-2500g e > 2500g

  • fatores de risco: cateter vascular central - CVC e ventilação mecânica - VM

  • infecções: pneumonia - VM e infecção de corrente sanguínea - CVC

  • definições padronizadas - CDC

  • planilhas de coleta de dados

  • RN da UTI Neonatal


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Caracterização da UTI Neonatal: RN com pelo menos uma das seguintes condições:

  • cateter umbilical

  • suporte ventilatório

  • em tratamento de uma infecção potencialmente grave

  • submetidos à cirurgia

  • peso de nascimento < 1500g

  • E

  • recebem cuidados de neonatologia e a proporção de RN: enfermagem é de 1:2


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Numeradores: número de infecções (pneumonia ou infecção de corrente sangüínea)

  • Denominadores: estratificados por categoria de Peso ao Nascimento

  • paciente-dia

  • ventilação mecânica - dia

  • cateter vascular central - dia


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Densidade de Incidência de IH por categoria de PN ( por 1000 pacientes - dia por categoria de peso) =

  • (número de infecções hospitalares em cada categoria de peso/ total de pacientes-dia em cada categoria de peso) x 1000

  • Densidade de Incidência de IH em RN com PN< 1000g =

  • (número de IH em RN com PN < 1000g / total de pacientes-dia com PN < 1000g) x 1000


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Densidade de Incidência de IH em RN com PN = 1001 - 1500g

  • (número de IH em RN com PN 1001 - 1500g/ total de pacientes-dia com PN1001- 1500g) x 1000

  • Densidade de Incidência de IH em RN com PN = 1501 - 2500g

  • (número de IH em RN com PN 1501 - 2500g/ total de pacientes-dia com PN 1501- 2500g) x 1000

  • Densidade de Incidência de IH em RN com PN > = 2501 g =

  • (número de IH em RN com PN > = 2501g/ total de pacientes-dia com PN > = 2501 g) x 1000


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Taxa de utilização de ventilação mecânica

  • Taxa de utilização de cateter vascular central

  • Estratificados por categoria de Peso ao Nascimento


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Análise dos dados

  • diagrama de controle

  • trabalhar com denominadores >= 50 (taxas) e > = 500 (densidades de incidência)

  • níveis endêmicos

  • comparação dos dados


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Diagrama de controle

  • média do período

  • desvio padrão (mede a dispersão dos valores individuais em torno da média)

  • limite superior da incidência normal (média + 1,96 DP)

  • limite inferior da incidência normal (média - 1,96 DP)

  • faixa de incidência normal esperada com 95% de probabilidade


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Divulgação dos dados

  • gráficos e tabelas simples de fácil compreensão

  • apresentação e discussão em reuniões clínicas e multiprofissionais

  • murais

  • publicação


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

FLUXO

CCIH do Hospital

Núcleo Municipal de Controle de Infecção Hospitalar - COVISA

Divisão de Infecção Hospitalar - CVE


Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

  • Bibliografia

  • Associação Paulista de Estudos e Controle de Infecção Hospitalar - Diagnóstico e Prevenção de Infecção Hospitalar em Neonatologia, São Paulo, 2002

  • CDC - NNISS, 1994

  • CVE “Prof. Alexandre Vranjac”, SES - IH - Orientação para o Preenchimento do Instrumento de Coleta de Dados, São Paulo, 2005


  • Login