INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.
Download
1 / 1

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1. - PowerPoint PPT Presentation


  • 100 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1. www.fei.edu.br Departamento de Engenharia Mecânica. AUTORA : Gigliola Salerno (giglia@ig.com.br) Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Magnabosco (rodrmagn@fei.edu.br). Ensaios de Fadiga:. Introdução

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha

Download Presentation

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.

www.fei.edu.br

Departamento de Engenharia Mecânica

AUTORA : Gigliola Salerno (giglia@ig.com.br)

Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Magnabosco (rodrmagn@fei.edu.br)

Ensaios de Fadiga:

Introdução

Um material pode falhar sob esforços cíclicos com tensão abaixo da máxima que suportaria em um carregamento estático. Este processo é definido como fadiga.

Objetivos

A partir da caracterização da liga de alumínio AA7175-T1 sob carregamento cíclico, prever a vida em fadiga desta liga, verificando também a influência da deformação média aplicada.

Materiais e métodos

Em corpos-de-prova da liga de alumínio AA7175-T1 foram realizados ensaios de tração e de fadiga em uma máquina universal de ensaios MTS com capacidade de carga de 250kN, utilizando extensômetro de 25 mm de curso útil.

Composição química da liga AA7175-T1 em estudo.

Curva Amplitude de Deformação por Número de Ciclos a Fratura para Deformação Média Nula.

Corpo-de-prova.

Curvas Amplitude de Deformação por Número de Ciclos a Fratura para Deformação Média Diferente de Zero.

Extensômetro.

Máquina universal de ensaios MTS.

Estes corpos-de-prova foram usinados, lixados por lixas de granulações: #80, #220, #320, #400 e #600 e polidos com óxido de cromo de granulometria 2μm.

Rugosidade superficial dos corpos-de-prova apóspolimento. segundo a norma JIS 1994.

Curva obtida pelo parâmetro SWT

Resultados e discussão

Ensaios de Tração:

Equação obtida pelo parâmetro SWT, que descreve o comportamento em fadiga de baixo ciclo para a liga.

  • Conclusões:

  • A liga apresenta comportamento misto (endurecimento e amolecimento cíclico).

  • Os dados monotônicos não podem ser extrapolados para prever a vida em fadiga deste material.

  • Os valores de b,c,f’ e f’ variam conforme a deformação média, portanto a relação linear da equação de Morrow não é válida.

  • Aequação SWT é válida como parâmetro para determinar a vida em fadiga do material independente da deformação média aplicada.

  • Agradecimentos:

  • Ao Centro Universitário da FEI pelo patrocínio do projeto e concessão de bolsa de iniciação científica a aluna Gigliola Salerno.

  • Ao meu orientador Dr. Rodrigo Magnabosco.

  • A minha família.


ad
  • Login