INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 1

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1. PowerPoint PPT Presentation


  • 83 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1. www.fei.edu.br Departamento de Engenharia Mecânica. AUTORA : Gigliola Salerno ([email protected]) Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Magnabosco ([email protected]). Ensaios de Fadiga:. Introdução

Download Presentation

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Influ ncia da deforma o m dia na previs o de vida em fadiga de baixo ciclo da liga aa7175 t1

INFLUÊNCIA DA DEFORMAÇÃO MÉDIA NA PREVISÃO DE VIDA EM FADIGA DE BAIXO CICLO DA LIGA AA7175-T1.

www.fei.edu.br

Departamento de Engenharia Mecânica

AUTORA : Gigliola Salerno ([email protected])

Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Magnabosco ([email protected])

Ensaios de Fadiga:

Introdução

Um material pode falhar sob esforços cíclicos com tensão abaixo da máxima que suportaria em um carregamento estático. Este processo é definido como fadiga.

Objetivos

A partir da caracterização da liga de alumínio AA7175-T1 sob carregamento cíclico, prever a vida em fadiga desta liga, verificando também a influência da deformação média aplicada.

Materiais e métodos

Em corpos-de-prova da liga de alumínio AA7175-T1 foram realizados ensaios de tração e de fadiga em uma máquina universal de ensaios MTS com capacidade de carga de 250kN, utilizando extensômetro de 25 mm de curso útil.

Composição química da liga AA7175-T1 em estudo.

Curva Amplitude de Deformação por Número de Ciclos a Fratura para Deformação Média Nula.

Corpo-de-prova.

Curvas Amplitude de Deformação por Número de Ciclos a Fratura para Deformação Média Diferente de Zero.

Extensômetro.

Máquina universal de ensaios MTS.

Estes corpos-de-prova foram usinados, lixados por lixas de granulações: #80, #220, #320, #400 e #600 e polidos com óxido de cromo de granulometria 2μm.

Rugosidade superficial dos corpos-de-prova apóspolimento. segundo a norma JIS 1994.

Curva obtida pelo parâmetro SWT

Resultados e discussão

Ensaios de Tração:

Equação obtida pelo parâmetro SWT, que descreve o comportamento em fadiga de baixo ciclo para a liga.

  • Conclusões:

  • A liga apresenta comportamento misto (endurecimento e amolecimento cíclico).

  • Os dados monotônicos não podem ser extrapolados para prever a vida em fadiga deste material.

  • Os valores de b,c,f’ e f’ variam conforme a deformação média, portanto a relação linear da equação de Morrow não é válida.

  • Aequação SWT é válida como parâmetro para determinar a vida em fadiga do material independente da deformação média aplicada.

  • Agradecimentos:

  • Ao Centro Universitário da FEI pelo patrocínio do projeto e concessão de bolsa de iniciação científica a aluna Gigliola Salerno.

  • Ao meu orientador Dr. Rodrigo Magnabosco.

  • A minha família.


  • Login