Doen a renal cr nica
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 21

Doença renal crónica PowerPoint PPT Presentation


  • 77 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Doença renal crónica. Um problema de saúde pública. Warren Buffet gives away his fortune.

Download Presentation

Doença renal crónica

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Doen a renal cr nica

Doença renal crónica

Um problema de saúde pública


Warren buffet gives away his fortune

Warren Buffet gives away his fortune

FORTUNE EXCLUSIVE: The world's second richest man - who's now worth $44 billion - tells editor-at-large Carol Loomis he will start giving away 85% of his wealth in July - most of it to the Bill & Melinda Gates Foundation.

By Carol J. Loomis, FORTUNE editor-at-large

June 25, 2006: 1:42 PM EDT


Doen a renal cr nica

  • Só quando a maré baixa é que ficamos a saber quem estava a nadar nu

    Warren Buffet


O que um problema de sa de p blica

O que é um problema de saúde pública?

  • A doença representa um peso importante para a sociedade, e este peso está a aumentar apesar dos esforços para a controlar;

  • O peso da doença está distribuído de forma desigual;

  • Existe evidência de que a implementação de estratégias preventivas podem reduzir o peso da doença;

  • As estratégias preventivas ainda não estão implementadas.


O n de pessoas em di lise ou transplantados est a crescer portugal 1998 2005

O nº de pessoas em diálise ou transplantados está a crescerPortugal (1998-2005)

Aumento anual de 6.5%

Nº doentes (x1,000)

SPN Registry 2005


Preval ncia projectada da doen a renal cr nica terminal portugal 1997 2010

Prevalência projectada da doença renal crónica terminal Portugal 1997-2010

SPN Registry 2002


N de pessoas que inicia di lise est a crescer portugal 1998 2005

Nº de pessoas que inicia diálise está a crescerPortugal 1998-2005

Aumento anual de 3,5%

Nº doentes (x1,000)

SPN Registry 2005


Preval ncia da doen a renal cr nica na popula o adulta dos eua nhanes iii

Prevalência da doença renal crónica na população adulta dos EUA: NHANES III

Coresh J et al. Am J Kidney Dis 2003; 41: 1


Preval ncia da doen a renal cr nica

Prevalência da doença renal crónica

Nº de doentes (%)

1 em cada 10 adultos sofre de doença renal crónica


Doen a renal cr nica

Estadios da doença renal crónica

e cardiovasculares

Fase

terminal

IRCT

Insuficiência cardíaca

Progressão

Insuficiência Renal Crónica

DCV aterosclerótica

Início

Albuminúria, proteinúria

Doença coronária, HVE

Em risco

Idosos, Diabetes, HTA

Idosos, Diabetes, HTA


Pessoas com drc t m maior probabilidade de morrer do que de progredir para a fal ncia renal

Pessoas com DRC têm maior probabilidade de morrer do que de progredir para a falência renal

5 anos de Follow-Up

% doentes

RR: 20.3

R:

RR: 19.5

RR: 2.3

n = 14,202

n = 1,741

n = 11,278

n = 777

Keith D, et al. Arch Int Med 2004;164:659-663.


Doen a renal cr nica

  • A suprema ironia da vida é que dificilmente alguém sai dela vivo.

Robert Heinlein

Autor de ficção científica dos EUA

(1907 - 1988)


Doen a renal cr nica mortalidade anual por grupos et rios e fun o renal

Doença renal crónica: mortalidade anual por grupos etários e função renal

N=2,583,911

O’Hare A et al.JASN 2006; 17:846


Doen a renal cr nica

Conclusões

  • A doença renal crónica é frequente na população em geral

  • Os doentes com DRC têm maior (2 a 134 vezes mais) probabilidade de morrer do que de atingir a falência renal

  • A doença cardiovascular é duas vezes mais frequente na população com DRC do que na população sem DRC.

    A morte prematura é o principal problema da população com DRC!


Doen a renal cr nica

  • Eu não quero conseguir a imortalidade através do meu trabalho…Eu quero consegui-la não morrendo

Woody Allen

Actor, comediante e director

de filmes americano (1935 - )


Abordagem de sa de p blica s doen as cr nicas

Abordagem de saúde pública às doenças crónicas

  • Adopção generalizada de modificações do estilo de vida para reduzir o risco da população

  • Estratégias para prevenir complicações em indivíduos com “alto risco” ou “muito alto risco”


Estratifica o do risco de complica es na doen a renal cr nica

Estratificação do risco de complicações na doença renal crónica

  • Pessoas sem doença renal crónica e sem factores de risco para doença renal crónica pertencem a um grupo de “baixo risco”

  • Pessoas sem DRC mas com factores de risco para DRC são um grupo de “alto risco”

  • Doentes com DRC devem ser incluídos num grupo de “risco muito elevado”


Quais s o os factores de risco para doen a renal cr nica

Quais são os factores de risco para doença renal crónica?

  • Idade avançada

  • Diabetes

  • Hipertensão de longa data

  • História familiar de doença renal

  • Algumas doenças hereditárias

  • Uso diário de anti-inflamatórios

  • Obesidade


Preval ncia de indiv duos com risco de drc grupo de alto risco

Factor de risco

Estimativa de prevalência

(%)

Estimativa de prevalência

(N)

Diabetes mellitus

7,5%

599.000

Hipertensão

25,0%

2.000.000

Insuficiência renal aguda

0,14%

11.000

Uso diário de AINE

~5,2% com artrite reumatóide ou osteoartrite (assumido uso diário)

415.000

Idade > 65 anos

16,3%

1.693.493

Prevalência de indivíduos com risco de DRC (grupo de alto risco)


Barreiras melhoria do tratamento da doen a renal cr nica

Barreiras à melhoria do tratamento da doença renal crónica

A capacidade para identificar doentes com risco ou com DRC é uma barreira significativa para o sucesso da prevenção e do tratamento desta população.

A ausência de reconhecimento pelos Planos de Saúde da importância de se focarem nesta população é também uma importantebarreira.

Chen RA et al. Dis Management 2006; 9: 86


Mais vale prevenir

Mais vale prevenir …

Homem de génio impaciente

tendo uma dor infernal

Pedia para matar-se

um veneno ou um punhal

Não há, (lhe disse um vizinho

velho que pensava bem);

Não há punhal nem veneno

mas o médico aí vem

Bocage (1765-1805)


  • Login