Teleconferncia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

Teleconferência Resultado do 3 o trimestre de 2008 PowerPoint PPT Presentation


  • 59 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Teleconferência Resultado do 3 o trimestre de 2008.

Download Presentation

Teleconferência Resultado do 3 o trimestre de 2008

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

TeleconfernciaResultado do 3o trimestre de 2008


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Este documento contm declaraes futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima ou palavras de sentido similar. As informaes contidas nesta apresentao sobre as declaraes futuras da Companhia, incluindo perspectivas de negcios, projees operacionais e financeiras e crescimento potencial so meras previses baseadas nas expectativas da administrao em relao a sua performance futura. Estas estimativas so altamente dependentes do comportamento do mercado, da performance da economia brasileira, indstria e de condies do mercado internacional. Como tal, esto sujeitas a mudanas.

Aviso Legal


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Destaques do 3T08

  • A receita bruta atingiu R$ 333,9 milhes com crescimento de 31,2% em relao ao 3T07.

  • A margem bruta caixa foi 1,2 p.p maior do que o mesmo perodo do ano passado.

  • O EBITDA ajustado foi de R$ 77,1 milhes, representando um crescimento de 38.6% em relao ao 3T07.

  • Continuamos executando nossa estratgia de Multi-Marca, Multi-Produto, Multi-Regio, Multi-Pagador e Multi-Mercado.

    • No setor ambulatorial e hospitalar, abrimos 7 novas unidades.

    • No segmento, apoio aumentamos nossa prestao de servios para outros 175 laboratrios.

    • Assinamos 2 novos contratos no setor pblico.

    • Crescemos nossa receita com servios de imagem em 42,9% com a maior ocupao de nossos equipamentos.


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

BENEFICIRIOS DE ASSISTNCIA MDICA PRIVADA

40,1

39,1

37,2

35,1

33,3

2004

2005

2006

2007

jun/08

Vidas no final do perodo

Executando nossa estratgia

Dinmicas que possibilitam nosso crescimento

-Maior conhecimento e preocupao da populao com sade

- Nmero de empregos formais

- Expanso da renda da populao

- Envelhecimento da populao

- Reconhecimento das marcas DASA

Investimento dos recursos captados e da gerao de caixa

Aquisies

Abertura de unidades e introduo de imagem

- Novas unidades para solidificar nossa presena e aumentar o market-share nos mercados atuais

- Compra de equipamentos de imagem para atingir o mix de mercado

- Time focado na aproximao e execuo de aquisies

- Aproximadamente 20 laboratrios esto no processo

- Foco na expanso e na consolidao da nossa presena no Brasil

3T08

Mercado

4


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Receita Operacional

  • A receita bruta apresentou crescimento de 31,2% em relao ao 3T07;

  • Este desempenho resultado de: (i) aumento de 25,0% da receita do segmento ambulatorial e hospitalar, (ii) crescimento de 46,3% da operao de apoio a laboratrios e (iii) expanso de 73,9% das atividades no setor pblico (CientficaLab adquirida em Jul/2007);

  • As mesmas unidades cresceram 14,2% no trimestre;

  • A operao B2B (Alvaro + CientficaLab) foi responsvel por 21,0% da receita do trimestre.

Receita Bruta por Linha de Servio (R$ milhes)

Evoluo da Receita Bruta (R$ milhes)

333,9

930,7

31,2%

CAGR = 23,5 %

40,8

12,2%

729,7

73,9%

254,5

29,3

8,8%

23,4

9,2%

576,9

20,0

7,9%

46,3%

31,2 %

491,4

399,8

333,9

323,8

254,5

25,0%

263,9

211,1

79,0%

82,9%

3T07

3T08

2002

2003

2004

2005

2006

2007

3T07

3T08

Ambulatorial & Hospitalar

Apoio

Setor Pblico


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

263,9

25,0%

211,1

41,8%

110,4

115,0

115,0

42,9%

36,6%

77,2

115,0

105,0

105,0

105,0

14,7%

153,5

58,2%

133,9

63,4%

95,0

95,0

95,0

85,0

85,0

85,0

3T07

3T08

Anlises Clnicas

Servios de Imagem

Atendimentos

Valor Mdio por Atendimento

Receita Operacional Ambulatorial e Hospitalar

  • A receita ambulatorial e hospitalar apresentou crescimento de 25,0% sobre 3T07, fruto da (i) introduo de equipamentos de imagem e (iii) abertura de 39 unidades nos ltimos 18 meses;

  • A receita de imagem cresceu 42,9% e a receita de anlises clnicas 14,7% vs. 3T07;

  • A participao da receita de imagem aumentou 5.2 p.p. devido maior ocupao das agendas das novas unidades e da introduo de novos exames nas unidades j existentes;

  • Tivemos aumento tanto no volume de atendimentos (+17,8%), quanto no valor mdio por atendimento (+6,1%), em conseqncia, principalmente, do aumento da participao de imagem e uma readequao pontual na tabela de cobrana de alguns exames que no refletiam os praticados pela empresa e pelo mercado.

Valor Mdio por Atendimento (R$) e Volume de Atendimentos (Milhes)

Receita por Linha de Servio (RS Milhes)

110,4

109,9

106,8

104,7

111,4

105,0

6,1

7,7

5,2

4,6

2,4

2,0

2004

2005

2006

2007

3T07

3T08


Receita operacional apoio e p blico

Receita Operacional Apoio e Pblico

Anlise de Desempenho Alvaro

  • A receita do Alvaro cresceu 46,3% no trimestre devido ao aumento do nmero de requisies processadas (+46,7%) e ao crescimento do nmero de laboratrios clientes 25,4%;

  • Este crescimento da receita mdia por laboratrio (+16,7%) resultado do aumento de 17,0% no volume de requisies por laboratrio;

9.616

8.768

8.382

8.231

8.242

3.044

2.869

2.650

  • A receita do CientficaLab cresceu 73,9%, atingindo R$ 40,8 milhes;

  • Este crescimento deve-se a entrada de 2 novos contratos e aumento da prestao de servio nos contratos atuais;

  • Ao final do 3T08, o CienfficaLab possua 46 clientes ativos, representando 771 pontos de coleta.

2.511

2.427

3T07

4T07

1T08

2T08

3T08

# de laboratrios

Receita mdia/laboratrio (em R$)

Receita CientficaLab (R$ milhes)


Margem bruta e custos caixa

60,0%

1,6%

59,7%

-0,3%

-0,3%

-1,4%

Custos

Pessoal

Materiais

Servios e

Gastos

Custos

Utilidades

Gerais

Caixa

3T08

Caixa

3T07

Margem Bruta e Custos Caixa

  • A margem bruta caixa deste trimestre superou em 1,2 p.p. o mesmo perodo do ano anterior, conseqncia do crescimento da margem caixa dos dois segmentos: B2C e B2B;

  • Na operao B2C, os custos-caixa obtiveram uma reduo de 0,3 p.p. em relao ao 3T07, dado o avano da curva de maturao das unidades abertas e a obteno de sinergias nos laboratrios adquiridos atravs da consolidao das suas operaes;

  • Os custos caixa da operao B2B apresentaram uma diluio de 5,5 p.p. em funo, principalmente, do crescimento desta linha de negcio que vem gerando ganhos de escala e sinergias nas plataformas de produo.

Custo Caixa - B2C

Evoluo da Margem Caixa

Custo Caixa - B2B


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Despesas Caixa e Despesas No recorrentes

  • Consideramos Despesas Caixa apenas as despesas que afetam o EBITDA Ajustado;

  • A diluio de 0,2 p.p. nas despesas caixa resultado, principalmente, da diluio nas despesas da controladora (0,8 p.p.);

  • As despesas das subsidirias obtiveram um aumento de 0,2 p.p.. Este aumento deve-se ao incremento dos custos variveis, principalmente, nas reas de logstica, em funo da cobertura geogrfica do laboratrio Alvaro e do aumento da capilaridade das operaes do Cientfica;

  • O maior nvel de despesas no-recorrentes deve-se a despesas relacionada reestruturao da diretoria, ao processo de aquisies e integrao e, proviso de ICMS.

Em milhes de R$

% da Receita Lquida

3T08 vs 3T07

Diluio

D

3T08

3T07

3T08

3T07

%

(p.p)

Administrativas e Gerais - Controladora

(28,1)

(23,4)

9,2%

10,0%

20,2%

-0,8

Administrativas e Gerais - Subsidirias

(15,2)

(11,2)

5,0%

4,8%

35,6%

0,2

PPLR

(2,6)

(1,7)

0,9%

0,7%

58,5%

0,1

Outras receitas/despesas Operacionais

0,2

0,7

-0,1%

-0,3%

-73,3%

0,2

Despesas Operacionais Caixa

(45,8)

(35,6)

15,0%

15,2%

28,7%

-0,2

Em milhes de R$

% da Receita Lquida

3T08 vs 3T07

Diluio

D

%

3T08

3T07

3T08

3T07

(p.p)

Despesas No Recorrentes

(6,0)

(3,5)

2,0%

1,5%

70,4%

0,5


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

3T07

3T08

Margem EBITDA

19,3%

21,8%

23,1%

18,9%

22,5%

20,5%

20,9%

22,3%

23,3%

Margem EBITDA Ajustado

25,4%

27,1%

27,3%

27,5%

25,7%

25,0%

22,1%

23,8%

25,2%

Ebitda e Ebitda Ajustado

  • Neste trimestre, o EBITDA apresentou crescimento de 36,5%, e o EBITDA Ajustado teve aumento de 38,6%;

  • A margem de EBITDA Ajustado atingiu 25,2%, 1.4 p.p. acima do mesmo perodo do ano anterior, em funo do crescimento da receita, da maturao das novas unidades e das sinergias obtidas nas despesas de gerais e administrativas.

EBITDA e EBITDA Ajustado (R$ milhes)

EBITDA Ajustado

Despesas No Recorrentes

EBITDA

CAGR = 21,3%

197,8

167,8

18,3

38,6%

135,9

123,1

30,4

99,4

16,9

77,1

80,4

38,5

55,6

62,2

15,3

5,9

179.5

15,5

137,4

3,5

119,0

15,0

84,1

84,6

71,2

64,9

52,1

47,2

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

3T07

3T08


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Controladora

Subsidirias

Capex

  • No 3T08, os investimentos somaram R$ 34,1 milhes. A Controladora recebeu investimentos de R$ 23,9 milhes, e as Subsidirias, R$ 10,2 milhes, assim distribudos:

    • Aberturas de Novas Unidades e Obras 13,4 milhes

    • Equipamentos Mdicos 9,8 milhes

    • Tecnologia de Informao ( TI ) 5,0 milhes

    • Investimentos pr- Operacionais e outros 5,9 milhes

Capex (R$ milhes)

Abertura do CAPEX

215,2

37,0

129,9

22,0

178,2

71,0

65,0

56,9

107,9

7,1

34,1

40,0

10,2

49,8

23,9

2003

2004

2005

2006

2007

3T07

3T08


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Capex

  • Somamos no ano R$ 117,2 milhes, e estimamos um investimento de R$ 42,8 milhes para o 4T08, de forma a concluir os projetos que foram necessrios para suportar a demanda do ano. Estes investimentos foram direcionados conforme o quadro abaixo:

12


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Caixa

  • A dvida lquida somou R$ 418,1 milhes no 3T08, afetado, principalmente, pela variao cambial das dvidas em dlar sem hedge e, dos investimentos em expanso orgnica do perodo;

  • O endividamento de longo prazo representou 79,8% do endividamento total e composto principalmente pela emisso do Bond, programa de Debntures e leasing dos equipamentos de imagem.

Evoluo do Endividamento Lquido (R$ milhes)

Anlise de Fluxo de Caixa (R$ milhes)

Fluxo de Caixa

3T08

2T08 Dvida

3T08 Dvida

Lquida

Gerao de Caixa

CAPEX

Lquida

EBITDA

71,2

Impostos

(5,6)

Financeiras Lquidas

(42,9)

Capital de Giro e Outros

(20,9)

Gerao de Caixa

1,8

1,8

Composio da Dvida (R$ milhes)

(385,8)

(34,1)

(418,1)

540,6

Disponibilidades

(+) (Escrow)

51,6

Dvida Curto Prazo

(203,7)

Dvida Longo Prazo (*)

(806,6)

Dvida Lquida

(418,1)

(*) Contm Escrow


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

Despesas Financeiras Lquidas

  • As despesas financeiras lquidas sofreram um aumento em funo de um maior nvel de endividamento, do consumo de caixa gerado pelos processos de aquisio e expanso orgnica e pela variao cambial passiva do endividamento em dlar, os quais no possuem instrumentos financeiros de hedge (swap) dado o horizonte de pagamento de 7 anos.

  • As despesas de variao cambial no representam uma sada de caixa no primeiro momento, uma vez que mais de 80% das dvidas so dvidas de longo prazo.

  • Ao final do 2T08, a posio exposta a variao cambial era de US$ 51,1 milhes, dos quais US$ 40,6 milhes referem-se a leasing de equipamentos.


Teleconfer ncia resultado do 3 o trimestre de 2008

DASA Investor Relations

Av. Juru, 434

Barueri Alphaville So Paulo

Telefone: 55-11-4197-5410

Website: www.diagnosticosdaamerica.com.br

E-mail: [email protected]


  • Login