Equil brio de corpos extensos
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 21

Equilíbrio de corpos extensos PowerPoint PPT Presentation


  • 200 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Equilíbrio de corpos extensos. Giovanni Ávila. Corpo extenso. Corpo extenso: qualquer objeto que pode girar em torno de seu eixo. (portas, volantes, régua, etc). Momento de uma força (torque). Unidade SI: N.m Pode-se usar também: N.cm ou Kgf.m Lembrando: 1kgf = 9,8 N. Exemplo.

Download Presentation

Equilíbrio de corpos extensos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Equil brio de corpos extensos

Equilíbrio de corpos extensos

Giovanni Ávila


Corpo extenso

Corpo extenso

  • Corpo extenso: qualquer objeto que pode girar em torno de seu eixo. (portas, volantes, régua, etc)


Momento de uma for a torque

Momento de uma força (torque)

  • Unidade SI: N.m

  • Pode-se usar também: N.cm ou Kgf.m

  • Lembrando: 1kgf = 9,8 N


Exemplo

Exemplo

  • Suponha F1=100N, F2=20N e F3=50N. Em que sentido vai girar a barra?


O somat rio dos momentos de uma for a

O somatório dos momentos de uma força


Condi es de equil brio de um corpo extenso

Condições de equilíbrio de um corpo extenso

  • Para condições em que o corpo pode girar, as condições de equilíbrio são:

    • equilíbrio de translação:

    • equilíbrio de rotação:

  • Para um ponto material tínhamos apenas:


Exemplo da apostila

Exemplo da apostila


Teorema das tr s for as

Teorema das Três Forças

  • Quando um corpo extenso está em equilíbrio estático sujeito a três forças não paralelas, as linhas de ação dessas forças devem passar por um ponto comum.

  • As direções de P e N são

    facilmente identificadas,

    enquanto F é determinada

    pelo teorema.


Centro de gravidade

Centro de gravidade

  • Ponto onde podemos considerar aplicado o peso total do corpo ou sistema.


Centro de gravidade1

Centro de gravidade


Centro de gravidade2

Centro de gravidade


Centro de massa

Centro de massa

  • Momento exercido pelo peso: P=Mg

  • Equação para calcular o centro de gravidade.

  • Centro de gravidade e massa coincidem apenas quando o corpo está imersoem um campo gravitacional uniforme.


Centro de massa e gravitacional

Centro de massa e gravitacional

  • Centro de gravidade está relacionado ao momento exercido pela força peso e centro de massa está relacionado com a força resultante.

  • No nosso caso estamos mais interessados no centro de gravidade.


Estabilidade do equil brio est tico

Estabilidade do equilíbrio estático

  • Estável: corpo retorna a posição inicial.(a)

  • Instável: corpo não retorna a posição inicial.(b)

  • Indiferente: corpo é deslocado de sua posição inicial e, mesmo após ser liberado, não se move.(bola sobre uma superfície horizontal)


Alavancas

Alavancas

  • Barra rígida que pode girar em torno de um ponto de apoio.


Tipos de alavancas

Tipos de alavancas

  • Alavanca interfixa: ponto de apoio entre a potência e a resistência.


Tipos de alavancas1

Tipos de alavancas

  • Alavanca interpotente: força potente entre o apoio e a resistência.


Tipos de alavancas2

Tipos de alavancas

  • Alavanca inter-resistente: resistência entre o ponto de apoio e a força potente.


Tipos de alavancas3

Tipos de alavancas

  • O antebraço é uma alavanca interpotente em que o fulcro está na articulação com o úmero (osso do cotovelo) e a força potente é exercida pelo bíceps.


Exerc cios

Exercícios:

  • Competência de área 5: Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.

    H17: Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem e representação usadas nas ciências físicas, químicas ou biológicas, como texto discursivo,gráficos, tabelas, relações matemáticas ou linguagem.


Exerc cios1

Exercícios

Competência de área 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

H20 – Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes.


  • Login