Internacionaliza o alian as fus o e aquisi o
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 33

Internacionalização Alianças, Fusão e Aquisição PowerPoint PPT Presentation


  • 98 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Universidade Federal do Paraná Departamento de Administração Gestão de Negócios Internacionais Prof. Dr. Romeu Rossler Telma. Internacionalização Alianças, Fusão e Aquisição. Larissa Cristina Dal Piva [email protected] Controle. Investimento. Contratual. Comprometimento.

Download Presentation

Internacionalização Alianças, Fusão e Aquisição

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Universidade Federal do Paraná

Departamento de Administração

Gestão de Negócios Internacionais

Prof. Dr. Romeu Rossler Telma

InternacionalizaçãoAlianças, Fusão e Aquisição

Larissa Cristina Dal Piva

[email protected]


Controle

Investimento

Contratual

Comprometimento

Ativo

Exportação

Experimental

Reativo

Risco

Modos de Entrada (Cap. 2 – Rocha, 2002)

FUSÃO & AQUISIÇÃO

ALIANÇA

ComprometimentoRecurso

Adaptado de ROCHA, 2002 p.56


Aliança estratégica

  • O que é uma aliança?

  • Por que fazer uma aliança?

  • Como gerenciar um aliança estratégica?


Gerenciando uma aliança (1)

1 - A lógica da colaboração:

  • Objetivos estratégicos

    • Troca no desenvolvimento de produtos

    • Aprendizado corporativo

    • Posicionamento de mercado

  • Cooperação implica sempre em uma troca entre aquisição de competências e entrega do controle.


Trocas (tradeoffs)

  • Adquirindo competências

    • Know-how e experiência

    • Acesso a recursos

    • Presença de mercado

    • Novas competências

    • Relações governamentais

    • Compartilhamento do risco

  • Concedendo controle

    • Uso da tecnologia

    • Controle sobre inputs estratégicos

    • Novos competidores potenciais

    • Conflitos de tomada de decisão

    • Compartilhamento do lucro


Gerenciando uma aliança (2)

2- Selecionando parceiros

  • Necessidades e ativos complementares

    • Trazendo diferentes elementos para a aliança

  • Objetivos compatíveis


Gerenciando uma aliança (3)

3 - Estruturando alianças

  • Contratos

  • A estrutura ótima depende da relação que os parceiros desejam estabelecer


  • Gerenciando uma aliança (4)

    4 - Construindo redes de alianças

    • Gera um portfólio de opções a baixo custo

      • Diferentes formas de chegar ao consumidor

      • Janelas para novas tecnologias

      • Fontes múltiplas de produtos

      • Ligações para start-ups

    • Uma extensa network implica em grande dependência em partes externas à organização

    • Dificuldades de gerenciar atividades compartilhadas


    Gerenciando uma aliança (5)

    5 - Dinâmica da aliança

    • Formulação da estratégia

    • Busca do parceiro

    • Negociação

    • Start-up

    • Operação

    • Ajustes


    Gerenciando uma aliança (6)

    6 - Limites das alianças

    • Inibidores organizacionais

      • Tempo para gerenciar

      • Dificuldade na racionalização das operações

    • Grade estratégica

      • Disponibilidade limitada de parceiros

      • Competição entre alianças

    • Dependência

      • Perda de controle

      • Apropriação limitada


    Gerenciando uma aliança – PARA REFLETIR

    • Fatores afetando a complexidade organizacional:

      • Número de parceiros

      • Papel de cada parceiro

      • Nível de confiança

      • Complexidade da tarefa


    Fusão e Aquisição

    • FUSÃO – combinação completa de 2 ou + empresas, formando uma terceira.

      MAS COMO ISSO OCORRE NA PRÁTICA???

    • AQUISIÇÃO – compra do controle acionário de uma empresa por outra


    Por quê?

    • Criação de valor

      • participaçãomercado

      • economia de escala e troca de conhecimento

    • Motivaçõestradicionais

      • Consolidação das atividades

      • Expansão de mercado

    • Motivaçõestransformacionais(necessidade de diversificação)

      • Desenvolvimento de novo portfólio

      • Novo modelo de negócios

      • Reestruturação radical


    Riscos envolvidos

    • Riscosfinanceiros

    • Riscostrabalhistas

    • Desajustesculturais

    • Alto investimentodemandado

      Porqueenvolve:

    • Alto grau de investimento

    • Alto grau de controle

    • Grande impactosobre as práticas de gestão

    • Complexoprocesso de integração cultural

    • Baixapossibilidade de reversibilidade


    Processo de aquisição

    • 3 etapas

      • Due diligence

      • Negociação

      • Integração


    1- Due Diligence

    • Levantamentos e análisesfinanceiras da empresa a seradquiridadecorrentes de valoresrelativos a:

      • Taxas

      • Impostos

      • Questõeslegais

        Issoauxiliadefinição do preço a serpagopelaadquirente.

    • Auditoria do capital humano, da capacidadeoperacional e da posiçãomercadológica


    2- Negociação

    É o planopré-fechamento da aquisição:

    • Estruturaorganizacional

    • Estruturahierárquica

    • Composição do time de integração

      • Gestor

      • Cronograma de ações


    3- Integração

    • Aculturação:

      • Assimilação (culturadominante de quemcompra)

      • Mescla (terceiracultura)

      • Pluralidade (2 culturasaomesmo tempo)

      • Movimentoreverso (culturadominante da adquirida)


    Integração no Brasil

    • Submissão a processos importados, por isso importa sem adaptar culturalmente

    • Há os traços do famoso “jeitinho brasileiro”


    Empresas adquirentes= preocupação mercadoEmpresas adquiridas = motivadas por questões financeiras


    Concentraçãopodedestruirvalor

    Porque as F&A sãoprocuradasmesmo se destróem o valoreconômico?

    • Obsessão de um executivo

    • Exploração do preço da ação

    • Comportamento de clã

    • Confiançaempartesinteressadas


    Alternativaspara o “Big Deal”

    • Fiqueem casa

    • Conserve o olhonabola da vez

    • Faça amigos (parceiros)

    • Mire no alvo (vantagens do ‘first-mover’)

    • Venda (desfaça-se)


    BUSINESS PLAN


    BUSINESS PLAN

    1. Sumário Executivo

    2. Planejamento Estratégico

    3. Plano de Operações

    4. Plano de Marketing

    5. Plano Financeiro

    6. Construção de Cenários

    7. Referências

    Anexos


    1. Sumário Executivo

    Destina-se a apresentação de um resumo do trabalho e deve conter:

    • objetivo do trabalho e justificativa do negócio;

    • nome da empresa, setor de atuação e o nome do produto ou serviço;

    • breve descrição do mercado e da clientela;

    • expectativas do negócio;

    • síntese dos capítulos do trabalho.


    2. Planejamento Estratégico

    É o momento de determinar os rumos do negócio, situação atual, metas e objetivos.

    • Descrever Missão, Visão e Valores Organizacionais;

    • Análise SWOT - visando a identificação de oportunidades/ameaças do ambiente externo e forças/fraquezas do ambiente interno.

    • Escolher estratégia do negócio (baixo custo, enfoque ou diferenciação)


    3. Plano de Operações

    • Estrutura Organizacional

    • Estrutura Física (Terreno e Instalações)

    • Tecnologia e Processo de Produção

    • Máquinas e Equipamentos

    • Principais Fornecedores

    • Principais Compradores

    • Alianças Estratégicas


    4. Plano de Marketing

    É o momento de ser estipulado as estratégias para conquistar e manter participação no mercado.

    • Produto ou Serviço

    • Público-Alvo

    • Preço

    • Posicionamento

    • Promoção e Propaganda

    • Pesquisa de Marketing

    • Implementação

    • Serviços ao Cliente (Venda e Pós-Venda)

    • Vantagens Competitivas


    5. Plano Financeiro

    Destina-se a demonstrar, em números, as ações planejadas e as comprovações por meio de projeções financeiras.

    • Investimento Inicial

    • Previsão de Vendas

    • Projeção do Fluxo de Caixa

    • Análise do Ponto de Equilíbrio

    • Demonstração dos Resultados do Exercício (DRE)

    • Balanço Patrimonial

    • Análise do Investimento

      • Retorno sobre o Investimento (Payback)

      • Taxa Interna de Retorno (TIR)

    • Valor Presente Líquido (VPL)


    6. Construção de Cenários

    O objetivo é de elaboração de cenários (otimista, realista e pessimista) para o negócio prevendo, para cada um deles, o crescimento do mercado e a evolução da participação do negócio no mercado (market-share).


    Para finalizar:

    • Cite REFERÊNCIAS

    • ANEXOS

      ÓTIMO TRABALHO A TODOS!


  • Login