Reuni o do servi o de controle de infec o hospitalar
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 28

Reunião do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Reunião do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar. Apresentação de resultados e planejamento para controle de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) no CTI Geral 2011 / 2012. IRAS sob vigilância. Pneumonia associada à ventilação mecânica

Download Presentation

Reunião do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Reuni o do servi o de controle de infec o hospitalar

Reunião do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar

Apresentação de resultados e planejamento para controle de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) no CTI Geral

2011 / 2012


Iras sob vigil ncia

IRAS sob vigilância

  • Pneumonia associada à ventilação mecânica

  • Infecção primária da corrente sanguínea associada a cateter vascular

  • Infecção do trato urinário associada a cateter vesical

  • Outras IRAS não associadas a dispositivos invasivos


Atua o do scih

Atuação do SCIH

  • Vigilância epidemiológica

    • Aferição das taxas de IRAS associadas a dispositivos invasivos e não associadas

  • Vigilância microbiológica

    • Aferição da incidência e prevalência de microrganismos multirresistentes

    • Descrição dos microrganismos isolados em culturas de líquidos estéreis

  • Checklist de processos

  • Participação nos rounds do CTI com a equipe médica


Taxa de pneumonia associada vm x densidade de uso de vm cti geral 2011

Taxa de pneumonia associada à VM X Densidade de uso de VM CTI Geral 2011


Taxa infec o do trato urin rio x densidade de uso de cateter vesical cti geral 2011

Taxa Infecção do Trato Urinário x Densidade de Uso de Cateter Vesical - CTI Geral - 2011


Taxa de infec o da corrente sangu nea associada a cvc x densidade de uso cvc cti geral 2011

Taxa de infecção da corrente sanguínea associada a CVC X densidade de uso CVC CTI Geral 2011


An lise

Análise

  • As infecções mais prevalentes são as da corrente sanguínea associadas a cateter vascular central;

  • O checklist de processos aplicado pela equipe do SCIH demonstrou uma forte associação entre a inadequação dos processos e o aumento das taxas, ou seja nos meses em que observou-se baixa inadequação, as taxas foram mais elevadas.


An lise1

Análise

  • As taxas reduzidas de infecção do trato urinário associada a cateter vesical podem refletir:

    • Adequação às práticas recomendadas para prevenção de infecções

    • OU

    • Baixa coleta de urinocultura na abordagem de sepse sem foco definido.


Hemoculturas cti geral 2011

Hemoculturas CTI Geral 2011

Número de amostras: 51


Hemoculturas cti geral 20111

Hemoculturas CTI Geral 2011

Bastonetes gram negativos não fermentadores: Pseudomonasspp (12), Acinetobacter baumannii(4), Stenotrophomonasmaltophilia(2), Burkholderiacepacea(1)

Enterobactérias: Klebsiellapneumoniae(5), Morganellamorganii(2), Proteusmirabilis(1), Serratiaspp (2)


Hemoculturas cti geral 20112

Hemoculturas CTI Geral 2011


Hemoculturas cti geral 20113

Hemoculturas CTI Geral 2011

  • Microrganismos predominantes:

    • Pseudomonasspp: 11

    • Staphylococcuscoagulase negativo: 9

    • Enterococcusspp: 5

    • Klebsiellaspp: 5


Casos novos de bact rias multirresistentes 2011

Casos Novos de Bactérias Multirresistentes 2011


Iras 2012

IRAS 2012


Iras 20121

IRAS 2012


Iras 20122

IRAS 2012


Preval ncia de microrganismos multirresistentes no cti geral 2012

Prevalência de Microrganismos Multirresistentes no CTI Geral 2012


Preval ncia de microrganismos multirresistentes no cti geral 20121

Prevalência de Microrganismos Multirresistentes no CTI Geral 2012


Preval ncia de microrganismos multirresistentes no cti geral 20122

Prevalência de Microrganismos Multirresistentes no CTI Geral 2012


Pacote m dico de medidas para a preven o de infec es relacionadas assist ncia sa de

Pacote médico de medidas para a prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde

  • Higienize suas mãos com álcool glicerinado antes e após tocar o paciente e qualquer equipamento ao seu redor, inclusive se for utilizar luvas;

  • NÃO USE O CELULAR DURANTE A ASSISTÊNCIA AO PACIENTE;

  • Use capote e luvas para manipular pacientes em precauções de contato;

  • Use luvas para manipular equipamentos e mobiliários de pacientes em precauções de contato;

  • Use antimicrobianos de forma racional:

    • Descalone a terapêutica após resultado de culturas, ou seja, use o antimicrobiano de menor espectro e suspenda antimicrobianos desnecessários;

    • Use o antimicrobiano pelo menor tempo possível;

    • Restrinja o uso de carbapenêmicos, quinolonas, cefalosporinas de terceira geração, vancomicina;

    • Localize o sítio de infecção;

    • Baseie-se em parâmetros farmacocinéticos e farmacodinâmicos para a seleção do melhor antimicrobiano para cada paciente.


Pacote enfermagem de medidas para a preven o de infec es relacionadas assist ncia sa de

Pacote enfermagem de medidas para a prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde

  • Higienize suas mãos com álcool glicerinado antes e após tocar o paciente e qualquer equipamento ao seu redor, inclusive se for utilizar luvas;

  • NÃO USE O CELULAR DURANTE A ASSISTÊNCIA AO PACIENTE;

  • Use capote e luvas para manipular pacientes em precauções de contato;

  • Use luvas para manipular equipamentos e mobiliários de pacientes em precauções de contato;

  • Aplique três vezes álcool nas conexões do cateter com gazes estéreis toda vez que abrir a linha venosa;

  • Realize higiene oral nos pacientes fazendo fricção dos dentes, da língua e de toda cavidade oral.


Pacote fisioterapia de medidas para a preven o de infec es relacionadas assist ncia sa de

Pacote fisioterapia de medidas para a prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde

  • Higienize suas mãos com álcool glicerinado antes e após tocar o paciente e qualquer equipamento ao seu redor, inclusive se for utilizar luvas;

  • NÃO USE O CELULAR DURANTE A ASSISTÊNCIA AO PACIENTE;

  • Use capote e luvas para manipular pacientes em precauções de contato;

  • Use luvas para manipular equipamentos e mobiliários de pacientes em precauções de contato;

  • Mantenha o paciente com cabeceira elevada a 45°;

  • Troque o filtro/umidificador do circuito do ventilador e o trachcare a cada 72 horas ou antes se necessário;

  • Realize a aspiração da cavidade oral antes da aspiração traqueal.


  • Login