“A
Download
1 / 12

PALAVRAS-CHAVES: Desenvolvimento Rural Colegiados/Conselhos - PowerPoint PPT Presentation


  • 112 Views
  • Uploaded on

“A Concertação Institucional para o Desenvolvimento Rural por meio da Organização Social” – VITAL FILHO –. PALAVRAS-CHAVES: Desenvolvimento Rural Colegiados/Conselhos. FOCO DESSE DIÁLOGO:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' PALAVRAS-CHAVES: Desenvolvimento Rural Colegiados/Conselhos' - braden


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

“A ConcertaçãoInstitucionalpara o Desenvolvimento Rural pormeiodaOrganização Social”– VITAL FILHO –


PALAVRAS-CHAVES:

  • Desenvolvimento Rural

  • Colegiados/Conselhos

FOCO DESSE DIÁLOGO:

  • O papel do Assessoramento Técnico nos processos de Desenvolvimento Rural, considerando Colegiados como espaço de interlocução e acesso as Politicas Públicas.


E NÓS NESSE PROCESSO de DR?

Se atuamos como Assessores Técnicos, fundamental conhecer:

  • QUEM vamos assessorar? (colegiados, fóruns, câmaras, redes, empreendimentos solidários...)

  • QUAL a PROPOSTA de Desenvolvimento a ser assessorada?

  • COMO facilitar o acesso as PoliticasPúblicase transformar o planejadoemaçãoconcreta?



O que diferencia uma proposta de DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL para o BRASIL RURAL?

Como estar preparado para o ASSESSORAMENTO TÉCNICO multidimensional desse processo de DESENVOLVIMENTO RURAL?

Quais as principais dimensões que precisam estar presentes e que concepções e práticas precisamos conhecer e fortalecer dentro delas?


AS VÁRIAS METODOLOGIAS DE PLANEJAMENTO PARA O DESENVOLVIMENTO TRAZEM COMO ELEMENTOS COMUNS:

A Constituição de instâncias de Gestão ( Colegiados, Conselhos, etc)

A constituição de um PLANO que aponte:

- Diagnóstico

- Visão de Futuro

- Um conjunto de PROGRAMAS casados com as várias dimensões

- Cada programa detalhado em PROJETOS concretos


COLEGIADO DESENVOLVIMENTO TRAZEM COMO ELEMENTOS COMUNS:

PDRS

. . . .

GT’S

Grupos de Interesse

Comitê

Temático

Redes Sociais

ND

NT

Diagnóstico

VisãodeFuturo

EIXOS 1

EIXOS 2

EIXOS 3

Programa 1

Programa 2

Programa n

Para cada empreendimento, um PLANO DE NEGÓCIO

PROJETO 1

Planejamento

das principais CADEIAS PRODUTIVAS

FORMAÇÃO/ COMUNICAÇÃO

UNIDADE FAMILIAR

P.A. / COMUNIDADES

MUNICIPAL

INTERMUNICIPAL

Ações para o DESENVOLVIMENTO E PROMOÇÃO dos produtos

SEDE DO TERRITÓRIO

ASSESSORAMENTO

TÉCNICO para: “dentro e fora da porteira”

ESTADUAL

Consultorias Especializadas

Articulação de

POLÍTICAS PÚBLICAS


QUESTÕES A SEREM CONSIDERADAS PARA O ASSESSORAMENTO TÉCNICO

  • O Plano de Desenvolvimento Rural será mais ou menos qualificada em função de 2 elementos:

    • Quantidade das informações que se tem

    • Qualidade das informações

  • Como podemos:

    • Conseguir informações necessárias

    • Assegurar informações de qualidade

      ... De forma que o Colegiado possa tomar decisões mais coerentes com a proposta de Desenvolvimento Rural Sustentável?


  • QUESTÕES A SEREM CONSIDERADAS PARA O ASSESSORAMENTO TÉCNICO

    • O Colegiado de Desenvolvimento é uma composição que tende a reproduzir vícios e virtudes da sociedade...

      • Como lidar com essa diversidade de sujeitos e de interesses?

  • A SUSTENTABILIDADE do próprio colegiado territorial figura ainda como um desafio...

    • Como contribuir para que o Colegiado se mantenha animado e vivo? (conteúdo e dinâmica de articulação)

    • Como contribuir para que o Colegiado consiga custear suas dinâmicas internas?


    • O Assessoramento Técnico acontece: TÉCNICO

      • No NÍVEL MACRO: Junto a COLEGIADOS, CONSELHOS... Com foco na sua capacidade de ler o Rural, propor e se organizar sobre ele (via câmaras técnicas, núcleo diretivo...)

      • No NÍVEL MICRO: Junto a EMPREENDIMENTOS, UNIDADES FAMILIARES... Com foco na sua capacidade de organização (autogestão); na sua capacidade produtiva (volume, qualidade, desenvolvimento de tecnologias); na sua capacidade de acesso e sustentação em mercados...

  • Como pensar uma proposta mais harmônica entre o Assessoramento Técnico que chega na ponta (unidades familiares, empreendimentos solidários, etc) com o Assessoramento Técnico que deve dar suporte às estruturas e processos mais amplos de Desenvolvimento Rural (Colegiados, Plano, etc)?



  • CONTATOS: RURAL:

    VITAL DE CARVALHO FILHO

    Diretor do Departamento de Cooperativismo,

    Negócios e Comércio – DECOOP

    (61) 2020 0888

    [email protected]


    ad