Op o de contribui o e carteira de investimento
Download
1 / 40

Opção de Contribuição e Carteira de Investimento - PowerPoint PPT Presentation


  • 92 Views
  • Uploaded on

Opção de Contribuição e Carteira de Investimento. Abril/2014. Introdução. As contribuições mensais feitas para os Planos HP e Agilent administrados pela HP Prev são investidas de acordo com o perfil de investimento escolhido pelos participantes denominados: Super conservador Conservador

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Opção de Contribuição e Carteira de Investimento' - bonnie


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Op o de contribui o e carteira de investimento
Opção deContribuição e Carteira de Investimento

  • Abril/2014


Introdu o
Introdução

  • As contribuições mensais feitas para os Planos HP e Agilent administrados pela HP Prev são investidas de acordo com o perfil de investimento escolhido pelos participantes denominados:

    • Super conservador

    • Conservador

    • Moderado

    • Agressivo

  • Para cada perfil é calculada uma cota mensal.

  • A opção pelo perfil de investimento é feita conjuntamente com a primeira opção de contribuição.


Introdu o1
Introdução

  • A opção pelo perfil de investimento pode ser alterada semestralmente nos meses de junho e dezembro.

  • A contribuição mensal compra um certo número de quotas de acordo com o valor mensal da quota da carteira escolhida.

    • Ex.: Contribuição mensal / quota do perfil = saldo em quotas

      • R$ 1.000,00 / 6,65323477 = 150,30282781

  • A alteração do perfil por parte do participante acarreta a venda das quotas acumuladas pelo valor da cota do mês do perfil atual e a compra de quotas do outro perfil pelo valor da cota do mês daquele perfil. Portanto, no mês em que o participante muda de perfil há alteração no saldo acumulado de quotas mas não no saldo acumulado em Reais.

    • Ex.: Saldoem quotas * quota do perfil = Saldoem R$

      • 150,30282781 * 6,65323477 = R$ 1.000,00

    • Saldoem R$ / quota do novo perfil = novo saldoem quotas

      • R$ 1.000,00 / 7,58852070 = 131,77798935


Estes s o os perfis de investimento e sua composi o
Estes são os Perfis de Investimento e sua composição

IMA Índice de Mercado Anbima: mede a rentabilidade de uma carteira teórica de títulos

públicos federais.

(1)IMA-B: composto por títulos do tipo NTN-B.

(2)IRF-M: composto por títulos prexados (LTN e NTN-F).

(3)IMA-S: composto por títulos atrelados à Selic (LFT).


Qual o seu perfil de investidor
Qual o seu perfil de investidor?

  • Você é

    Super Conservador

    Conservador

    Moderadoou

    Agressivo?


Caracter sticas gerais de um investidor
Característicasgeraisde um investidor

  • Superconservador

    • Baixa tolerância ao risco. Busca a manutenção de seu patrimônio. Pouco tolerante a oscilações. Abre mão de rentabilidade em troca de tranquilidade. Está muito próximo da aposentadoria.

  • Conservador

    • Pouco tolerante ao risco. Sente-se desconfortável com oscilações bruscas de preços. Não suporta ver seu patrimônio diminuir significativamente. Aceita um pequeno risco em troca de um pouco mais de rentabilidade. Está próximo da aposentadoria.


Caracter sticas gerais de um investidor1
Característicasgeraisde um investidor

  • Moderado

    • Tolera um certo grau de risco. Aceita flutuação de preços, em troca de ganho compensador. Não se expõe a grandes riscos. Tem razoável conhecimento do mercado, usando mais a razão nas decisões. É o participante que gosta da Renda Fixa, mas também quer participar da rentabilidade da Renda Variável. Um risco médio é aceitável. Já percorreu mais da metade do tempo até a aposentadoria.

  • Agressivo

    • É aquele participante que busca a boa rentabilidade que a Renda Variável pode oferecer no longo prazo. Tem disposição para suportar os riscos na busca de resultados melhores. Tem conhecimento do mercado e acesso a informações. Acompanha ativamente seus investimentos, é ágil e racional na sua administração. Tem um longo caminho até a aposentadoria.


Lembre se sempre que
Lembre-se sempre que…

  • Seu investimento é de LONGO PRAZO, e será a complementação de SUA aposentadoria;

  • Logo, não pense no curto prazo. Será que um ano é um período suficiente para se chegar a alguma conclusão?

  • Lembre também que rentabilidade passada não é garantia nem promessa de rentabilidade futura.


Riscos
Riscos

  • Antes de olhar os resultados de cada Carteira de Investimento lembre-se...

  • Cada Carteira de Investimento é composta por diversos títulos de renda fixa e renda variável que sofrem variações no decorrer do ano;

  • E os percentuais de renda fixa e renda variável também são diferentes entre as Carteiras de Investimento;


Mercado
Mercado

  • Veja como foi a performance dos índices mais comuns de mercado:

    • IBOVESPA (índice da Bolsa de Valores de São Paulo) - Renda Variável

    • CDI (Certificado de Depósito Interbancário) - Renda Fixa

    • Poupança

  • Observe a variação conforme o período analisado nos gráficos à seguir.


Rentabilidade de 1994 a 2013 deflacionada pelo igp di
Rentabilidade de 1994 a 2013 (Deflacionada pelo IGP-di)


Rentabilidade de 1997 a 2013 deflacionada pelo igp di in cio da hp prev
Rentabilidade de 1997 a 2013 (Deflacionada pelo IGP-di) – Início da HP Prev


Rentabilidade de 2002 a 2013 deflacionada pelo igp di
Rentabilidade de 2002 a 2013 (Deflacionada pelo IGP-di)


Rentabilidade de 2005 a 2013 deflacionada pelo igp di
Rentabilidade de 2005 a 2013 (Deflacionada pelo IGP-di)


Rentabilidade de 2007 a 2013 deflacionada pelo igp di
Rentabilidade de 2007 a 2013 (Deflacionada pelo IGP-di)


Coment rio sobre os gr ficos anteriores
Comentário sobre os gráficos anteriores

  • No período de 1994 a 2014 o CDI acumulado foi superior ao IBOVESPA;

  • No período de 1997 (constituição da HP Prev) a 2014 o CDI acumulado foi superior ao IBOVESPA na maior parte do período encontrando-se acima atualmente.

  • No período de 2002 a 2014 o IBOVESPA superou o CDI na maior parte do período mas atualmente encontra-se abaixo.

  • No período de 2005 a 2014 o IBOVESPA superou o CDI exceto no segundo semestre de 2008 e 2011 devido a crise financeira internacional, voltou a superar em janeiro/2012 mas declinou novamente.

  • Por fim, no período de 2007 a 2014 o CDI performou melhor que o IBOVESPA.


Simula o
Simulação

  • Vamos supor que os perfis de investimento da HP Prev existissem nesses períodos anteriores.

  • Para simular qual teria sido o resultado de cada perfil vamos utilizar o retorno do CDI para a renda fixa e do IBOVESPA para a renda variável, e ponderar pelo ponto médio (*) de alocação em RF e RV de cada perfil, conforme demonstrado na tabela da página 4.

  • Incluímos um quarto perfil denominado Operador do qual falaremos adiante.

  • Por se tratar de uma simulação esses resultados não refletem a realidade.

  • (*) No período de jan/2000 a dez/2009 os pontos médios para as carteiras Moderada e Agressiva eram 20% e 40% respectivamente. A partir de jan/2010 passaram para 25% e 50% respectivamente. Para a carteira Conservadora permanece em 7,5%.


Simula o de resultado 1994 a 2013 ponto m dio de aloca o de rf e rv acima do igp di
Simulação de Resultado 1994 a 2013 (Ponto médio de alocação de RF e RV / acima do IGP-di)


Simula o de resultado 1997 a 2013 ponto m dio de aloca o de rf e rv acima do igp di
Simulação de Resultado 1997 a 2013 (Ponto médio de alocação de RF e RV / acima do IGP-di)


Rentabilidade de 2002 a 2013 ponto m dio de aloca o de rf e rv acima do igp di
Rentabilidade de 2002 a 2013 (Ponto médio de alocação de RF e RV / acima do IGP-di)


Rentabilidade de 2005 a 2013 ponto m dio de aloca o de rf e rv acima do igp di
Rentabilidade de 2005 a 2013 (Ponto médio de alocação de RF e RV / acima do IGP-di)


Rentabilidade de 2007 a 2013 ponto m dio de aloca o de rf e rv acima do igp di
Rentabilidade de 2007 a 2013 (Ponto médio de alocação de RF e RV / acima do IGP-di)


Coment rio sobre os gr ficos de simula o
Comentário sobre os gráficos de simulação

  • No período acumulado de 1994 a 2014, os perfis Superconservador, Conservador e Moderado performaram de forma semelhante e o Agressivo ficou abaixo dos demais;

  • No período acumulado de 1997 a 2014 os perfis teriam performado de forma semelhante com o Agressivo abaixo dos demais;

  • No período de 2002 a 2014 o perfil agressivo obteria o melhor resultado acumulado por quatro anos consecutivos mas com queda significativa em 2008;

  • No período acumulado de 2005 a 2014 os perfis com menos bolsa teriam performado melhor;

  • No período de 2007 a 2014 os perfis com menos bolsa teriam performado melhor;

  • Mais uma vez o horizonte de tempo foi importante para os resultados alcançados.

  • Note que o resultado do perfil Operador foi divergente nos diferentes períodos.


O perfil operador
O Perfil “Operador”

  • O INVESTIDOR OPERADOR comporta-se da seguinte forma:

    • toma a performance passada como base para seus futuros investimentos, ou seja, muda de perfil semestralmente com base no resultado do semestre anterior;

    • dirige olhando pelo retrovisor;

    • tem a tendência de abraçar investimentos da moda;

    • decide seu perfil de acordo com a maioria;

    • e esquece que a variação de preço dos ativos e, portanto, a rentabilidade depende de eventos futuros;

    • Na simulação o operador muda entre o superconservador e o agressivo com base no resultado do CDI e da Bovespa no semestre anterior.


Os perigos de ser operador
Os perigos de ser “Operador”

  • Nas simulações, o perfil operador mostra desempenho inferior ou financeiramente ineficiente no longo prazo, assumindo mais risco que o necessário.

  • Em alguns períodos analisados o perfil “Operador” foi o de pior desempenho.

  • Ao “operar” os perfis de investimento, o participante pode perpetuar perdas e/ou errar sistematicamente.


Como escolher o perfil adequado a voc
Como escolher o perfil adequado a você?

  • A decisão do perfil é do Participante. Essa decisão é de longo prazo e depende de características pessoais: idade, número de dependentes, aversão a perdas, tempo restante até a data da aposentadoria etc. Assim, você só deve mudar de perfil quando essas características mudarem.

  • A decisão da composição tática da carteira de cada perfil é do Gestor. Essa decisão depende da conjuntura econômica e de oportunidades de investimento identificadas pelos analistas.


Um investidor disciplinado
Um Investidor disciplinado…

  • Pensa no longo prazo;

  • Escolhe uma Carteira, e não se preocupa com o dia-a-dia;

  • Mantêm-se nela no longo prazo;


Um exemplo mais pr ximo do real
Um exemplo mais próximo do real

  • Com base em dados reais plotamos no gráfico dois participantes, com o mesmo nível de contribuição, que escolheram cada um uma carteira de investimento diferente em jan.2000 não fazendo nenhuma mudança até 2014. Ou seja, foram investidores disciplinados.

  • Utilizamos as regras de contribuição previstas no Regulamento do Plano HP e o resultado real da cota de cada perfil

  • Fizemos uma relação entre valor de quota e poupança acumulada que está demonstrada no gráfico a seguir.



Lendo o gr fico
Lendo o gráfico

  • A linha vermelha mostra a relação entre quotas. Quando a linha está acima de 1 a quota da Carteira Agressiva está maior que a da Carteira Super Conservadora. Quando está abaixo de 1 está menor.

  • A linha verde mostra a relação entre poupança acumulada. Quando a linha está acima de 1 a poupança da Carteira Agressiva está maior que a da Carteira Super Conservadora. Quando está abaixo de 1 está menor.



Coment rios do resultado
Comentários do resultado

  • Ao final do período analisado:

    • O valor da quota da Carteira Agressiva estava 2%acima da quota da Carteira Super Conservadora.

    • O saldo em Quotas do participante da Carteira Agressiva era maior que o saldo do participante da Carteira Super Conservadora em 2%.

    • Entretanto, o saldo em Reais do participante da Carteira Agressiva era maior que o saldo do participante da Carteira Super Conservadora em 4%.

    • No caso de uma aposentadoria pelo prazo de 5 anos o benefício inicial seria R$ 218,49 maior para o participante do perfil Agressivo com relação ao do Superconservador.


Portanto
Portanto...

  • O investimento dos recursos de previdência deve ser encarado como investimento de longo prazo;

  • Escolha um perfil de risco e, se possível, mantenha-se nele por um longo período;

  • O gestor irá buscar as melhores alternativas, com o menor risco possível para cada perfil;


Par metros para a escolha da carteira mais adequada
Parâmetros para a escolha da Carteira mais adequada

  • Horizonte de tempo

    • Tempo restante até a aposentadoria

  • Finalidade ou grau de dependência dessa aposentadoria

    • Riqueza atual

    • Herança

    • Sobrevivência x Supérfluos

  • Características pessoais

    • ritmo do seu coração

    • aversão a risco

    • não tolera volatilidade na rentabilidade


Enfim lembre se
Enfim, lembre-se…

  • Das restrições do plano quanto à idade e as Carteiras permitidas

    • Somente para Plano Agilent tem restrição de idade

  • Da sua aversão ao risco... ações

  • Do tempo que falta para você se aposentar;



Restri es para escolha do perfil somente para plano agilent
Restrições para escolha do perfilsomente para Plano Agilent


Como fazer minha op o pelo perfil de investimento
Como fazer minha opção pelo perfil de investimento?

  • Acesse o endereço na internet:

    • https://www.hpprev.com.br/faca_opcao.aspx

  • Siga todos os passos e ao final você receberá um e-mail de confirmação. Caso não o receba entre em contato com [email protected]

  • Sua nova opção será processada no mês subsequente ao do término do período de opção.


Como alterar minha op o pelo perfil de investimento
Como alterar minha opção pelo perfil de investimento?

  • Participante ativo, diferido e autopatrocinado:

    • Acesse o endereço na internet nos meses de junho e dezembro:

      • https://www.hpprev.com.br/faca_opcao.aspx

    • Siga todos os passos e ao final você receberá um e-mail de confirmação. Caso não o receba entre em contato com [email protected]

  • Participante assistido de renda financeira:

    • Entre em contato com [email protected] para formalizar a alteração.

  • A alteração de perfil de investimento será efetuada nos meses de janeiro e julho subsequente à alteração.


ad