Aplicabilidade da escrita
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 12

Aplicabilidade da escrita PowerPoint PPT Presentation


  • 63 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Aplicabilidade da escrita. O emprego dos porquês. Na língua portuguesa empregamos de diferentes maneiras as palavras por que , por quê , porque e porquê . Por que – é empregado no início ou no meio de uma frase interrogativa . Por que você deixou cair pipoca no chão?

Download Presentation

Aplicabilidade da escrita

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Aplicabilidade da escrita

Aplicabilidade da escrita


O emprego dos porqu s

O emprego dos porquês

  • Na língua portuguesa empregamos de diferentes maneiras as palavras por que, por quê, porque e porquê.

  • Por que –é empregado no início ou no meio de

  • uma frase interrogativa.

  • Por que você deixou cair pipoca no chão?

  • Por quê – é usado ao final de uma frase interrogativa.

  • Você deixou cair pipoca no chão, por quê?

  • Porque – é utilizado nas respostas de modo geral.

  • Você não trouxe o sabão que lhe encomendei, por quê?

  • Porque não tinha a marca de sua preferência.

  • Porquê – equivale a motivo, razão e vem sempre acompanhado de o/os – o porquê / os porquês.

  • Não sei o porquê de tanto nervosismo.

http://morguefile.com

2


O emprego de mau e mal

O emprego de mau e mal

  • A palavra mau é sempre o contrário de bom.

    Ele é um mau jogador!Ele é um bom jogador!

    As meninas são más alunas.As meninas são boas alunas.

  • A palavra mal será sempre o contrário de bem.

    Ela está mal vestida.Ela está bem vestida.

    Os meninos foram mal na prova.Os meninos foram bem na prova.

BrandXPictures

3


O emprego de h e a

O emprego de há e a

  • Há equivale ao verbo fazer e indica tempo.

    Há (faz) quatro meses que não vejo Maria.

    Ele saiu da reunião há (faz) duas horas.

  • Aé uma preposição.

    Ela foi a Paris.

ImageDj

4


O emprego de onde e aonde

O emprego de onde e aonde

  • Onde – empregado quando o verbo não indica movimento.

    A loja onde comprei as tintas fechou.

    Onde você esteve nos últimos meses?

  • Aonde – empregado quando o verbo indicar

    movimento.

    Aonde ela vai com tanta pressa?

Globo.com

5


O emprego de via g em e via j em

O emprego de viagem e viajem

  • Viagem – A palavra viagem com g é sempre um substantivo.

    Faremos uma viagem na próxima semana.

  • Viajem – A palavra viajem comjé do verbo viajar.

    Nós viajaremos amanhã. Arrume sua mala.

substantivo

StockDisc

verbo

6


O emprego de a gente e agente

O emprego de a gente e agente

  • A gente escreve-se separadamente e equivale a nós. É empregado com verbo na 3ª pessoa do singular.

    A gente trouxe o livro que você nos pediu.

    Observação: A expressão a gente é empregada na linguagem popular, na linguagem culta devemos usar o pronome nós.

    Nós trouxemos o livro que você nos pediu.

  • Agente escreve-se junto quando referir-se a uma pessoa.

    O agente policial prendeu os ladrões.

7


O emprego de mas e mais

O emprego de mas e mais

  • Mas é uma conjunção e equivale a porém, portanto.

    Ela não foi ao clube, mas telefonou avisando.

  • Mais é um advérbio de intensidade e sempre

    será empregado em sentido contrário a menos.

    Quero mais morangos.

= porém

http://morguefile.com

= menos

8


O emprego de se n o e sen o

O emprego de se não e senão

  • Se não – se é uma conjunção e não um advérbio de negação.

    O que vamos fazer se não voltar a energia?

  • Senão - conjunção, significa de outro modo.

    Traga as passagens, senão perderemos o avião.

http://morguefile.com

9


O emprego de houve e ouve

O emprego de houve e ouve

  • Houve - verbo haver.

    Houve um bolo enorme de morangos no meu aniversário.

  • Ouve - verbo ouvir.

    Ele não ouve muito bem.

http://morguefile.com

10


Fique atento

Fique atento!

  • Determinadas palavras da língua portuguesa são sempre escritas separadamente. É o caso de:

  • Por isso

    Comprei fermento no mercado, por isso farei um gostoso pão.

  • De repente

    De repente a menina sumiu de nossas vistas.

  • Por enquanto

    Por enquanto, devemos nos acalmar.

http://morguefile.com

11


Aplicabilidade da escrita

  • À toa

    Ela estava à toa, curtindo a vida.

  • Do que

    Do que é que você está falando?

  • De vez em quando

    De vez em quando tomo um cafezinho.

http://morguefile.com

12


  • Login