slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
EJRos Assessoria Técnica Ltda Tornando sua empresa mais competitiva

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 68

Vis - PowerPoint PPT Presentation


  • 72 Views
  • Uploaded on

EJRos Assessoria Técnica Ltda Tornando sua empresa mais competitiva. Everton José De Ros Engenheiro Eletricista (UFRGS), Pós Graduado em Manipuladores Robóticos

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Vis' - betty_james


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

EJRos Assessoria Técnica Ltda

Tornando sua empresa mais competitiva

Everton José De Ros

Engenheiro Eletricista (UFRGS), Pós Graduado em Manipuladores Robóticos

(Mihajlo Pupin Institut – Yoguslávia), Pós Graduado em Comandos Lógicos (Omron Institut – Japão), MBA em Gestão Empresarial (FGV), Professor de Estratégia Empresarial para Pós Graduação em Administração da Fundação Getúlio Vargas, Auditor Líder do Bureau Vertitas Certification, Consultor Empresarial e

Diretor Executivo da EJRos Assessoria Técnica.

slide2

GESTÃO POR

RESULTADOS

Sua empresa está preparada para o futuro?

Palestra UCS Guaporé – RS

28 de Agosto de 2007

slide3

Introdução

Gestão por Resultados

slide4
Dois Temas:Futuro Visão do NegócioFerramenta: Planejamento EstratégicoPresente Missão do NegócioFerramenta: Sistema de Gestão
slide5

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

1 – Importância, Definições e Fundamentos

2 – Gerenciando a Estratégia

3 – Mapa Estratégico, Indicadores e Planos de Ação

mas porqu planejar
Mas porquê planejar?

Perda de controle pelos governos

Crescente fragilidade

dos mercados

Ser humano desafiando

de maneira insólita a

natureza

Formação dos blocos

comerciais e guerras

comerciais declaradas

Crescente

interdependência

global

Rápido avanço

tecnológico

Ascensão e queda

da nova economia

Novas determinantes de valor

e menor importância dos

processos de medida

tradicionais

Rápido declínio nos custos da

tecnologia

slide7

1 – Definições e Fundamentos

Entendendo o Planejamento Estratégico (PE) e Conhecendo seus Fundamentos

estrat gica

Terminologia oriunda da área MILITAR;

Em grego antigo, significa A ARTE DO GENERAL ou aquilo que deve ser feito para vencer a batalha;

Generais tem a missão de comandar exércitos, isto é, de vencer os desafios utilizando de forma apropriada os recursos disponíveis, conquistando territórios para suas guardiões.

Estratégica

defini o de planejamento estrat gico pe

Metodologia adotada de forma a se estabelecer um plano de ações

permitindo que estratégias (caminhos ou projetos) possam

ser estabelecidas e acompanhadas

afim de serem atingidos

determinados objetivos.

Onde

Queremos

Chegar?

(Objetivos)

Definição de Planejamento Estratégico (PE)

Caminhos

(Estratégias)

Onde estamos?

modelo estrat gico

Controle e Reavaliação

Expansão

Ambiente Empresarial

Estratégia Corporativa

Recursos Empresariais Estratégicos

Objetivos Estratégicos

Modelo Estratégico

Valores e preferências dos Decisores

Controle e Reavaliação

Expectativas Sociais e Comunitárias

DIVERSIFICAÇÃO

defini o de planejamento estrat gico pe1

A aplicação de um Planejamento Estratégico em uma organização consiste na utilização de um conjunto de conceitos e técnicas que permitem caracterizar seus fundamentos (negócio, missão, visão e princípios), na avaliação de cenários (internos e externos à organização), no levantamento dos fatores críticos de sucesso, no traçado de objetivos e metas de tal forma a ser estabelecido um plano estratégico de ação (projetos), permitido a empresa atingir resultados esperados.

Definição de Planejamento Estratégico (PE)

estrutura do ciclo de planejamento estrat gico e a formula o da estrat gia competitiva
Estrutura do Ciclo de Planejamento Estratégico e a Formulação da Estratégia Competitiva

3a. Análise do Ambiente Interno:

Pontos Fortes e Pontos Fracos

1. Definição de Negócio

3b. Análise do Ambiente Externo:

Ameaças e Oportunidades

2. Declaração de Visão, Missão e Valores

3. Análise Ambiental e Elaboração de Cenários

4. Formulação de Objetivos e Metas

5. Definição das Estratégias Empresariais

Formulação da Estratégia Competitiva

6. Implantação: Planos de Ação, Projetos e Feedback (BSC)

fases de um pe
Fases de um PE

1. Entendimento da

Filosofia da Empresa

Definição do Negócio, da Visão, da Missão, dos Princípios;

Entendimento das habilidades pessoais necessárias.

Estabelecimento dos Cenários, Análise do Ambiente Interno, Análise do Ambiente Externo; Formulação de Objetivos e da Estratégia Competitiva; Planos de Ação.

2. Análise e Síntese

das Ações Estratégicas

Implantação dos Planos de Ação e Projetos; Geração das diretrizes para o processo orçamentário e controle das atividades da empresa; Implantação do Balanced Scorecard.

3. Ação e Controle

slide14

FUDAMENTOS DO PE

Negócio

Missão

Visão

Princípios

FCS’s

defini o de neg cio
Definição de Negócio

O Negócio de uma organização define as linhas de atuação, o mercado e o tipo de produto / serviço que será desenvolvido, disponibilizado ou comercializado. O negócio da organização é definido a fim de caracterizar o quê a empresa se propõe a fazer, ramo de atividades e o foco de público a ser atendido.

O negócio sempre deve levar em conta, benefícios oferecidos.

slide16

Identificação do Negócio Atual

    • Quem é mesmo o seu cliente?
    • Quais são os benefícios procurados pelo cliente?
    • Qual é a tecnologia que nós iremos utilizar?
    • Quem são e quem serão nossos concorrentes?
  • Adequação do negócio ao século XXI
    • Evite a miopia!!!
    • Pergunte e ouça ao cliente!!!
    • Use o “farol alto”, abra o foco da lente, divulgue para todos!!!
qual o neg cio
Qual é o Negócio?

Visão Míope -----------------------> Chocolate

Visão Estratégica --------------> Presentes

  • SUCESSO !
  • Kopenhagen 1928
  • Conseqüências práticas:
  • Preço
  • Embalagem
  • Localização
  • Atendimento
  • Horário de Funcionamento
exemplos de defini es de neg cios
Exemplos de Definições de Negócios
  • Atitude
  • Prazer de Escrever
  • Paz de Espírito
  • Prazer de Dirigir
  • Estilo de Vida
  • Moda
  • Imagens e Informação
  • Saúde
  • Idéias
  • Soluções e Serviços Para Transporte Coletivo
  • Pessoas em movimento
  • Transporte
  • Beleza e Esperança
  • Beleza
  • Transporte

Nike

Mont Blanc

Fedex

BMW

Harley-Davidson

C&A

Fuji

Amil

Revista Exame

Marcopolo

GM

Honda

Revlon

Avon

Ferrovias Americanas

defini o de miss o
Definição de Missão

A Missão da empresa define o propósito, a razão de sua existência e como deve ser seu posicionamento perante o negócio definido. É aplicada para caracterizar quem é a empresa e para que serve (finalidade).

Deve ser escrita no tempo “Presente”

slide20

Fazer o que ?

(Qual é o nosso negócio ?)

  • Para quem ?

(Quem é o nosso cliente ?)

  • Onde ?

(Base, prioridade, estratégia de lugar de negócio)

  • Como ?

(Desafio, diferencial da Instituição)

  • Com que finalidade ?

(Complemento Social)

  • Características de uma boa declaração de Missão:

Menciona o produto ou serviço, menciona os principais mercados ou clientes, lista as principais atividades desempenhadas e os fatores que diferenciam a organização de seus concorrentes

exemplos de miss o
Exemplos de Missão

3M

  • Resolver problemas insolvíveis de maneira inovadora

Hewlett-Packard

  • Realizar contribuições tecnológicas para o avanço e o bem-estar da humanidade

Merck

  • Preservar e melhorar a vida do ser humano

Nike

  • Experimentar a emoção da competição, vencendo e esmagando os competidores

Sony

  • Experimentar a diversão da inovação e aplicar a tecnologia para o benefício e prazer das pessoas

Disney

  • Fazer as pessoas felizes
miss o petrobr s
Missão Petrobrás

Atuar de forma rentável nas atividades da industria de óleo, gás e energia, tanto no mercado nacional como internacional, fornecendo produtos e serviços de qualidade, protegendo o meio-ambiente, atendendo aos interesses dos acionistas e contribuindo decisivamente para o desenvolvimento do pais.

defini o de vis o
Definição de Visão

A Visão da empresa / entidade define o destino da mesma, um norte, um rumo a ser seguido.

A visão é aplicada para caracterizar onde a empresa / entidade quer chegar.

É escrita no tempo “Futuro”

slide24
Características de uma Visão de futuro bem construída:
    • Focada no futuro
    • Motivadora e inspiradora
    • Fácil de comunicar
    • Alcançável
    • Positiva e otimista
    • Detalhada
    • Compartilhada e apoiada
dicas para definir a vis o
Dicas para definir a Visão
  • Ideologia Central: Valores básicos e finalidade básica, junto com a Missão (razão da existência), complementados por...
  • Objetivos audaciosos, com horizonte de 10 a 30 anos, com cerca de 50% a 70% de chances de serem alcançados...
  • Tem que ir além de uma definição de objetivos... Tem que pensar no futuro...
  • Tempere com muito sonho...
  • As empresas realmente grandes compreendem a diferença entre o que nunca deve ser mudado e o que deve estar aberto a mudanças.
nasa vis o 2020

NASA: Visão 2020

“Estaremos de volta à Lua antes de 2020, mantendo nossos astronautas por mais de uma semana no espaço.”

Michael Griffin., CEO

A nova nave, que poderá voar para missões limitadas à órbita terrestre a partir de 2014, substituirá o ônibus espacial, que será tirado de serviço em 2010.

vis o petrobr s 2010
Visão Petrobrás 2010

Ser reconhecida pela forte presença internacional e liderança na América Latina, com liberdade de atuação de uma corporação internacional, com foco na rentabilidade e responsabilidade social.

exemplos de vis o
Exemplos de Visão
  • Tornar-se uma empresa de energia de classe mundial
  • A Marca mais gostosa deste e do novo milênio
  • Matando a sede do mundo
  • Ser reconhecida como a melhor e maior empresa da América Latina
  • Ser o melhor delivery de comida chinesa do mundo
  • Ser o melhor cartão de crédito do mundo
  • Sempre a frente
  • Líder em performance, sólido, confiável, destacando-se pelo uso do marketing, da tecnologia e por equipes capacitadas.Cliente..cliente
  • Criar um mundo onde todos possam ser crianças.... Sonho
  • Fazer da Folha o principal jornal do Brasil
  • Buscar a liderança nos mercados onde atua tendo como fronteira o país inteiro
  • Ser a melhor empresa aérea do mundo/Brasil
  • O carro do ano e do próximo século
  • O carro do hoje, amanhã e sempre

Petrobras

Perdigão

Coca-Cola

Brahma

China In Box

Amex

Bradesco

Itaú

Disney

Folha

O Globo

United/TAM

Audi

FIAT

defini o de princ pios
Definição de Princípios

Os Princípios (ou valores) da empresa definem as bases adotadas pela organização para realização de suas atividades, suas crenças e convicções. Os princípios são aplicados para definir como a empresa deve atuar de forma a atender as características do negócio, desenvolver sua missão e direcionar-se conforme sua visão.

É o código de ética do negócio.

slide32

Define um código do que é um comportamento aceitável ou inaceitável

  • Busca ser um guia de princípios ou um código de ética que baliza a tomada de decisão
  • Geralmente são palavras vagas, que necessitam de ser clarificadas por exemplos ou contra-exemplos
  • Necessitam ser transformados em comportamentos específicos
  • Necessitam ser realísticos - coisas que nós possamos ser
  • Consistentes com a história e a cultura da organização
exemplos de princ pios
Exemplos de Princípios

Merck

  • Responsabilidade Social
  • Excelência
  • Inovação baseada na ciência
  • Honestidade e integridade
  • Lucro, mas com trabalhos que beneficiem a humanidade

Sony

  • Elevação da cultura e do status nacional do Japão
  • Ser um pioneiro, não um seguidor, fazendo o impossível
  • Encorajar a habilidade individual e a criatividade

Disney

  • Não ser cínico
  • Divulgação dos valores do “AmericanWayofLife”
  • Criatividade, sonhos e imaginação
  • Atenção fanática aos detalhes e a consistência no atendimento
  • Preservação e controle da magia Disney
defini o de fatores cr ticos de sucesso
Definição de Fatores Críticos de Sucesso

Atividades-chave do negócio de uma empresa que precisam ser muito bem realizadas, bem operacionalizadas para que a empresa possa atingir seus objetivos.

OS FCS’s são fundamentais para o sucesso do negócio, já que são os fatores que fazem a diferença e são efetivamente percebidos pelo cliente / mercado de atuação.

fatores cr ticos de sucesso
Fatores Críticos de Sucesso
  • Identificam as partes críticas dos processos de trabalho da organização
  • Desempenho superior nos fatores críticos de sucesso são determinantes para o sucesso empresarial
  • Especificam os fatores que diferenciam a organização de seus competidores
  • Devem ser únicos para cada negócio, não apenas genéricos
  • As organizações possuem, em geral, não mais do que oito fatores críticos de sucesso
  • Fontes de dados para os FCS:
    • Pesquisa de mercado, Análise dos pontos fortes e fracos dos competidores, Projeção das mudanças no comportamento e hábitos do consumidor, Novas tecnologias, Mudanças na legislação, Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos / serviços;
slide36

2 - Gerenciando a Estratégia

Formulação e gerenciamento da Estratégia Empresarial

slide37

Análise de Cenários

A análise de cenários, dentro do planejamento estratégico, permite orientar a empresa de acordo com a sua situação atual, através da visão Externa do mercado e Interna da organização. A análise de cenários auxilia a responder “Como estamos?” permitindo a inicialização do traçado de estratégias para alcançar objetivos. Esta abordagem por cenários tem por finalidade um diagnóstico que aponta para as ameaças e oportunidades, os pontos fortes (forças) e os pontos fracos (fraquezas), permitindo a gestão da organização voltada para uma situação desejada.

slide38

Cenários Externos

Ameaças: São forças, variáveis ou situações externas, adversas a empresa, criando obstáculos ao seu desempenho e não controladas pela organização. Devem ser neutralizadas para evitar resultados inapropriados.

Oportunidades:São forças, variáveis ou situações externas, favoráveis a empresa, podendo melhorar seu desempenho e não controladas pela organização. Devem ser aproveitadas para consolidar resultados apropriados.

slide39

Cenários Internos

Pontos Fracos:São características ou situações inadequadas da empresa e que lhe proporcionam uma desvantagem no ambiente empresarial no qual está inserida. É uma variável controlável. É quando a empresa é inferior se comparada à concorrência. Limita a empresa diante de oportunidades e ameaças.

Pontos Fortes: São características ou situações que diferenciam a empresa e que lhe proporcionam uma vantagem no ambiente empresarial no qual está inserida. É uma variável controlável. É quando a empresa é superior se comparada à concorrência. Favorece a empresa perante ameaças e oportunidades.

slide40

Mas como criar objetivos e estratégias (projetos estratégicos) para uma empresa ?

Através da Matriz SWOT

slide41

Matriz SWOT (ou FOFA)

Planilha utilizada para detectar potencialidades, debilidades, pontos de defesa e vulnerabilidades a partir dos cenários traçados. Da matriz de SWOT podemos traçar os objetivos e montar quais serão as estratégias utilizadas para atingi-los.

S = Strenghts (Forças) W = Weakness (Fraquezas)

O = Opportunities (Oportunidades) T = Threats (Ameaças)

slide43

Dois Conceitos Importantes

Objetivos: São alvos que a empresa / entidade pretende atingir, uma posição a ser alcançada dentro de um limite futuro previsto de tempo, isto é, ONDE QUEREMOS CHEGAR. Devem ser acompanhados de responsáveis, prazos, indicadores e estratégias. Objetivos devem ser quantificados e mensuráveis.

Estratégias ou Projetos: São os meios, caminhos, sistemáticas ou as metodologias adotadas para se atingir um objetivo.

slide45

Tipos de Estratégias

Basicamente existem dois tipo de estratégias (caminhos) a serem estabelecidos para o atendimento dos objetivos estratégicos:

Liderança por custos: Significa ter os custos mais baixos possíveis, de tal forma que o principal atrativo do produto ou serviço seja o seu preço.

Diferenciação: Significa agregar ao produto / serviço diferenciais que convençam o cliente a investir mais.

Ambas as estratégias são excludentes .

Todos os processos e departamentos da empresa devem estar alinhados ao tipo de estratégia escolhida para o negócio.

slide46

Descrição dos Objetivos e das Estratégias

Cada objetivo traçado deve ser acompanhado por uma ou mais estratégias (projetos) para desenvolvimento e busca do mesmo.

Exemplo:

Tipo: Potencialidade

OBJETIVO 1 (Expansão): Aumentar o número de filiais

ESTRATÉGIAS PROPOSTAS:

1.1 – Contratação de consultor comercial

1.2 – Plano de visitas a empresas da nova região

1.3 – Promoção para clientes da nova região da filial

1.4 – Campanha publicitária através de mídia local

1.5 – Aquisição de software CRM para filial

categorias do balanced scorecard
Categorias do BalancedScorecard

Kaplan / Norton (1995)

Financeira

Interna

Cliente

Inovação / Crescimento

slide49

Objetivo: MaiorProdutividade

Objetivo: Crescimento

Perspectiva

Financeira

Melhorar a estrutura

de custos

Aumentar a utilização

dos ativos

Expandir

oportunidades

de receita

Aumentar o valor

para os clientes

Perspectiva

do Cliente

Preço

Qualidade

Disponibilidade

Seleção

Funcionalidade

Serviços

Parcerias

Marca

Relacionamento

Imagem

Processos de

Gestão Operacional

Processos que

produzem e fornecem

produtos e serviços

Processos de

Gestão de Clientes

Processos que

aumentam o valor

para o cliente

Processos de

Inovação

Processos que

criam novos produtos

E serviços

Processos

Regulatórios e Sociais

Processos que

melhoram as

comunidades

e o meio ambiente

Perspectiva

Interna

Capital da

informação

Capital

organizacional

Capital Humano

Perspectiva de

Aprendizado

e Crescimento

Habilidades

Treinamento

Conhecimento

Sistemas

Bancos de Dados

Redes

Cultura e Liderança

Alinhamento

Trabalho em Equipe

acompanhamento do pe
Acompanhamento do PE

O Planejamento Estratégico é elaborado apenas 1 vez...

Após isto, o mesmo deve ser revisado periodicamente (semestralmente, anualmente) para adequação e adaptação às novas realidades.

O que deve ser acompanhado mensalmente, através de análises críticas, é a execução dos planos de ação através da avaliação dos indicadores criados. Deve-se gerar ata de análise de indicadores e para registrar toda correção de desvios e realinhamento de estratégias.

slide51

SISTEMAS DE GESTÃO DE QUALIDADE

(Baseados na NBR ISO 9001)

slide52

Conceitos Preliminares

Sistema: Conjunto de elementos inter-relacionados;

Gestão: Forma ou método de gerenciamento voltado ao resultado;

Qualidade: Grau no qual um conjunto de características inerentes atende a requisitos estabelecidos;

Gestão da Qualidade: Atividades coordenadas para orientar e controlar uma organização em relação à qualidade;

Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ): Para dirigir e controlar uma organização no que diz respeito à qualidade;

Garantia da Qualidade: Parte da gestão da qualidade focalizada em fornecer confiança de que os requisitos serão atendidos;

slide53

A Organização ISO:

  • ISO – International Organization for Standardization
  • (Organização Internacional para Normalização)
  • Organização não governamental;
  • Elabora normas de aplicação internacional;
  • Fundada em 23/02/1947;
  • Sede em Genebra, Suíça;
  • Atualmente existem aproximadamente 15.000 normas ISO;
  • Atua desde tamanho de calçados, até cartões magnéticos, folhas de papel (A3, A4, carta, ....).
slide54

A Organização ISO ficou famosa após a elaboração de um conjunto de requisitos (Série Normativa ISO9000 de 1987) para orientação de um SGQ – Sistema de Gestão da Qualidade. O objetivo inicial destas normas era a padronização dos processos produtivos através de uma sistemática definida e organizada. Em 1994 os textos foram revisados e uma versão mundial foi criada.

A ISO 9001 hoje é reconhecida mundialmente e aceita como base para uma organização que pretende demonstrar sua capacidade e competência

slide55

Em 2000 uma nova versão foi criada devido a necessidade de atualização do texto, contando-se com as experiências das versões de 1987 e 1994. Também havia uma necessidade de acompanhar as novas tendências culturais e administrativas, além das exigências de qualidade mundiais.

Na versão 2000, as normas ISO 9002:1994 e ISO 9003:1994 foram integradas a ISO 9001:2000

“No Brasil a ISO 9001 foi traduzida e transformada na

NBR ISO 9001”

slide56

PRINCÍPIOS DA QUALIDADE

1 – Foco no cliente

(Entender as necessidades e expectativas dos clientes)

2 – Liderança

(Um líder define metas e objetivos)

3 – Envolvimento das pessoas

(As pessoas são a essência da organização)

4 – Abordagem de processos

(Gerenciamento de atividades por processos interrelacionados)

slide57

5 – Abordagem sistêmica para gestão

(Buscar a eficiência dos processos interrelacionados)

6 – Melhoria contínua

(Deve ser um objetivo permanente da organização)

7 – Abordagem factual para tomada de decisão

(Decisões eficazes são baseadas em fatos e dados reais e confiáveis)

8 – Benefícios mútuos nas relações com fornecedores

(A valorização dos fornecedores beneficia mutuamente as organizações)

slide59

PE=PROCESSOS ESTRATÉGICOS

MP= MACRO PROCESSOS

PA=PROCESSOS DE APOIO

PT= PROCESSOS TERCEIROS

GESTÃO DA QUALIDADE

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PE

MP

PA

PT

Organograma Horizontal – Visão por processos – Foco no cliente e nos resultados

DIRETORIA

REQUISITOS ATENDIDOS

CLIENTES

REQUISITOS DE ENTRADA

CLIENTES

COMERCIAL

RELAÇÕES

SINDICAIS

APERFEIÇOAMENTO

PROFISSIONAL

GESTÃO ADMINISTRATIVA

(FIN, RH, AQUISIÇÕES)

QUALIDADE

CONVÊNIOS

CONVÊNIOS

PRESTADORES

DE SERVIÇOS

ENTIDADES

COLIGADAS

ASSESSORIAS

A primeira atividade é identificar os processos dentro da empresa, caracterizando atuações, objetivos e os gestores responsáveis por cada um deles.

slide60

Após identificados os processos e suas interrelações, deve ser determinada uma sistemática de documentação que garanta a execução das atividades de forma apropriada e padronizada.

NívelEstratégico

Manual do SGQ (MQ) + PE

NívelTático

Procedimentos da Qualidade

Normas e RegulamentosExternos

Rotinas de Trabalho

Dados Informatizados

Registros da Qualidade

NívelOperacional

slide61

Medir

Para garantir

Controle

Para obter

Melhoria Contínua

slide63

BENEFÍCIOS DE UM SGQ

INTERNOS:

> Organização e Limpeza; > Esclarecer Objetivos;

> Definir papéis e responsabilidades; > Desenvolver ações;

> Melhorar o desempenho organizacional; > Promover o Crescimento;

> Prevenir falhas e interrupções indevidas nos processos.

EXTERNOS:

> Reconhecimento; > Capacitação;

> Satisfação dos clientes ; > Melhorias Contínuas;

> Fidelização;> Facilidades de Crédito.

slide65

Resistência a Mudanças

OCULTAR

INFORMAÇÕES

FAZER

SOMENTE

CRÍTICAS

DESTRUTIVAS

NÃO

COLABORAR

NÃO ACEITAR

E NÃO

APRENDER

DAR

INFORMAÇÕES

ERRADAS

NÃO CUMPRIR

PRAZOS

as novas responsabilidades dos executivos
As novas responsabilidades dos executivos

Como lidar com estas responsabilidades?

  • Estabelecer a Visão
  • Estabelecer a Missão
  • Quebrar Paradigmas
  • Lidar com a resistência à mudança
  • Questionar o “processo”
  • Incentivar o pensamento “diferente”
  • Utilizar sempre a Franqueza e a Sinceridade
  • Comunicação e Feedback
  • Negociação
  • Definir a identidade da empresa, que realce seu propósito
  • Encorajar a iniciativa a fim de encontrar as nascentes de criatividade da organização
  • Ir em busca da integridade, que cria confiança e serve de base para o controle organizacional
slide67

CAPACIDADE DE NEGOCIAÇÃO

Habilidades do Administrador

HABILIDADE

CONCEITUAL

ADMINISTRADOR

HABILIDADE

TÉCNICA

HABILIDADE

HUMANA

obrigado esta apresenta o est dispon vel no site www ejros com br rea de downloads
OBRIGADO!

Esta apresentação está disponível no site www.ejros.com.br, área de downloads.

ad