Teoria pol tica contempor nea
Download
1 / 20

TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA - PowerPoint PPT Presentation


  • 200 Views
  • Uploaded on

TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA. UNIVERSIDADE DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROFESSOR: Dr. DEJALMA CREMONESE ELABORADO POR: FABIANO S. HILDEBRANDT 26/03/2008. TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA CARLOS PIO MAURO PORTO. ELITISMO MARXISMO SISTEMA POLÍTICO PLURALISMO

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA' - bethan


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Teoria pol tica contempor nea

TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA

UNIVERSIDADE DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PROFESSOR: Dr. DEJALMA CREMONESE

ELABORADO POR: FABIANO S. HILDEBRANDT

26/03/2008


Teoria pol tica contempor nea carlos pio mauro porto
TEORIA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA CARLOS PIO MAURO PORTO

  • ELITISMO

  • MARXISMO SISTEMA POLÍTICO

  • PLURALISMO

    ESTADO MODERNO: “RACIONAL LEGAL” DA DOMINAÇÃO

    MONOPOLIZA O USO LEGÍTIMO DA FORÇA EM UM DADO TERRITÓRIO (p.292).


Elitismo
Elitismo:

PARETO:TODA A SOCIEDADE HUMANA ESTARÁ SEMPRE DIVIDIDA EM UMA “ELITE” E UMA “NÃO ELITE” . A ELITE É COMPOSTA POR TODOS OS INDIVÍDUOS QUE APRESENTAM O MAIOR GRAU DE CAPACIDADE, QUALQUER QUE SEJA O SEU RAMO DE ATIVIDADE (p. 294).


Elite governante
ELITE GOVERNANTE

O ESSENCIAL É QUE OS MEMBROS DA ELITE GOVERNANTE SEJAM AQUELES QUE, ALÉM DE SEREM MEMBROS NATO DA ELITE – QUALIDADE SUPERIOR – PASSUAM CARASTERÍSTICA DE PERSONALIDADE ADEQUADA PARA EXERCER O PODER – RESÍDIO.


Mosca
MOSCA:

ELITE POLÍTICA: DERIVA DO FATO DE QUE SEUS MEMBROS SÃO AQUELES QUE “POSSUEM UM ATRIBUTO ALTAMENTE VALORIZADO E DE MUITA INFLUÊNCIA NA SOCIEDADE EM QUE VIVEM”. ISTO É, POSSUEM QUALIDADES QUE CONFEREM CERTA SUPERIORIDADE MATERIAL, INTELECTUAL E MESMO MORAL; OU SÃO HERDEIROS DE INDIVÍDUOS QUE POSSUEM TAIS QUALIDADES (p. 295).


Mosca elite
Moscaelite:

  • UMA MINORIA COM INTERESSES HOMOGÊNEOS E DEVIDO A ESSA HEMOGENEIDADE, DE FÁCIL ORGANIZAÇÃO. É JUSTAMENTE ESSA ORGANIZAÇÃO QUE EXPLICA SUA CAPACIDADE DE DOMÍNIO SOBRE A MASSA (p. 295).


Poder:força físca PoderiomilitarExploração daterra

A crença

religiosa

Mundo dos Domíniosábiosdos proprietários

de riqueza

Aristocraciaclerical

  • Guerreiro;

  • Sábio;

  • Proprietários de riqueza material;

  • Sacerdotes;

  • Elites políticas.


Michels
MICHELS:

“LEI DE FERRO DA OLIGARQUIA” – DEPENDÊNCIA DAS MASSA EM RELAÇÃO AS LIDERANÇAS DO PARTIDO (p. 296).

  • OS LÍDERES RESOLVEM OS PROBLEMAS DE AÇÃO COLETIVA DO PARTIDO, OU SEJA, PAGAM A MAIOR PARTE DOS CUSTOS PARA A OBTENÇÃO DOS BENS COLETIVOS QUE O PARTIDO PROVE E, POR ESSA RAZÃO, SÃO VALORIZADOS E MESMO CONSIDERADOS COMO IMPRENCIDÍVEIS PELAS MASSAS (p. 296).


Os partidos pol ticos s o democr ticos
Os partidos políticos são democráticos?

  • APENAS OS LÍDERES (ELITE) TOM AS DECISÕES – OS DEMAIS SÃO EXCLUÍDOS DAS DECISÕES.

  • OS LÍDERES FAZEM O PARTIDO FUNCIONAR.

  • A DEMOCRACIA É, POIS, UMA UTOPIA IRREALIZÁVEL (p. 297).

  • QUANTO MAIS RICOS, MAIS INFLUENTES POLITICAMENTE (p. 297).


ANALISOU A SOCIEDADE AMERICANA; CHEGOU A CONCLUSÃO QUE A ELITE DO PODER É COMPOSTA PELOS OCUPANTES DOS PRINCIPAIS CARGOS NA HIERARQUIA MILTAR, ADMINISTRATIVA DO ESTADO E EMPRESARIAL (p. 297).

Wright Mills


OS ELITISTAS REJEITAM O IDEAL DEMOCRÁTICO ROUSSEAUNIANO – DE AUTO GOVERNO DAS MASSAS, É, POIS, DESCARTADO COMO UTÓPICO (p. 298).


PLURALISMO DE AUTO GOVERNO DAS MASSAS, É, POIS, DESCARTADO COMO UTÓPICO (p. 298).

SÃO OS GRUPOS OS ATORES FUNDAMENTAIS DOS PROCESSOS POLÍTICOS.

POLIARQUIA:

  • LIBERDADE DE EXPRESSÃO DOS INTERESSES;

  • DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA;

  • DE VOTO;

  • DE INFORMAÇÃO;

  • LIBERDADE PARA CONCORRER E SER ELEITO PARA CARGOS PÚBLICOS;

  • DIREITO À ELEIÇÕES LIVRES.

ROBERT DAHL


MARX ENGELS DE AUTO GOVERNO DAS MASSAS, É, POIS, DESCARTADO COMO UTÓPICO (p. 298).

O PODER POLÍTICO ESTA CONCENTRADO NAS MÃOS DAQUELES QUE DETÊM POSICÕES DOMINANTES NA ECONOMIA CAPITALISTA.

NEOMARXISTAS



MARXISMO LENINISMO ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306). (1917) ortodoxo.

III Internacional – influência dos soviéticos

MARXISMO OCIDENTAL

Gramsci

Aparelhos privados de hegemonia

Partidos;

Sindicatos; disputa hegemônica

Escolas; na sociedade civil.

Mídia.


POULANTZAS ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306).

ESTADO

CONSTRUIU UMA TEORIA MARXISTA DO ESTADO

CAPITALISTA QUE, A PARTIR DAS RELAÇÕES DE

PRODUÇÃO, EXPLICASSE COMO ELE ASSUME SUAS

DIFERENTES FORMAS NOS PAÍSES CAPITALISTAS

AVANÇADOS.


ESTADO ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306).

AUTORITÁRIO.

DEMOCRÁTICO PARLAMENTARES.

ORGANIZAÇÃO: REPRESENTA E ORGNIZA AS CLASSES DOMINANTES, INTERESSE POLÍTICO NO ÂMBITO DO “BLOCO NO PODER”.


POULANTZAS ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306). ARGUMENTA QUE O ESTADO ORGANIZA E DEFNDE OS INTERESSES DA CLASSE DOMINANTE COMO UM TODO.


MILIBAND: ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306).

PROCUROU COMPREENDER

AS DIFERENTES RELAÇÕES

ENTRE POLÍTICA E

ECONOMIA, NO MARCO DO

ESTADO CAPITALISTA.


Claus OFFE: ORGANIZADO DE UMA CLASSE – A BURGUESIA – PARA A OPRESSÃO DE OUTRA – O PROLETARIADO (p. 306).

O ESTADO COMO MEDIADOR DAS

CRISES CAPITALISTA GERADAS PELA

CONTRADIÇÃO BÁSICA ENTRE A

CRESCENTE SOCIALIZAÇÃO DA

PRODUÇÃO E A CONTINUIDADE DA

APROPRIAÇÃO PRIVADA.


ad