Apocalipse de s o jo o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 64

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO PowerPoint PPT Presentation


  • 125 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO. DEVEMOS LEMBRAR QUE EXISTEM MUITOS OUTROS APOCALIPSES. ENGLOBANDO TODO ESTE CONJUNTO, FORMAM A CHAMADA LITERATURA APOCA-LÍPTICA. TRATA-SE DE VASTA LITERATURA JUDAICO-CRISTÃ. TEVE INÍCIO NO SÉCULO II AC E TÉRMINO NOS DOIS PRIMEIROS SÉCULOS DC. APOCALIPSE DE SÃO JOÃO.

Download Presentation

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Apocalipse de s o jo o

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • DEVEMOS LEMBRAR QUE EXISTEM MUITOS OUTROS APOCALIPSES.

  • ENGLOBANDO TODO ESTE CONJUNTO, FORMAM A CHAMADA LITERATURA APOCA-LÍPTICA.

  • TRATA-SE DE VASTA LITERATURA JUDAICO-CRISTÃ.

  • TEVE INÍCIO NO SÉCULO II AC E TÉRMINO NOS DOIS PRIMEIROS SÉCULOS DC.


Apocalipse de s o jo o1

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • LIVROS APOCALÍPTICOS DOS SÉCULOS II E I AC.

  • DANIEL

  • ENOC

  • JUBILEUS

  • ORÁCULOS SIBILINOS

  • SALMOS DE SALOMÃO

  • ASSUNÇÃO DE MOISÉS ( 6 a.C A 30 d.C)


Apocalipse de s o jo o2

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • NA APOCALÍPTICA JUDAICA D C.

  • MARTÍRIO DE ISAÍAS

  • VIDA DE ADÃO E EVA

  • APOCALIPSE DE ABRAÃO

  • TESTEMUNHO DE ABRAÃO

  • LIVRO DE ENOC II – ORÁCULOS SIBILINOS

  • IV LIVRO DE ESDRAS – HINO DE BARUC II

  • LIVRO DE BARUC II

  • TODOS ESTES DATAM ENTRE 70 a 100 DC


Apocalipse de s o jo o3

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • NA APOCALÍPTICA CRISTÃ

  • APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • DIDAQUÉ, SEC II

  • PASTOR DE HERMAS, 130-140

  • ASCENSÃO DE ISAÍAS, SEC II

  • APOCALIPSE DE PEDRO, + OU – ANO 135

  • IV E V LIVROS DE ESDRAS, ANO 200

  • ORÁCULOS SIBILINOS CRISTÃOS, ANO 150

  • APOCALIPSE DE PAULO, MEADOS SEC. III


Apocalipse de s o jo o4

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O SURGIMENTO DA APOCALÍTICA, PORTAN-TO, TEM SUA DATAÇÃO NA ÉPOCA PÓS-EXÍLIO.

  • QUAL É O MOTIVO FUNDAMENTAL DO SUR-GIMENTO DA APOCALÍPTICA?

  • SÓ VAMOS ENTENDER COM CLAREZA ES-TE SURGIMENTO QUANDO ENTENDERMOS O CONTEXTO HISTÓRICO QUE LHE DEU ORIGEM


Apocalipse de s o jo o5

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • PARA ISSO É NECESSÁRIO FAZERMOS UM RÁPI-DO RETROSPECTO DA HISTÓRIA DE ISRAEL

  • SABEMOS QUE ATRAVÉS DA SUA LONGA HISTÓ-RIA, ISRAEL VIVEU MOMENTOS DE FIDELIDADE E MUITO MAIORES E CONTÍNUAS INFIDELIDADES.

  • PELOS DESCAMINHOS DESSE POVO SURGEM OS PROFETAS QUE TENTARAM EM VÃO RECONDU-ZIR O POVO DE DEUS À FIDELIDADE, RAZÃO PE-LA QUAL PASSARAM A PROFETIZAR TERRÍVEIS DESGRAÇAS.


Apocalipse de s o jo o6

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • CONFIANTES NA PRERROGATIVA DE POVO ESCO-LHIDO, ISRAEL, REJEITOU AS AMEAÇAS DOS PROFETAS E ESPEROU A INTERVENÇÃO SALVA-DORA DE DEUS.

  • NO ENTANTO AS AMEAÇAS SE REALIZARAM EM ISRAEL DO NORTE PELA DEVASTADORAS FOR-ÇAS ASSÍRIAS EM 721. E PARA JUDÁ EM 587 QUANDO NABUCODONOSOR DESTRUIU JERUSA-LÉM, O TEMPLO E LEVOU OS SOBREVIVENTES PARA O CATIVEIRO NA BABILÔNIA.


Apocalipse de s o jo o7

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • NO EXÍLIO, LIDERADO PELA EQUIPE SACERDO- TAL, OS CATIVOS REPENSAM SUA HISTÓRIA, RE-CONHECEM SEUS ERROS, ARREPENDE-SE E ORIENTADOS PELO DEUTERO-ISAÍAS, ESPERAM A LIBERTAÇÃO.

  • ENQUANTO ESTA LIBERDADE NÃO CHEGA LEEM E REFLETEM OS PROFETAS E VÃO ENTENDENDO AS PROFECIAS QUE APONTARAM O CASTIGO PA-RA ISRAEL INFIEL, BEM COMO PARA OS OPRES-SORES DE ISRAEL, QUE PRATICAVAM ATOS DESUMANOS CONTRA O POVO ELEITO.


Apocalipse de s o jo o8

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • FINALMENTE COM O DECRETO DE CIRO (538) OS EXILADOS RETORNAM À PÁTRIA E, RECONSTRO-EM JERUSALÉM, SEMEIAM SEUS CAMPOS, E SE DEDICAM DE CORPO E ALMA À RECONSTRUÇÃO NACIONAL EM TODOS OS SENTIDOS.

  • NA ESFÉRA RELIGIOSA, O PRIMEIRO OBJETIVO FOI A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO QUE, FOI INAUGURADO SOLENEMENTE EM (515). MAIS TAR DE CHEGA DA BABILÔNIA O SACERDOTE ESDRAS A QUEM COUBE A REORGANIZAÇÃO DO CULTO, TORNANDO-O SOLENE E PIEDOSO.


Apocalipse de s o jo o9

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • PORÉM NEM TUDO TRANSCORREU COMO HAVIA SIDO PROFETIZADO. O POVO POBRE E INCAPAZ DE PROMOVER O BEM ESTAR E A PLENITUDE ANUNCIADA PELO PROFETA, NÃO ACONTECEU.

  • COM O PASSAR DO TEMPO DESAPARECEU A PRO FECIA, MUITO EMBORA NA ÉPOCA PÓS-EXÍLICA APARECERAM ALGUNS QUE SE ESMERARAM POR RECONSTRUIR A NAÇÃO E PROMOVER O BEM ESPIRITUAL DO POVO.


Apocalipse de s o jo o10

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • PORÉM NEM TUDO TRANSCORREU COMO HAVIA SIDO PROFETIZADO. O POVO POBRE E INCAPAZ DE PROMOVER O BEM ESTAR E A PLENITUDE ANUNCIADA PELO PROFETA, NÃO ACONTECEU.

  • COM O PASSAR DO TEMPO DESAPARECEU A PRO FECIA, MUITO EMBORA NA ÉPOCA PÓS-EXÍLICA APARECERAM ALGUNS QUE SE ESMERARAM POR RECONSTRUIR A NAÇÃO E PROMOVER O BEM ESPIRITUAL DO POVO.


Apocalipse de s o jo o11

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O POVO DE ISRAEL BEM QUERIA UM IMPÉRIO JU-DÁICO, ESPERANÇA ESTA JÁ ALIMENTADA NO CATIVEIRO, PORÉM, FOI DEFINITIVAMENTE DES-TRUÍDA COM O ADVENTO DA HEGEMONIA GREGA DE ALEXANDRE MAGNO (333) E SEUS SUCES-SORES, SOBRETUDO ANTÍOCO IV (167) SOB O QUAL A NAÇÃO JUDIA PASSOU A SOFRER NÃO SÓ PERSEGUIÇÃO, MAS TAMBÉM CRISES DE FÉ.


Apocalipse de s o jo o12

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • NUM MOMENTO TÃO ANGUSTIANTE, O POVO ANSEIA POR SEUS PROFETAS, PARA NOVAMENTE DIRECIONÁ-LOS E RESPONDER AOS QUESTIONA-MENTOS: “JAVÉ GUIAVA AINDA UM POVO? COMO EXPLICAR TANTA DESGRAÇA? E, ONDE ESTARIA O MESSIAS LIBERTADOR ESPERADO A TANTOS SÉCULOS?”.

  • NESTE AMBIENTE DE TENSÃO É QUE SURGE A APOCALÍPTICA. ESTA PRETENDEU SER UMA RES-POSTA AOS ANSEIOS DO POVO ANGUSTIADO. SEU CONTEUDO ERA MAIS DO QUE CONVINCEN-TE:


Apocalipse de s o jo o13

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • “SE DEUS DEMONSTRAVA, ESTAR SEMPRE PRE-SENTE NO SEIO DO SEU POVO, ELE, O SEMPRE FIEL, NÃO ABANDONARÁ SEU POVO. ELE INTER-VIRÁ EM FAVOR DE ISRAEL”.

  • TAL GÊNERO SURGE NO TEMPO DO MACABEUS E O LIVRO DE DANIEL É O PRIMEIRO DO GÊNERO SURGE EM TEMPOS DE DURAS PERSEGUIÇÕES E É ESCRITO PARA CONSOLAR OS FIÉIS, SUA LINGUAGEM É SIMBÓLICA E CHEIA DE ESPERANÇA POR UMA PRÓXIMA REDENÇÃO.


Apocalipse de s o jo o14

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • OS TERMOS APOCALÍTICOS SE ASSEMELHAM MUITO COM OS DO PROFETISMO, EMBORA NÃO SEJAM OS MESMOS.

  • TEM EM COMUM MUITOS CONCEITOS TEOLÓGI-COS, TAIS COMO:

    DEUS É UM SÓ, E SENHOR DA HISTÓRIA

    DEUS DIRIGE TODOS OS POVOS E A TODOS JULGARÁ; RECOMPENSARÁ AQUELES, QUE FO-REM FIÉIS, COM UMA SALVAÇÃO ETERNA


Apocalipse de s o jo o15

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • UMA DIFERENÇA ENTRE O PROFETISMO E A APO-CALÍPTICA ESTÁ NO FATO DE QUE O PROFETA ANALISA O PRESENTE E A PARTIR DA REALIDADE ELE ANUNCIA AOS HOMENS A VONTADE DE DEUS A RESPEITO DO PRÓPRIO HOMEM E DENUNCIA O QUE O HOMEM PRATICA CONTRA A VONTADE DE DEUS.

  • O ESCRITOR APOCALÍPTICO, DEPOIS DE OBSER-VAR A TENSÃO PRESENTE, ESTÁ PREOCUPADO EM DESVENDAR O FIM DOS TEMPOS, MOSTRAN-DO A INTERVENÇÃO DE DEUS NÃO NO DECURSO DA HISTÓRIA, MAS NO FIM DA HISTÓRIA.


Apocalipse de s o jo o16

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ELE NÃO SE LIMITA A DAR UMA INTERPRETAÇÃO DO TEMPO DE TENSÕES, MAS LEMBRA OS FIÉIS DE PERSEVERARAR NA FÉ, PORQUE NO FIM DOS TEMPOS, E NÃO AGORA, DEUS TRIUNFARÁ.

  • CARACTERÍSTICAS DA APOCALÍPTICA JUDAICA

    a) PROFISSÃO DE FÉ MONOTEISTA

    b) DEUS AGIRÁ NO FIM DA HISTÓRIA; TODOS OS POVOS SERÃO JULGADOS POR ELE. SERÁ ENTÃO O “DIA DO SENHOR” (AM 5,18) “AI DAQUELES QUE DESEJAM VER O DIA DO SENHOR! QUE SERÁ PARA VÓS O DIA DO SENHOR? TREVAS E NÃO LUZ.”


Apocalipse de s o jo o17

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • (AM 5,20) “SIM, O DIA DO SENHOR SERÁ TREVAS E NÃO CLARIDADE, ESCURIDÃO E NÃO LUZ.”

  • c) DOMÍNIO TEMPORÁRIO DE SATANÁS: NO FIM DOS TEMPOS, SATANÁS E SUAS FORÇAS DOMINARÃO O MUNDO. A FÉ DOS ELEITOS SE- RÁ RIDICULARIZADA E APARENTEMENTE O MAL VENCEU O BEM d) JÁ QUE SATANÁS DOMINA O MUNDO, ESTE É MAU E INIMIGO DE DEUS. POR ISSO A APOCA- LÍPTICA PERGUNTA SE ESTE MUNDO PODE SER MUNDO DE DEUS. O LIVRO IV DE ESDRAS AFIRMA QUE DEUS FEZ DOIS MUNDOS: UM ESTE MUNDO TEMPORAL, CAMPO DE ATIVIDADE DE SATANÁS E OUTRO, O “MUNDO NOVO”, NOVOS


Apocalipse de s o jo o18

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • CEUS, NOVA TERRA (4ESD 7,50) e) ESPERANÇA DA RESSURREIÇÃO DOS MOR- TOS. É UMA ESPECIAL CARACTERÍSTICA DA APOCALÍPTICA. PELA PRIMEIRA VEZ NA BÍBLIA SE AFIRMA A FÉ NA RESSURREIÇÃO CORPO- RAL (Dn 12,2). PORÉM, ESTA RESSURREIÇÃO SÓ SERÁ CONFERIDA AOS FIÉIS. E SÓ O PO- VO DE ISRAEL ERA FIEL. DEUS SERÁ SEVERO COM TODOS OS INIMIGOS DO POVO ELEITO. f) ÉPOCA DOS ACONTECIMENTOS ESCATOLÓGI-COS: OS AUTORES APOCALÍPTICOS NÃO SÓ FA-LAM DOS ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS, MAS TAM-BÉM BUSCAM DATÁ-LOS. PARA TANTO ELABO—RAM UM SISTEMA ESOTÉRICO DE NÚMEROS,


Apocalipse de s o jo o19

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • CIFRAS SIMBÓLICAS PARA INDICAR O DIA DO JUÍZO UNIVERSAL. TODAVIA O CONHECIMENTO DESSE TEMPO É RESERVADO SÓ AOS INICIADOS (cf Apo 13,18) “EIS AQUI A SABEDORIA! QUEM TIVER INTE-LIGÊNCIA, CALCULE O NUMERO DA FERA, PORQUE É NUMERO DE UM HOMEM, E ESSE NUMERO É SEICENTOS E SESSENTA E SEIS.”

  • O IV ESDRAS DIZ, POR EX: “O MUNDO PERDEU SEU FRESCOR JUVENIL, APROXIMA-SE A SENECTUDE. O SÉCULO SE DIVIDE EM DOZE PARTES E JÁ TRANSCORRE- RAM DEZ E MAIS METADE DESTAS. RESTAM APENAS UMA PARTE E A RESTANTE DA DÉCIMA” (IVESD 14,10-12)


Apocalipse de s o jo o20

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O MAIS IMPORTANTE, É SABERMOS QUE O APO - CALIPSE SURGIU NUM TEMPO DE VIOLENTA PER-SEGUIÇÃO CONTRA A IGREJA, DO MESMO MODO QUE OS OUTROS QUE O PRECEDERAM, PRINCI- PALMENTE O DE DANIEL, NO QUAL VISÍVELMEN-TE SE INSPIRA, É UM LIVRO PARA O MOMENTO, POIS TEM POR OBJETIVO REERGUER E ROBUS-TECER O ÂNIMO DOS CRISTÃOS


Apocalipse de s o jo o21

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ESTA APRESENTAÇÃO É SUFICIENTE PARA TERMOS UMA IDÉIA SOBRE QUANDO E PORQUE SURGIRAM OS APOCALIPSES E SOBRE O GRAN- DE ÊXITO QUE ELES ALCANÇARAM NOS DOIS SÉ CULOS QUE PRECEDERAM A JESUS CRISTO.

  • QUAL O SIGNIFICADO DA PALAVRA APOCALÍPSE? É UMA PALAVRA GREGA QUE SIGNIFICA REVELA-ÇÃO

  • QUEM ESCREVEU? O AUTOR SE CHAMA JOÃO, NAQUELE TEMPO ERA COSTUME DEDICAR UMA OBRA LITERÁRIA A UMA PERSSONAGEM IMPORTANTE DO PASSADO. SOBRETUDO QUANDO ALGUÉM ESCREVIA UMA


Apocalipse de s o jo o22

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • OBRA APOCALÍPTICA. O AUTOR DO APOCALÍPSE, PORTANTO, APESAR DE SE CHAMAR JOÃO, NÃO É O EVANGELISTA JOÃO. É UM EXILADO POLÍTI- CO. (cf Apo 1, 9) “ EU JOÃO IRMÃO E COMPANHEIRO DE VO-CES NESTE TEMPO DE TRIBULAÇÃO, NA REALEZA E NA PER- SEVERANÇA EM JESUS, EU ESTAVA EXILADO NA ILHA DE PATMOS, POR CAUSA DA PALAVRA DE DEUS E DO TESTEMU-NHO DE JESUS.”

  • QUANDO FOI ESCRITO? A DATA MAIS ACEITA PELOS ESTUDIOSOS É SITU-ADA NOS ANOS DE 95, SOB DOMÍNIO DO IMPERA-DOR DOMICIANO. ALGUMAS PARTES, PORÉM, REMONTAM TALVEZ AOS TEMPOS DE NERO, POUCO ANTES DOS ANOS 70.


Apocalipse de s o jo o23

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • JOÃO ESCREVE NUM MOMENTO EM QUE A IGRE-JA ACABA DE SER DIZIMADA POR UMA SANGREN-TA PERSEGUIÇÃO (cf13,6;10,11;16,6;17,6) DESEN-CADEADA POR ROMA E PELO IMPÉRIO ROMANO (A BESTA), MAS POR INSPIRAÇÃO DE SATANÁS O ADVERSÁRIO POR EXELÊNCIA E DE SEU POVO.

  • O APOCALÍPSE É UM LIVRO CUIDADOSAMENTE ELABORADO E ESTRUTURADO. SUA ESPINHA DORSAL É ESTA:


Apocalipse de s o jo o24

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • PRÓLOGO (1,1-3)

  • I PARTE (1,4 – 3,22)

    1,4-8: SAUDAÇÃO ÀS COMUNIDADES EM FORMA DE DIÁLOGO 1,9-20: EXPERIÊNCIA DE JESUS RESSUSCITADO 2,1-3,22: 7 CARTAS ÀS 7 COMUNIDADES

  • II PARTE (4,1-22,5) 1ª seção (4,1-5,14): Seção introdutória

    PONTOS IMPORTANTES: O TRONO, O CORDEIRO, O LIVRO COM 7 SELOS


Apocalipse de s o jo o25

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • 2ª seção (6,1-7,17): Seção dos selos PONTOS IMPORTANTES: ABERTURA DOS 4 PRIMEIROS SELOS, CLAMOR DOS MÁRTIRES (5º SELO) E RESPOSTA DE DEUS AO CLAMOR (6º SELO)

  • 3ª seção (8,1-11,14): Seção das trombetas O TOQUE DAS TROMBETAS ANUNCIA O JULGAMENTO DE DEUS

  • 4ª seção (11,15-16,16): Seção dos três sinais PONTOS IMPORTANTES: PRIMEIRO SINAL(MU- LHER, 12,1), SEGUNDO SINAL(DRAGÃO, 12,3),

    TERCEIRO SINAL (OS 7 ANJOS COM 7 PRAGAS,15,1)


Apocalipse de s o jo o26

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • 5ª seção (16,17-22,5): Seção conclusiva PONTO IMPORTANTE: CRISTO JULGA E VENCE AS FORÇAS DO MAL E PREPARA A VITÓRIA DAS COMUNIDADES-ESPOSA DO CORDEIRO

  • EPÍLOGO (22,6-21)

    SETE CHAVES DE LEITURA PARA LER O APOCALÍPSE

  • AO ABRIRMOS O APOCALÍPSE FICAMOS IMPRESSIONADOS.

  • MUITOS SE ASSUSTAM E DESISTEM.

  • ALGUNS ACHAM QUE O FIM DO MUNDO ESTÁ PERTO.


Apocalipse de s o jo o27

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • OUTROS O UTILIZAM PARA CONDENAR PESSOAS E RELIGIÕES.

  • OUTROS ACHAM QUE ÁCONSELHA OS EMPOBRE-CIDOS A DESISTIR DA LUTA, QUE SÓ NA OUTRA VIDA É QUE AS COISAS VÃO MUDAR.

  • SERÁ QUE VALE A PENA LER O APOCALÍPSE?

  • E SE VALE QUAIS SÃO AS CHAVES DE LEITURA?

  • SÃO TÍTULOS QUE NOS FAZ ENTENDER MELHOR O TEXTO DE MODO QUE NÃO NOS CAUSE MEDO


Apocalipse de s o jo o28

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • PRIMEIRA CHAVE: APOCALIPSE, LIVRO DA RESISTÊNCIA

  • O POVO GOSTAVA DESSE MODO DE ESCREVER, POIS ESTIMULAVA E PROVOCAVA A CRIATIVIDADE NOS LEITORES.

  • O MAIS IMPORTANTE AUTOR DESSE GENERO É O DO LIVRO DE DANIEL.

  • VIVEU NA ÉPOCA DA DOMINAÇÃO DA PALESTINA NO GOVERNO DE ANTÍOCO EPÍFANES IV (175-164 AC)

  • ESSE IMPÔS, A CULTURA E RELIGIAO DOS GRE-GOS


Apocalipse de s o jo o29

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ESSE FATO PROVOCA A REVOLTA DOS MACABEUS.

  • A FUNÇÃO DO LIVRO DE DANIEL ERA APOIAR E IN- CENTIVAR A RESISTÊNCIA DOS MACABEUS CONTRA A DOMINAÇÃO ESTRANGEIRA.

  • TEMPOS DE AGUDA OPRESSÃO POLÍTICA E EXPLO- RAÇÃO ECONÔMICA.

  • ERA NECESSÁRIO USAR UMA LINGUAGEM CAMUFLA-DA, INCENTIVANDO A RESISTÊNCIA E DRIBLANDO A MARCAÇÃO DO PODER OPRESSOR.

  • É UM LIVRO QUE PARECE CONTAR HISTÓRIAS DE UM PASSADO DISTANTE.


Apocalipse de s o jo o30

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • TODAVIA, QUEM ESTÁ NO CONTEXTO, ENCONTRA NE LE A UTOPIA DOS EXPLORADOS QUE SE ORGANIZAM

  • CONFIANDO NO DEUS DA LIBERDADE E DA VIDA, LU-- TAM PARA RECONQUISTAR O QUE LHES PERTENCE: A LIBERDADE E A VIDA.

  • O APOCALIPSE DE JOÃO TAMBÉM USA IMAGENS À PRIMEIRA VISTA ALIENANTES

  • TODAVIA, QUER ABRIR OS OLHOS DAS PESSOAS, TORNANDO-AS CONSCIENTES DA OPRESSÃO E EXPLORAÇÃO A QUE SÃO SUBMETIDAS, ESTIMULAN- DO-AS À RESISTÊNCIA,

  • O APOCALIPSE, É POIS, O LIVRO DA RESISTÊNCIA.


Apocalipse de s o jo o31

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • SEGUNDA CHAVE APOCALIPSE, LIVRO DA DENÚNCIA

  • ESTA ERA A FERRAMENTA MAIS IMPORTANTE DOS PROFETAS

  • O MOVIMENTO PROFÉTICO DO A.T. DESAPARECEU COM O EXÍLIO DA BABILÔNIA(586-538 a.C.).

  • DEPOIS DO EXÍLIO A PROFECIA FOI ENGOLIDA PELO MOVIMENTO SACERDOTAL. A DENÚNCIA DAS INJUS-TIÇAS FOI ABSORVIDA PELAS PREOCUPAÇÕES EM RELAÇÃO AO CULTO.

  • OS PROFETAS ESTAVAM ATENTOS, E ASSIM DENUN- CIAVAM OS DESMANDOS DAS AUTORIDADES QUE LEVAVAM O POVO À IDOLATRIA.


Apocalipse de s o jo o32

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O APOCALIPSE NÃO É SÓ UM LIVRO DE RESISTÊNCIA

  • É TAMBÉM DENÚNCIA PROFÉTICA, NO INÍCIO(1,3)SE DIZ QUE ALÉM DE SER APOCALIPSE, ESSE LIVRO É IGUALMENTE PROFECIA

  • É, PORTANTO, RESISTÊNCIA E DENÚNCIA. AS DUAS COISAS ANDAM JUNTAS.

  • A APOCALÍPTICA: ORGANIZOU O POVO PARA RESIS-TIR CONTRA AS INJUSTIÇAS INTERNACIONAIS, TOR- NANDO-SE MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA

  • ESTE LIVRO PORTANTO , É UM LIVRO DE DENÚNCIA PROFÉTICA QUE LEVA A RESISTIR.

  • DE FATO O AUTOR SE CONSIDERA PROFETA (cf.10,11) E QUER QUE TODAS AS COMUNIDADES PROFETIZEM


Apocalipse de s o jo o33

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • TERCEIRA CHAVE APOCALIPSE, LIVRO DA CELEBRAÇÃO

  • O APOCALIPSE PRESSUPÕE UM CLIMA DE CELEBRA- ÇÃO: “FELIZ AQUELE QUE LÊ E AQUELES QUE ESCUTAM AS PALA-VRAS DESTA PROFECIA, SE PRATICAREM O QUE NELA ESTÁ ESCRI-TO. POIS O TEMPO ESTÁ PRÓXIMO” (1,3)

  • A RESISTÊNCIA E A DENÚNCIA SUPÕEM UM GRUPO UNIDO E ORGANIZADO QUE TEM UMA MÍSTICA. E QUAL É ESSA MÍSTICA? É A VITÓRIA DE JESUS SO-BRE A MORTE (CORDEIRO DE PÉ, COMO QUE IMOLADO, cf. 5,6)

  • A VITÓRIA DE JESUS SOBRE A MORTE PROJETA A COMUNIDADE PARA O FUTURO DA NOSSA HISTORIA: MEDIANTE A PROFECIA E A RESISTÊNCIA, COM A FORÇA DA FÉ E CORAGEM DO TESTEMUNHO, CHEGA REMOS A CRIAR COM DEUS “NOVO CÉU E NOVA TERRA (21,1).


Apocalipse de s o jo o34

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O APOALÍPSE NÃO DEIXA DUVIDAS: A NOVA SOCIEDA DE NÃO É ALGO QUE DEUS PREPARA PARA A OUTRA VIDA; PELO CONTRÁRIO, ELA TEM SUAS BASES NA NOSSA HISTÓRIA.

  • É AQUI E AGORA, MEDIANTE A DENÚNCIA E A RESIS- TÊNCIA, QUE A NOVA JERUSALÉM IRÁ ACONTECER.

  • O APOCALÍPSE PORTANTO NÃO FALA DO FIM DO MUNDO, E SIM DO MODO COMO DEUS QUER QUE SEJA NOSSA SOCIEDADE HOJE.

  • ISSO DÁ MUITA ESPERANÇA E GARRA AOS GRUPOS COMPROMETIDOS COM AS LUTAS POPULARES.

  • ESSE FATO DEVE SER CELEBRADO A CADA PASSO, A CADA PEQUENA VITÓRIA.


Apocalipse de s o jo o35

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ESTA É A RAZÃO PELA QUAL É LIVRO DE CELEBRA-ÇÃO: JESUS VENCEU E, COM ELE, NÓS TAMBÉM JÁ VENCEMOS.

  • E CONTINUAREMOS COM ELE VENCENDO A SOCIE-DADE INJUSTA, ATÉ CHEGARMOS A CONSTRUIR UM MUNDO DO JEITO QUE DEUS QUER, UMA SOCIEDA-DE COMPROMETIDA COM A VIDA PARA TODOS.

  • PORTANTO A COMUNIDADE É O MELHOR LUGAR PARA SE LER O APOCALIPSE COMO NOS SUGERE O PRÓPRIO LIVRO(cf.1,3): LER, ESCUTAR,(ASSIMILAR E DISCERNIR), DENUNCIAR(PROFETIZAR) E PRATICAR (RESISTIR) JUNTOS, MOVIDOS PELA VITÓRIA DO RESSUSCITADO CELEBRANDO DESDE JÁ, NAS PEQUENAS CONQUISTAS, A VITÓRIA SOBRE A MORTE


Apocalipse de s o jo o36

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • AS COMUNIDADE QUE LÊEM O APOCALIPSE SENTEM O FORTE APELO QUE DEUS LHES FAZ. ILUMINADAS PELA RESSURREIÇÃO DE JESUS, PERCEBEM QUE CHEGOU O MOMENTO DE DENUNCIAR, RESISTIR E CELEBRAR, POIS A VITÓRIA, QUE JÁ MOSTROU SUA FORÇA NO RESSUSCITADO, IRA ACONTECER COM CERTEZA. É POR ISSO QUE CELEBRAM A SUA FÉ.


Apocalipse de s o jo o37

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • QUARTA CHAVE APOCALIPSE, LIVRO DO TESTEMUNHO

  • “JOÃO TESTEMUNHA QUE TUDO QUANTO VIU É PA-LAVRA DE DEUS E TESTEMUNHO DE JESUS CRISTO” (1,2).

  • TESTEMUNHO E MARTÍRIO SIGNIFICAM, NO APOCA-LIPSE, A MESMA COISA.

  • TESTEMUNHO É TRONCO DO QUAL NASCERAM OS TRÊS RAMOS JÁ EXAMINADOS: RESISTÊNCIA, DENUNCIA E CELEBRAÇÃO.

  • CONTRA QUEM RESISTIAM AS PRIMEIRAS COMUNI-DADES E O QUE DENUNCIAVAM?


Apocalipse de s o jo o38

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • QUANDO FOI ESCRITO (ANO 95), A MAIOR PARTE DO MUNDO ENTÃO CONHECIDO ERA DOMINADO PELO IMPÉRIO ROMANO.

  • CONTROLA AS PESSOAS SOB TODOS OS PONTOS DE VISTA: POLÍTICO,ECONÔMICO, IDEOLÓGICO, RELIGIO SO... PARA MANTER ESSE DOMÍNIO, FORTALECEU-SE O CULTO AO IMPERADOR, OBRIGANDO TODOS A ADORAR O CHEFE SUPREMO DO IMPÉRIO.

  • NO ANO EM QUE FOI ESCRITO O IMPERADOR CHAMA VA-SE DOMICIANO, QUE REINOU DE 81 A 96.

  • FOI O PRIMEIRO A PERSEGUIR OS CRISTÃOS ABER-TAMENTE EM TODO IMPÉRIO (94-95)


Apocalipse de s o jo o39

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • TODO AQUELE QUE NÃO TIVESSE A IDENTIFICAÇÃO DO IMPERIO NÃO ERA CONSIDERADO, NÃO PODIA FA ZER NADA. (cf. 13,16-17)

  • NAS PRINCIPAIS CIDADES HAVIA TEMPLOS PARA O CULTO AO IMPERADOR. QUEM NÃO SE SUBMETES-SE AO REGIME ERA DENUNCIADO E MORTO.

  • OS PRIMEIROS CRISTÃOS NÃO ABRIRAM MÃO DA SUA FÉ EM JESUS, O ÚNICO SENHOR.

  • O QUE FAZER DIANTE DA PRESSÃO E OPRESSÃO DOS PODEROSOS?

  • RESISTIR, AINDA QUE CUSTASSE A PRÓPRIA VIDA.

  • É POR ISSO QUE É O LIVRO DA MARTIRIA.


Apocalipse de s o jo o40

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • A RESISTÊNCIA AO PODER, A DENÚNCIA DAS INJUS-TIÇAS QUE ELE PROVOCA E A CELEBRAÇÃO DA FÉ LEVAM AS COMUNIDADES A ENTRENTAR O MARTÍRIO

  • UM DOS PONTOS ALTOS DO APOCALIPSE É O CLA- MOR DOS MÁRTIRES (6,10-11) QUE PEDEM JUSTIÇA SEM DEMORA. E DEUS RESPONDE, DESTRUINDO O PODER OPRESSOR.

  • OUTRO PONTO DE RESISTÊNCIA E DENÚNCIA PARA AS COMUNIDADES DO APOCALIPSE ERA O SINCRE-TISMO RELIGIOSO. RELIGIÕES ORIENTAIS.

  • PARA O AUTOR ESSAS RELIGIÕES ESVAZIAM O MOVI-MENTO DE RESISTÊNCIA ABAFAM A PROFECIA E AFASTAM DA MARTIRIA.


Apocalipse de s o jo o41

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • QUINTA CHAVE APOCALIPSE, LIVRO DA FELICIDADE

  • O AUTOR DEIXA BEM CLARO MEDIANTE UM JOGO DE NUMEROS. ESPALHOU 7 BEM-AVENTURANÇAS AO LONGO DO LIVRO (1,3; 14,13; 16,15; 19,9; 20,6; 22,7; 22,14)

  • NO APOCALIPSE, O NÚMERO 7 É SINÔNIMO DE DE PERFEIÇÃO. AS 7 BEM AVENTURANÇAS, PORTANTO, FALA DE FELICIDADE POSSÍVEL E REALIZÁVEL.

  • (cf 19,9) A VERDADEIRA FELICIDADE É, MEDIANTE A RESISTÊNCIA, A DENÚNCIA, A CELEBRAÇÃO E A MAR-TIRIA, PARTICIPAR DO BANQUETE DE CASAMENTO DO CORDEIRO, TORNANDO-SE ESPOSA DELE, CRIAN DO UMA SOCIEDADE JUSTA E FRATERNA.


Apocalipse de s o jo o42

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • SEXTA CHAVE: APOCALIPSE, LIVRO URGENTE

  • AO LONGO DO LIVRO ENCONTRAREMOS FREQUEN-TEMENTE REFERÊNCIAS A UM TEMPO QUE ESTÁ PRÓXIMO (cf. 1,3), ATÉ CHEGAR AO PONTO EM QUE NÃO HAVERÁ MAIS TEMPO (10,6), POIS TUDO ESTÁ REALIZADO(16,17).

  • O AUTOR NÃO FALA DO FIM DO MUNDO. ESTÁ SE FA-LANDO DO TEMPO DE LUTA E COMPROMETIMENTO QUE GERAM A FELICIDADE DE VER O PROJETO DE DEUS REALIZADO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE.

  • O APOCALIPSE É UM LIVRO URGENTE E TAMBÉM PARA NÓS, POIS SEM COMPROMISSO A NOVA JERU-SALÉM NÃO IRÁ ACONTECER.


Apocalipse de s o jo o43

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • SÉTIMA CHAVE: APOCALIPSE, LIVRO DA ESPERANÇA

  • O APOCALIPSE NÃO AMEDRONTA. PELO CONTRÁRIO, DEVE DEVOLVER ESPERANÇA ÀS COMUNIDADES QUE LUTAM POR UM MUNDO NOVO.

  • ESSA ESPERANÇA VEM DA VISÃO DO TRONO, DO CORDEIRO VENCEDOR DA MORTE, E DA NOVA JERUSALÉM A SOCIEDADE FRATERNA.

  • O PONTO ALTO É O FINAL , O SURGIMENTO DA CIDA-DE EXTRAORDINÁRIA, QUE NOS FAZ SONHAR COM O PARAÍSO TERRESTRE.

  • O PARAÍSO ESTÁ À NOSSA FRENTE, NO HORIZONTE DA NOSSA HISTÓRIA. É PARA LÁ QUE CAMINHAMOS.


Apocalipse de s o jo o44

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • SÍNTESE

  • OS TRÊS PRIMEIROS VERSÍCULOS É UM RESUMO DE TUDO O QUE IREMOS ENCOTRAR NO DECORRER DA LEITURA.

  • OS TEMAS DESENVOLVIDOS NO CORPO DO LIVRO SÃO MENCIONADOS NO PRÓLOGO RAPIDAMENTE DE MODO QUE SE TORNA UMA ESPÉCIE DE APERITI-VO DE TODO O LIVRO.

  • APOKÁLIPSIS, É A PRIMEIRA PALAVRA USADA PELO AUTOR E QUE NA MAIORIA DAS VEZES É TRADUZIDA POR REVELAÇÃO. “ESTA É A REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO”


Apocalipse de s o jo o45

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • AO MESMO TEMPO QUE DEU NOME AO LIVRO, RECORDA-NOS O OBJETIVO DOS ESCRITOS APO-CALÍTICOS.

  • COMO JÁ VIMOS TÊM COMO CARACTERÍSTICA MOTIVAR À RESISTÊNCIA, EM TEMPOS DIFÍCEIS PARA PESSOAS NÃO-ACOMODADAS.

  • O APOCALIPSE, É A REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO E DAS CONSEQUÊNCIAS QUE ISSO SUPÕE.

  • DESCOBRIREMOS O QUE SIGNIFICA COMPROME-TER-SE CO ELE.

  • O AUTOR DESSA REVELAÇÃO É JESUS CRISTO, AQUELE QUE ENFRENTOU OS PODEROSOS, FOI


Apocalipse de s o jo o46

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • MORTO POR ELES, MAS OS VENCEU, VENCENDO E DERROTANDO A PRÓPRIA MORTE.

  • A REVELAÇÃOVEM DE DEUS POR MEIO DE JESUS E SE DESTINA AOS SERVOS DELE.

  • NO ANTIGO TESTAMENTO OS PROFETAS ERAM CHAMADOS DE SERVOS DE DEUS.

  • PARA O AUTOR DO APOCALIPSE, A PROFECIA NÃO DESAPARECEU. ELA CONTINUA VIVA E PRESENTE NAS COMUNIDADES QUE SE COMPROMETEM COM O PROJETO DE DEUS.

  • OS SEGUIDORES DE JESUS SÃO, PORTANTO, SER-VOS, ISTO É PROFETAS.


Apocalipse de s o jo o47

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • O QUE IREMOS ENCONTRAR NO APOCALIPSE? SINAIS. A FUNÇÃO DO SINAL É APONTAR PARA UMA REALIDADE QUE ESTÁ ALÉM DO PRÓPRIO SINAL.

  • ELE NOS TESTA PARA VER SE SOMOS CAPAZES DE MERGULHAR FUNDO NO SENTIDO OCULTO PARA O QUAL O SINAL SIMPLESMENTE APONTA.

  • O APOCALIPSE ESTÁ CHEIO DE ANJOS. QUEM SÃO? SÃO MODOS DE REPRESENTAR O QUE NÃO PODE SER TOTALMENTE REPRESENTADO.

  • OS ANJOS SÃO MODOS VELADOS DE SE FALAR DA AÇÃO DE DEUS NA HISTÓRIA E NA CAMINHADA DAS COMUNIDADES.


Apocalipse de s o jo o48

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • DISSEMOS QUE O APOCALIPSE É O LIVRO DO TES-TEMUNHO(MARTIRIA). “JOÃO TESTEMUNHA QUE TUDO QUANTO VIU É PALAVRA DE DEUS E TESTEMU-NHO DE JESUS CRISTO”. JESUS DE NAZARÉ FOI MORTO POR UMA SOCIEDADE INJUSTA, A MESMA QUE PERSEGUIA E MATAVA OS CRISTÃOS.

  • PORÉM JESUS RESSUCITOU E VENCEU A MORTE, DESTRUINDO AS ESTRUTURAS SOCIAIS QUE GERAM MORTE. AÍ NASCEM A ESPERANÇA E O COMPROMIS-SO DAS COMUNIDADES. MEDIANTE A FÉ E O TES-TEMUNHO (MARTIRIA)

  • ESSE É O TESTEMUNHO DE JESUS CRISTO E O TES-TEMUNHO DOS SEUS SERVOS, OS CRISTÃOS PRO-FETAS


Apocalipse de s o jo o49

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • DISSEMOS QUE O APOCALIPSE É O LIVRO DA FELICI-DADE. “FELIZ AQUELE QUE LÊ E AQUELES QUE ES-CUTAM AS PALAVRAS DESTA PROFECIA, SE PRATICAREM O QUE NELA ESTÁ ESCRITO. POIS O TEMPO ESTÁ PRÓXIMO”

  • O APOCALIPSE DEVE SER LIDO EM COMUNIDADE. LEITOR E OUVINTES SUPÕEM UMA COMUNIDADE RE-UNIDA EM TORNO DE JESUS RESSUCITADO. É A CE-LEBRAÇÃO DA FÉ QUE PROVOCA O DISCERNIMEN-TO. NESSE CLIMA AS COMUNIDADES VÃO DESCO-BRINDO COTRA QUEM DEVEM RESISTIR, O QUE DE-VEM DENUNCIAR(PROFECIA), O QUE CELEBRAR E COMO ALIMENTAR A ESPERANÇA PARA CHEGAR À FELICIDADE.


Apocalipse de s o jo o50

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ALÉM DE RELEMBRAR O TEMA DA RESISTÊNCIA. A FELICIDADE DEPENDE DA PRÁTICA. NÃO SE TRATA DE SEGUIR UMA SÉRIE DE LEIS, MAS SIM RESISTIR CONTRA TUDO O QUE SE OPÕE AO PROJETO DE DEUS. O APOCALIPSE SUPÕE COMUNIDADES COM GARRA E QUE NÃO SE DEIXAM MANIPULAR.

  • ELE NOS RELEMBRA A URGÊNCIA DE TUDO ISSO: “O TEMPO ESTÁ PRÓXIMO”. É URGENTE RESISTIR, PRO-FETIZAR, CELEBRAR, TER ESPERANÇA E PÔR MÃOS À OBRA.POIS A FELICIDADE DEPENDE DISSO.


Apocalipse de s o jo o51

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • A PRIMEIRA PARTE DO LIVRO COMEÇA COM UM DIÁ-LOGO ENTRE O LEITOR E OS OUVINTES DE UMA AS-SEMBLÉIA LITÚRGICA, CONTINUA COM A EXPERIÊN-CIA DO RESSUSCITADO E AS 7 CARTAS ÀS 7 COMU-NIDADES.

  • O AUTOR MOSTRA QUAIS SÃO AS COMUNIDADES QUE DEVEM RESISTIR E PROFETIZAR: SÃO AS “SETE IGREJAS QUE ESTÃO NA REGIÃO DA ASIA”.

  • SÃO COMUNIDADES CONCRETAS E VIVAS, COM SEUS PROBLEMAS, CONFLITOS E ESPERANÇAS. TO-DAVIA, NO APOCALIPSE O NUMERO 7 SIGNIFICA TOTALIDADE.


Apocalipse de s o jo o52

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • COM ISSO FICAMOS SABENDO QUE A MENSAGEM DESTE LIVRO SE DESTINA A TODAS AS COMUNIDA-DES DE TODOS OS TEMPOS E LUGARES.

  • O APOCALIPSE COLOCA AS COMUNIDADES PROFÉTI-CAS NO ÍNTIMO DA TRINDADE. NO INÍCIO ESTÁ DEUS QUE DESEJA GRAÇA E PAZ. A GRAÇA RECORDA O AMOR E O CARINHO COM QUE DEUS TRATOU SEU POVO ALIADO.

  • GRAÇA E PAZ TAMBÉM VEM DO ESPÍRITO. O ESPÍRI-TO SANTO ESTÁ SEMPRE À DISPOSIÇÃO DE DEUS PARA AGIR POSITIVAMENTE NA HISTÓRIA.

  • GRAÇA E PAZ VEM TAMBÉM DE JESUS CRISTO. O AU-TOR DESEJA DESENVOLVER MAIS A PESSOA DE JE-SUS, SUA VIDA E AÇÃO NAS COMUNIDADES.


Apocalipse de s o jo o53

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ELE É CHAMADO DE “A TESTEMUNHA FIEL”, OU SEJA, CUMPRIU O PROJETO DE DEUS ATÉ O FIM, ENFREN-TANDO A MORTE (MARTÍRIO) POR AMOR.

  • A VITÓRIA DE JESUS SOBRE A MORTE ABRIU O CAMI-NHO DA VIDA PARA TODOS OS SEUS IRMÃOS. TODOS NÓS, SEUS SEGUIDORES, JÁ VENCEMOS COM ELE A MORTE E A INJUSTIÇA. JESUS É O CAMINHO DA VIDA E DA VITÓRIA SOBRE A MORTE.

  • A EXPERIÊNCIA DE JESUS RESSUSCITADO BASEIA-SE NOS ESQUEMAS DE APARIÇÕES EXTRAORDINÁ-RIAS. FALA-SE DO LUGAR DA APARIÇÃO E DE OU-TRAS CIRCUNSTÂNCIAS, DESCREVE-SE UMA EXPE-RIÊNCIA QUE SUPERA O PODER DAS PALAVRAS;


Apocalipse de s o jo o54

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • QUEM FAZ A EXPERIÊNCIA SENTE-SE COMO MORTO; AQUELE QUE APARECEU ENCORAJA E CONFIA UMA MISSÃO.

  • TANTO O AUTOR DO LIVRO QUANTO AS COMUNIDA-DES VIVEM MOMENTOS DIFÍCEIS, CHAMADOS DE TRIBULAÇÃO, QUE É RESULTADO DA RESISTÊNCIA E DA DENÚNCIA DAS INJUSTIÇAS,

  • A EXPERIÊNCIA ACONTECE NO DIA DO SENHOR, ISTO É, NO DOMINGO, POIS NESSE DIA OS CRISTÃOS SE REUNIAM PARA CELEBRAR A VITÓRIA DE JESUS.

  • A EXPERIÊNCIA DE JESUS VIVO ACONTECE POR MEIO DO ESPÍRITO, O GRANDE MOTOR DE TODAS AS EXPERIÊNCIAS DECISIVAS NO APOCALIPSE.


Apocalipse de s o jo o55

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • É O MESMO ESPÍRITO QUE MOVEU OS PROFETAS DO PASSADO E O PRÓPRIO JESUS.

  • A PRESENÇA DE JESUS ULTRAPASSA A NOSSA COM-PREENSÃO.

  • AS TRIBULAÇÕES PARECEM MAIORES QUE NOSSAS FORÇAS. MAS NÃO HÁ MOTIVOS PARA DESÂNIMO. ELE É SENHOR DE TUDO E DE TODOS, O SENHOR DA VIDA. EM VEZ DE TER MEDO É HORA DE TESTEMU-NHAR.

  • PARA JOÃO É HORA DE ESCREVER ÀS COMUNIDA-DES DE ONTÉM E DE HOJE, PARA QUE NÃO DEIXEM DE RESISTIR E PROFETIZAR


Apocalipse de s o jo o56

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • AS COISAS PRESENTES SÃO AS 7 CARTAS QUE VÊM A SEGUIR; AS COISAS QUE DEVEM ACONTECER DE-POIS DELAS SERÁ TUDO O QUE ENCONTRAREMOS NOS CAPÍTULOS 4 A 22.

    AS 7 CARTAS ÀS 7 COMUNIDADES

  • ESSAS CARTAS SÃO UM APELO PARA QUE AS COMUNIDADES SE CONVERTAM AO PROJETO DE DEUS.

  • AS COMUNIDADES SÃO: ÉFESO(2,1-7): CIDADE IMPERIALISTA QUE PERDEU A RESISTÊNCIA E ABANDONOU O PRIMEIRO AMOR;


Apocalipse de s o jo o57

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ESMIRNA (2,8-11): FIEL AO IMPERIALISMO, INDIGENTE NÃO TEM NADA DE NEGATIVO. PÉRGAMO (2,12-17): CONSIDERADA “TRONO DE SA-TANAS, RESISTENTE CONTRA O SISTEMA

  • TIATIRA (2,18-29): COMPROMISSO COM O PODER IDE-OLÓGICO, O QUE É A PROFECIA. SARDES (3,1-6): PURA APARÊNCIA, ENGOLIDA PELO SISTEMA.


Apocalipse de s o jo o58

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • FILADÉLFIA (3,7-13): CIDADE INSTÁVEL, FRATERNA. NÃO TEM NADA DE NEGATIVO. LAODICÉIA (3,14-22): AUTO-SUFICIENTE, PERDEU A RESISTÊNCIA, INDIFERENTE AO AMOR.


Apocalipse de s o jo o59

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • LIVROS DO A.T. CITADOS NA APOSTILA

  • LIVRO DE DANIEL: LIVRO A.T. CUJO TÍTULO É DE-RIVADO DO NOME DO PROFETA DANIEL, A QUEM A AUTORIA É ATRIBUÍDA TRADICIONALMENTE. ALGUNS TRECHOS SÃO ESCRITOS EM HEBRAICO E A MAIORIA EM ARAMAICO, HAVENDO TAMBÉM ADIÇÕES EM GREGO. TRATA-SE DE UM ESCRITO APOCALÍPTICO, QUE SURGIU NO SEC II A.C., NA ÉPOCA EM QUE O REI ANTÍOCO IV QUERIA ACABAR COM A CULTURA, COSTUMES E RELIGIÃO DOS JUDEUS. A FINALIDADE DO LIVRO É SUSTENTAR A ESPERANÇA DO POVO FIÉL E PROVOCAR A RESISTÊNCIA CONTRA OS OPRESSORES. PARA COMPREENDÊ-LO É IMPORTANTE QUE SE LEIA JUNTO COM OS LIVROS DOS MACABEUS.


Apocalipse de s o jo o60

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ENOC: TERIA SIDO ESCRITO POR ENOC ANCESTRAL DE NOÉ, CONTENDO PROFECIAS E REVELAÇÕES.

  • JUBILEUS: LIVRO DOS JUBILEUS OU PEQUENO GÊNESIS É UM TEXTO APÓCRIFO QUE RELATA A HISTÓRIA DA CRIAÇÃO DO MUNDO E DE ADÃO E EVA ATÉ LOGO APÓS A QUEDA. TAMBÉM NARRA A HISTÓRIA DOS PERSONAGENS BIBLICOS ENCONTRADOS EM GÊNESIS, COM DETALHES ADICIONAIS, PRINCIPALMENTE AOS TRÊS PATRIARCAS DE ISRAEL, ATÉ O NASCIMENTO DE MOISÉS. NO LIVRO DIZ-SE QUE FOI UMA REVELAÇÃO DO ARCANJO MIGUEL PARA MOISÉS, QUANDO ESTE ESTEVE NO MONTE HOREB POR QUARENTA DIAS. TERIA SIDO ESCRITO NA PALESTINA POR UM FARISEU (ENTRE OS ANOS DE 135-105 A.C.), ORIGINALMENTE EM HEBRAICO, COM VERSÕES EM GREGO E CONSERVADO EM ETÍOPE. RECEBE ESTE NOME POR DIVIDIR A HISTÓRIA EM PERÍODOS DE JUBILEUS. (PT.WIKIPÉDIA.ORG)


Apocalipse de s o jo o61

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ORÁCULOS SIBILINOS: EM RELIGIÃO, UM PROFETA É UMA PESSOA QUE TEM CONTATO DIRETO COM UM ESPÍRITO OU UMA DIVINDADE. OS PROFETAS JÁ EXISTIAM NAS RELIGIÕES HELENICO-ROMÂNICAS, NOS ORÁCULOS DÉLFICO, NOS TEMPLOS DA GRÉCIA ANTIGA,NA RELIGIÃO PERSA ETC. AS SIBILAS EXISTIAM EM DIVERSAS CULTURAS: PERSA, LIBANESA, HEBRÁICA, DÉLFICA, ETRUSCA ETC. AS SIBILAS ERAM MULHERES QUE NA ANTIGUIDADE PREDI-ZIAM O FUTURO POR MEIO DE ORÁCULOS. UM ORÁCULO É UMA RESPOSTA DADA POR UMA DIVINDADE A QUEM A CONSULTA. AS SIBILAS CONSULTAVAM DIVINDADES, (ESPÍRITOS), RECEBENDO DELES MENSAGENS SOBRE O PASSADO, PRE-SENTE E FUTURO E ERAM POR ISSO PROFETISAS.


Apocalipse de s o jo o62

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • TESTEMUNHO DOS DOZE PATRIARCAS: POR VOLTA DE 130-63 A.C. MENCIONA A INTENSA EXPECTATIVA QUE MUITOS JUDEUS TINHAM DA CHEGADA DO MESSIAS DURANTE OS DIAS PRÓXIMOS DOS MACABEUS. (WWW.MACKENZIE.BR)

  • SALMOS DE SALOMÃO: FORMAM UMA COLEÇÃO DE 18 SALMOS ATRIBUIDOS AO FAMOSO FILHO DE DAVI, MAS QUE PROVAVELMENTE TEVE SUA ORIGEM NO SÉCULO II OU I A.C. PENSA-SE EM VÁRIOS AUTORES OU EMUM ÚNICO AUTOR. SEJA COMO FOR, MANTÉM INTIMA LIGAÇÃO COM OS SALMOS CANÔNICOS, IMITANDO MUITO BEM O ESTÍLO, E MOSTRA UMA FORTE POSIÇÃO CONSERVADORA JUDÁICA. ÊNFASES TAIS COMO A JUSTIÇA, A RETRIBUIÇÃO DIVINA, O DETERMINISMO E O LIVRE ARBÍTRIO HUMAMO APONTAM PARA ASSUNTOS DEBATIDOS POR FARISEUS.


Apocalipse de s o jo o63

APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

  • ASSUNÇÃO DE MOISÉS: É UM LIVRO APÓCRIFO ESCRITO ORIGINALMENTE EM HEBRÁICO OU ARAMÁICO, COM VERSÕES EM GREGO E LATIM. DE ORIGEM PALESTINA E AMBIENTE FARISÁICO, PROCURA MOSTRAR A HISTÓRIA DO MUNDO, EM FORMA DE PROFECIA, DESDE MOISÉS ATÉ AO TEMPO DO AUTOR. (PT.WIKIPÉDIA.ORG)

  • APOSTILA - FREI FRANCISCO ERASMO SIGRIST COMO LER O APOCALIPSE – Pe JOSÉ BORTOLINI BÍBLIA SAGRADA – EDIÇÃO PASTORAL SITES PT.WIKIPÉDIA.ORG – WWW.MACKENZIE.COM.BR WWW.SCRIBD.COM


  • Login