Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

PRODUÇÃO DE MOLIBDÊNIO-99 EM MEIO AQUOSO PowerPoint PPT Presentation


  • 47 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

PRODUÇÃO DE MOLIBDÊNIO-99 EM MEIO AQUOSO. Eduardo Cabral Benedito Dias Baptista Filho. Objetivo. Desenvolvimento de um dispositivo de irradiação no Reator IEA-R1para produção de até 500 Ci por semana de Mo-99. Produção de Mo-99 em meio aquoso. Vantagens:

Download Presentation

PRODUÇÃO DE MOLIBDÊNIO-99 EM MEIO AQUOSO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

PRODUÇÃO DE MOLIBDÊNIO-99 EM MEIO AQUOSO

Eduardo Cabral

Benedito Dias Baptista Filho


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Objetivo

  • Desenvolvimento de um dispositivo de irradiação no Reator IEA-R1para produção de até 500 Ci por semana de Mo-99


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Produção de Mo-99 em meio aquoso

  • Vantagens:

    • Alta eficiência do uso de nêutrons para produção de radioisótopos

    • Não necessita de alvos de irradiação  menor perda de urânio por Ci de Mo-99 produzido

    • Mais de 100 vezes mais eficiente para produzir Mo-99 do que os métodos usados atualmente

    • Mínima geração de rejeitos radioativos

    • Possibilidade de produzir outros radioisótopos  Xe-133, Sr-89, Y-90, I-131 etc

    • Baixo fluxo de nêutrons e baixa potência


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

EXTRAÇÃO Mo

PURIFICAÇÃO

REPOSIÇÃO

Extração (Al2O3)

Purificação

Ajustes Químicos

IRRADIAÇÃO

Recombinação H2

Retenção Iodíneos

Extração N2

Controle do pH

Proces. Rejeitos

Proces. Rejeitos

Reposição

Processo de produção de Mo-99

  • Etapas do processo de produção de Mo-99:

    • Irradiação

    • Extração

    • Purificação

    • Reposição


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Etapas do projeto

  • Estudos iniciais de neutrônica, térmica-hidráulica etc

  • Estimativas de recursos e prazos

  • Dispositivo de irradiação piloto

    • Testes de irradiação

    • Caracterização dos produtos da irradiação

    • Caracterização dos gases gerados pela radiólize

  • Desenvolvimento do sistema de irradiação

  • Desenvolvimento do processo de separação e purificação do Mo-99

  • Desenvolvimento dos processos de tratamento, processamento e reposição de rejeitos

  • Análise de segurança


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Cálculos preliminares

  • Parâmetros de irradiação adotados:

    • Solução aquosa de Nitrato de Uranila – UO2(NO3)2

    • Volume da solução: ~1 L

    • Concentração do sal: ~100 g/L

    • Massa de sal: 105 g

    • Massa total de urânio 235: 12,5 g

    • Massa total de urânio enriquecido a 20%: 63 g

    • Esquema de operação: irradiação por 5 dias e decaimento por 2 dias

    • Fluxo de neutrons: térmico 9,1x1012, epitérmico 1,18x1012, rápido 5,8x1011 (posição 14 de irradiação do IEA-R1)


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Cálculos preliminares

  • Resultados:

    • Produção de Mo-99: 96 Ci por semana

    • Para produzir 500 Ci/semana  necessário cerca de 5 L

    • Potência: 2,1 kW (densidade de potência = 2,1 kW/L)

    • Massa de U-235 gasta por semana: 12 mg

    • Massa de sal gasto por semana: 18,5 mg

    • Após retirada do Mo-99 solução retorna para irradiação

    • U-235 gasto deve ser reposto periodicamente para manter mesma produção de Mo-99

    • Quantidade inicial de sal pode ser utilizada por vários anos (cerca de 20 anos para queima total da massa inicial de U-235)


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Cálculos preliminares

  • Resultados:

    • Radiólise da água e do nitrato de uranila gera hidrogênio, oxigênio e nitrogênio em grandes quantidades:

      • Volume estimado de H2 produzido: 26,2 L/h ou 3,1 m3/semana

      • Volume estimado de N2 produzido: 0,31 L/h ou 37,7 L/semana

      • Não foram achados dados para produção de O2

    • Esses gases devem ser extraídos ou recombinados

    • Outros gases (principalmente gases nobres e iodo) são produzidos e também devem ser extraídos


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Cálculos preliminares

  • Para produção de 530 Ci de Mo-99 por semana:

    • Total de atividade na solução aquosa de urânio:

      • Após 5 dias de irradiação: 18,2x104 Ci

      • Após 2 dias de decaimento: 9,8x102 Ci

    • Total de atividade dos gases gerados:

      • Após 5 dias de irradiação: 7,9x103 Ci

      • Após 2 dias de decaimento: 1,47x103 Ci

    • Quantidade de gases radioativos gerados:

      • Volume total: 1,51 ml

      • Massa total: 7,59 mg

    • Conteúdo de gases radioativos após 5 dias de irradiação


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Dispositivo piloto de irradiação

  • Experimento com pequena quantidade de sal de urânio:

    • Objetivos:

      • Obtenção de dados preliminares

      • Determinar com melhor exatidão quantidade de gases produzidos (H2, O2 e N2)

      • Confirmar resultados de cálculo

      • Definir parâmetros de projeto para dispositivo final

    • Irradiação em um beam-hole ou em um dispositivo já existente

    • Quantidade de radiação gerada é controlada em níveis que podem ser manipulados com os equipamentos atuais do IPEN  necessário definir níveis de radiação tolerados

    • Especificação de sensores para determinar concentração dos gases (laser?)

    • Medida de Mo-99 por meio de espectro-gama


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Dispositivo de irradiação

  • Dispositivo contendo solução de nitrato de uranila é posicionado ao lado do núcleo do reator

  • Durante a irradiação os gases gerados devem ser tratados:

    • Sistema de recombinação do H2 com O2 e retorno da água para a solução

    • Sistema de remoção de Iodíneos

    • Sistema de remoção do N2

    • Sistema de reposição de ácido nítrico para manter o pH e evitar a precipitação do UO2

    • Sistema de transferência da solução para análise e retirada do Mo-99


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Sistema de Gases e Extração de Iodo, Sr, etc.

Condensador/Resfriador

Recombinador

Resfriamento

Sistema de Extração de Mo-99

Irradiador

Placa do Reator

Dispositivo de irradiação

  • Irradiador contendo a solução aquosa

  • Sistema de resfriamento para retirar potência gerada (~12 kW)  utilizar a circulação de refrigerante do reator para o resfriamento do dispositivo

  • Recombinador  processo similar às células PEM para recombinar H2 e ao mesmo tempo extrair sinal elétrico proporcional à geração de H2


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Sistema de Gases e Extração de Iodo, Sr, etc.

Condensador/Resfriador

Recombinador

Resfriamento

Sistema de Extração de Mo-99

Irradiador

Placa do Reator

Dispositivo de irradiação

  • Condensador  vapor de água gerado na irradiação e na recombinação do H2 deve retornar ao dispositivo

  • Sistema de extração da solução aquosa para produção de Mo-99:

    • Freqüência diária, semanal, ou contínua?

    • Blindagem

    • Localização da “fábrica” de produção de Mo-99


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Sistema de Gases e Extração de Iodo, Sr, etc.

Condensador/Resfriador

Recombinador

Resfriamento

Sistema de Extração de Mo-99

Irradiador

Placa do Reator

Dispositivo de irradiação

  • Tratamento de gases radioativos (Iodo, Xenônio, Kriptônio)  separar e estocar em leitos de carvão ativado para liberação controlada pelo sistema de exaustão do IEA-R1 após decaimento e equilíbrio (Xe e Kr)

  • Extração de outros isótopos de interesse

  • Separação e retirada do N2 e seus subprodutos (NOx) gerados


Produ o de molibd nio 99 em meio aquoso

Extração de MO-99

  • Processo de Extração do Mo-99:

    • Trocador de íons de Al2O3

    • Processo de remoção de alguns rejeitos e poderá ser estudado um sistema para extração de Estrôncio e Xenônio

  • Purificação do Mo-99  etapa subseqüente, envolvendo outra troca iônica e processamento de rejeitos

  • O restante da solução deve ser tratado e complementado para reposição do U-235 gasto para uma nova irradiação


  • Login