Di spora africana e escravid o na am rica portuguesa
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 13

Diáspora Africana e escravidão na América Portuguesa PowerPoint PPT Presentation


  • 267 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Diáspora Africana e escravidão na América Portuguesa. 1. A Diáspora Africana. Oceano Atlântico visto como rota para o Oceano índico; Ouro- África; Séc. XV/ feitorias(construídas com autorização do chefe local) =produtos e humanos; PRODUTOS – sal,arroz,tecido,lã,marfim,peles,plumas,etc.

Download Presentation

Diáspora Africana e escravidão na América Portuguesa

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Di spora africana e escravid o na am rica portuguesa

Diáspora Africana e escravidão na América Portuguesa


1 a di spora africana

1. A Diáspora Africana

  • Oceano Atlântico visto como rota para o Oceano índico;

  • Ouro- África;

  • Séc. XV/ feitorias(construídas com autorização do chefe local) =produtos e humanos;

  • PRODUTOS – sal,arroz,tecido,lã,marfim,peles,plumas,etc.

  • Litoral da África Ocidental cresceu muito com este tipo de comércio,porém,passageiro.

  • Diáspora Africana-tráfico negreiro;


2 o povoamento da am rica portuguesa e a escravid o

2. O povoamento da América portuguesa e a escravidão

“O tráfico negreiro africanizou o Brasil”

  • Séc XV

  • Salvador/São Vicente /RJ/Recife –produção açucareira;

  • Séc XVIII

  • Minas Gerais –ouro;

  • São Luís /Belém –plantações de cacau;

  • A Coroa Portuguesa buscava a mistura dos povos africanos para evitar a união;


3 a travessia atl ntica e mortalidade

3. A travessia Atlântica e mortalidade

  • Séc XVI -100 mil escravos chegaram ao Brasil; até o século XIX foram um milhão e meio a dois milhões;

  • Navio negreiro- 80 a 600 cativos/mulheres não eram muito procuradas;

  • Tumbeiros/50% morriam durante a viagem/ 20 % não se adaptavam a nova terra.


4 o trabalho dos escravos nos engenhos

4- O trabalho dos escravos nos engenhos

  • Séc XVI- cultivo da cana de açúcar;

  • Pernambuco e Bahia- indígena/africanos;

  • Nos engenhos poderia haver a possibilidade de se tornarem livres(homens,mulheres e crianças)


O trbalho escravos em outras fases

O TRBALHO ESCRAVOS EM OUTRAS FASES

  • Séc XVIII- Ouro –péssimas condições;

  • Séc XIX- Café –jornadas de trabalho de 15 horas diárias;além de cortar lenha e preparar a comida do dia seguinte;

  • Cidades- escravos no comércio local/abastecimento de água nas cidades/transportar seu dono em liteiras/de ganho ou de aluguel/ música/escultura/pintura;


Di spora africana e escravid o na am rica portuguesa

  • Variadas formas de violência;

  • Séc XVII –ações judiciais apoiadas pelas irmandades religiosas;

  • Escravos criava condições de negociações/revolta/fuga/ suicídio;

  • Carta de Alforria-(pág.30);

  • Após a liberdade ,o preconceito;

  • Quilombos ou mocambos -comunidades


  • Login