Rainha da Paz
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 12

Rainha da Paz PowerPoint PPT Presentation


  • 82 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Rainha da Paz. A décima segunda das doze invocações de Maria como “Rainha” saúda a Mãe de Deus como “Rainha da Paz”, em latim Regina Pacis . Não poderia ser diferente, já que ela é a mãe do “príncipe da paz” (cf. Is 9,5).

Download Presentation

Rainha da Paz

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Rainha da paz

Rainha da Paz


Rainha da paz

A décima segunda das doze invocações de Maria como “Rainha” saúda a Mãe de Deus como “Rainha da Paz”, em latim Regina Pacis. Não poderia ser diferente, já que ela é a mãe do “príncipe da paz” (cf. Is 9,5).


Rainha da paz

Ela experimentou na própria carne a violência que o pecado provoca no mundo. Quando apresentou seu filho no tempo ouviu a profecia do velho Simeão: “Este menino será causa de queda e de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição e a ti, uma espada traspassará tua alma! — e assim serão revelados os pensamentos de muitos corações” (Lc 2,34-35).


Rainha da paz

Esta espada tocou o fundo da alma de Maria no momento em que viu seu filho na cruz. Não é difícil imaginar sua dor no momento em que recebeu no colo seu filho já sem vida. Mas qual teria sido a sua reação? Desespero? Com certeza que não! Foi de uma dolorosa serenidade.

A genialidade de Michelangelo Buonarroti – artista do renascimento italiano – soube representar esta atitude na clássica imagem da Pietá.


Rainha da paz

O que chama a atenção para quem observa bem esta escultura, conservada no Vaticano, é que o rosto não tem nada a ver com uma mulher de quarenta e cinco anos. Parece mais uma menina de 16 anos. Isto contrastou com o gênero próprio da época que costumava retratar a dor de Jesus e de Maria com cores bastante fortes e expressivas da crueldade. Michelangelo mostrou com sua arte que, mesmo na dor maior, Maria permaneceu sendo Rainha da Paz.


Rainha da paz

            Por meio de Maria recebemos a Paz que nossos primeiros pais perderam no início da criação por causa do pecado. Santo Irineu dizia que o nó da desobediência de Eva foi desfeita pela obediência de Maria. Se o salário do pecado foi a dor, a violência e a morte, por meio do sim de Maria chegou até nós, em Jesus, a salvação e a paz.


Rainha da paz

A imagem do Apocalipse retrata bastante bem a Rainha da Paz: “Então apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida com o sol, tendo a lua debaixo dos pés e, sobre a cabeça, uma coroa de doze estrelas. Estava grávida e gritava em dores de parto, atormentada para dar à luz. Então apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão, avermelhado como fogo.


Rainha da paz

Tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas. Com a cauda, varreu a terça parte das estrelas do céu, atirando-as sobre a terra. O Dragão parou diante da Mulher que estava para dar à luz, pronto para devorar o seu Filho, logo que ela o desse à luz. E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono.


Rainha da paz

A mulher fugiu para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar, para que aí fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.” (Ap 12, 1-6). Estas imagens fortes mostram que nossa vida é um combate espiritual. Maria e a Igreja se confundem na figura desta “mulher do apocalipse”. Na verdade Maria é um ícone no qual vemos a própria imagem da nossa humanidade redimida e da Igreja que busca vencer com a força do Espírito.


Rainha da paz

A devoção recente à Nossa Senhora Rainha da Paz parece ter sua origem em 1085, na cidade de Toledo, libertada das mãos dos Mouros. Vivemos, hoje, em um mundo muito violento. A segurança é um dos maiores desejos de nossas famílias. Toda criança sabe muito bem onde encontrará um refúgio seguro: no colo da mãe.


Rainha da paz

Ao invocarmos Maria como “Rainha da Paz”, na verdade pedimos seu colo, intercessão e exemplo. Aquela que viveu até o drama da morte do seu filho sem perder a paz vai nos ensinar o caminho para garantir paz entre marido e mulher, entre jovens e idosos, paz na ruas e praças, paz nas cidades e nos campos. Se o seu coração anda agitado e impaciente; peça a intercessão da mãe: Rainha da Paz, rogai por nós!


Rainha da paz

Texto – Pe. Joãozinho – Imagens – Google

Música – Senhora e Rainha – Pe. Zezinho – Formatação – Altair Castro

25/06/2011


  • Login