Gest o do conhecimento e da informa o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 23

GESTÃO DO CONHECIMENTO E DA INFORMAÇÃO PowerPoint PPT Presentation


  • 64 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

GESTÃO DO CONHECIMENTO E DA INFORMAÇÃO. Tania Rodrigues Mendes – ATL – DPL/DC/SGP Coordenadora do Comitê Executivo do Portal da ALESP Instituto do Legislativo Paulista Curso de Administração Legislativa. OBJETIVOS DA AULA. Apresentar o referencial conceitual básico

Download Presentation

GESTÃO DO CONHECIMENTO E DA INFORMAÇÃO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Gest o do conhecimento e da informa o

GESTÃO DO CONHECIMENTO E DA INFORMAÇÃO

Tania Rodrigues Mendes – ATL – DPL/DC/SGP

Coordenadora do Comitê Executivo do Portal da ALESP

Instituto do Legislativo Paulista

Curso de Administração Legislativa


Objetivos da aula

OBJETIVOS DA AULA

  • Apresentar o referencial conceitual básico

  • Indicar ferramentas e processos

  • Iluminar

    • O lugar da gestão do conhecimento e da informação nas organizações públicas

    • Contexto histórico, social e político (ambiente)

    • Principais atores

    • Condições de aplicação

  • Refletir sobre a importância estratégica da informação e do conhecimento no Legislativo paulista.


O que conhecimento

O QUE É CONHECIMENTO?

  • VISÃO DA FILOSOFIA/TEORIA DO CONHECIMENTO

    • Apropriação do objeto/realidade pelo pensamento, independente da forma como ocorre essa apropriação, seja como definição, como percepção clara, apreensão completa ou análise, seja como reflexão consciente.

    • Exclusivamente humano, pressupõe sujeitos pensantes.

    • Embora concreto, é intangível.


O que conhecimento1

O QUE É CONHECIMENTO?

  • PARA A TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES

    • É uma informação que muda algo ou alguém (Drucker)

    • Reside na pessoa, porém não é simples absorção de dados, implica elaboração mental e reflexão transformadora – Pressupõe inteligência.

    • Reside no usuário e não nas coleções de dados, sistemas de informações ou documentos.

    • Mistura de experiência, valores, informação contextual e insight que proporciona uma base para avaliação de novas experiências e informações e a tomada de decisões e ações.


Tipos de conhecimento

TIPOS DE CONHECIMENTO

  • TÁCITO

  • EXPLÍCITO

  • INTELIGÊNCIA


Produzindo conhecimento

PRODUZINDO CONHECIMENTO

  • DADOS

  • DOCUMENTO

  • INFORMAÇÃO

  • SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

  • CONHECIMENTO/INTELIGÊNCIA


Conhecimento deriva de informa o

CONHECIMENTO DERIVA DE INFORMAÇÃO

  • ESSA TRANSFORMAÇÃO IMPLICA QUE A MENTE DA PESSOA REALIZE

    • Comparação

    • Conclusão

    • Relacionamento com o já conhecido

    • Conversação/compartilhamento


Componentes b sicos to

COMPONENTES BÁSICOS - TO

  • Experiência

  • Complexidade

  • Discernimento

  • Normas práticas

  • Intuições

  • Valores e Crenças

  • O que importa é como o sujeito reage às informações e coleções de dados


Gest o do conhecimento

GESTÃO DO CONHECIMENTO

  • Processo que busca a organização da expertise coletiva da instituição, em qualquer lugar em que se encontre, e sua distribuição para onde houver maior retorno. (Hibbard, 1997)

  • Processo sistemático, articulado e institucional, apoiado na identificação, geração, compartilhamento e aplicação do conhecimento organizacional, com o objetivo de maximizar a eficiência e o retorno sobre os ativos de conhecimento da organização. (Tarapanoff, 2001)


Modelos e processos de gest o

MODELOS E PROCESSOS DE GESTÃO

  • HÁ VÁRIOS, MAS EM GERAL IMPLICAM AÇOES DE:

  • ELABORAÇÃO DE UM PROJETO GLOBAL

    • Identificação das necessidades

    • Mapeamento (fontes, competências, saber da organização)

    • Captura – desenvolvimento de softwares tradutores e registradores

    • Seleção e Validação

    • Organização e Armazenagem

    • Compartilhamento: acesso e distribuição – redes e comunidades

    • Aplicação

    • Criação de conhecimento novo


Estrat gias

ESTRATÉGIAS

  • MELHORES PRÁTICAS

    • Captura de conhecimento tácito – sistemas próprios

    • Redes de intercâmbio

  • FOCALIZAR NO CLIENTE, FORNECEDORES E CONCORRENTES

    • Perfil de clientes

    • Informações sobre o ambiente externo

    • Dúvidas e demandas

  • GESTÃO DE ATIVOS INTELECTUAIS

    • Patentes

    • Marcas

    • Preservar o conhecimento próprio


  • Estrat gias continua o

    ESTRATÉGIAS - CONTINUAÇÃO

    • INOVAÇÃO E CRIAÇÃO DE CONHECIMENTO

      • Manter pessoas com conhecimento-chave

      • Inovações, pesquisa e treinamento

      • Agregar o conhecimento das pessoas nos produtos e serviços da organização – P&D

  • COMO ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS

    • Utiliza o conhecimento como produto (consultorias, cursos)

  • A SITUAÇÃO IDEAL É COMBINAR TODAS AS ESTRATÉGIAS

  • AS TIC DERIVAM DA ESTRATÉGIA ESCOLHIDA


  • Estrat gias de uso da tic

    ESTRATÉGIAS DE USO DA TIC

    • CODIFICAÇÃO E REÚSO

      • Centrada nos computadores – conhecimento codificado e armazenado em bases de dados, não exige o contato com as pessoas que detém o conhecimento (Ex. agendas de trabalho, dados de melhores práticas, materiais de treinamento)

  • PERSONALIZAÇÃO

    • Centrada na pessoa que detém o conhecimento – computador como elemento de conexão inter-pessoal (Ex. videoconferência, correio eletrônico, redes de saber, fóruns virtuais)


  • Instrumentos

    INSTRUMENTOS

    • O MODELO TECNOLÓGICO PODE ENVOLVER:

      • Portais na internet e intranet

      • Mapas do conhecimento

      • E-mail, fóruns, grupos de discussão, redes de saber, videoconferências, matriz de responsabilidade, workflow

      • Universidades corporativas

      • Bases de dados, sistemas de informação

      • Data Warehouse - DW; Data Mining – DM

      • Agendas corporativas

      • Gestão eletrônica de documentos - GED


    Facilitadores

    FACILITADORES

    • LIDERANÇA

    • CULTURA ORGANIZACIONAL

    • MEDIÇÃO E AVALIAÇÃO

    • TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO


    Papel das tic

    PAPEL DAS TIC

    • A GC E A GI NÃO SÃO PROJETOS DE INFORMÁTICA

    • EMBORA NÃO SEJA A ESSÊNCIA DA GC, ONDE AS PESSOAS REPRESENTAM O NÚCLEO VITAL E O PRINCÍPIO ATIVO, TEM PAPEL FUNDAMENTAL COMO INSTRUMENTO CONDICIONADOR DOS PROCESSOS E DAS RELAÇÕES, INCLUSIVE OS DE REFLEXÃO DOS SUJEITOS.


    Dificultadades

    DIFICULTADADES

    • TURNOVER

    • BUROCRATIZAÇÃO

    • AUSÊNCIA DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

    • INEXISTÊNCIA DE POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS EMPREGADOS (TÁCITO OU EXPLÍCITO)

    • TIC EXÓGENA E INADEQUADA


    Gest o da informa o

    GESTÃO DA INFORMAÇÃO

    • Processo contínuo de tratamento de coleções de dados e documentos, que dá suporte à instituição, composto de seis etapas distintas e inter-relacionadas definidas como:

      • Identificação das necessidades

      • Aquisição

      • Armazenagem

      • Desenvolvimento de produtos e serviços

      • Distribuição

      • Uso efetivo

  • Disseminação coletiva e disseminação seletiva de informações.


  • Valor do conhecimento

    VALOR DO CONHECIMENTO

    • CAPITAL INTELECTUAL

      • CAPITAL HUMANO – COMPETÊNCIA DAS PESSOAS

      • CAPITAL ESTRUTURAL – FERRAMENTAS QUE ALAVANCAM O CONHECIMENTO DAS PESSOAS

      • CAPITAL EXTERNO – RELACIONAMENTOS DA ORGANIZAÇÃO COM O AMBIENTE EXTERNO

  • ORGANIZAÇÕES APRENDIZES

    • Apta a transformar-se pela aquisição de novos conhecimentos

  • O LUGAR DA ESCOLARIDADE


  • Novo conceito de organiza es

    NOVO CONCEITO DE ORGANIZAÇÕES

    • Agrupamento humano, planejado e organizado, que utiliza a tecnologia disponível no seu ambiente, para atingir um ou mais objetivos.

    • Voltada para o aprendizado é aquela apta a transformar-se pela aquisição de novos conhecimentos, onde a aprendizagem individual é contínua, o conhecimento é compartilhado e a cultura apóia essa aprendizagem. Os empregados são encorajados a pensar criticamente e a assumir riscos com novas idéias, sendo as suas contribuições devidamente valorizadas.


    Profissionais facilitadores

    PROFISSIONAIS FACILITADORES

    • TÉCNICOS:

      • Responsáveis pela infra-estrutura tecnológica. Ex.– pessoal de informática

  • INTEGRADORES

    • Extraem conhecimento de quem o tem e estruturam a divulgação. Ex – bibliotecários, jornalistas

  • GERENTE DE PROJETO

    • Gestor de processo, com foco no conhecimento

  • DIRETOR DE CONHECIMENTO

    • Promove a cultura do conhecimento na organização, lidera o desenvolvimento de estratégias do conhecimento


  • Contexto hist rico

    CONTEXTO HISTÓRICO

    • SOCIEDADE INFORMACIONAL

    • GLOBALIZAÇÃO

    • DO TAYLORISMO AO TOYOTISMO

    • ORGANIZAÇÕES APRENDIZES

    • A MENTE HUMANA COMO ATIVO E CAPITAL


    Contato

    CONTATO

    • TANIA RODRIGUES MENDES

    • [email protected]

    • Agente Técnico Legislativo da Divisão de Proposição Legislativas, do Departamento de Comissões – DPL/DC/SGP – tel.: 3886-6373

    • Coordenadora do Comitê do Portal – Ato nº 05/2005, da Mesa


  • Login