Proped utida de tubas uterinas e ov rios
Download
1 / 35

Propedêutida de Tubas Uterinas e Ovários - PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on

Propedêutida de Tubas Uterinas e Ovários. Prof a Izaura dos Santos. Propedêutica das Tubas Uterinas. Histerossalpingografia Indicação: Avaliação da permeabilidade tubárea Época ideal: fase folicular – até o 10 ° dia do ciclo Contraste iodado: hidrossolúvel / lipossolúvel Contra-indicações:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Propedêutida de Tubas Uterinas e Ovários' - annice


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Propedêutica das Tubas Uterinas

  • Histerossalpingografia

  • Indicação: Avaliação da permeabilidade tubárea

  • Época ideal: fase folicular – até o 10° dia do ciclo

  • Contraste iodado: hidrossolúvel / lipossolúvel

  • Contra-indicações:

  • Cervicite / vaginite

  • Sangramento uterino (menstruação)

  • Neoplasia de colo e endométrio

  • Alergia a iodo


Ultra-Som com Contraste: Histerossonossalpingografia

  • Indicação

  • Restrita à avaliação da permeabilidade tubária

  • Critérios de Permeabilidade Tubária:

  • Líquido no fundo de saco de Douglas

  • Filete ecogênico, por 5 a 10 segundos, na luz tubária

  • Turbulência nas fímbrias

  • Power Doppler: curso e turbulência do contraste

Bailão et al, 2004; Vaz, DCM, 2004



Ultra-Som com Contrate: HSG / HSSG

  • Contra- Indicações

  • Atraso menstrual com suspeita de gravidez

    • Corrimento vaginal de padrão infeccioso

    • Muco cervical purulento

    • Doença inflamatória pélvica em atividade

    • Estenose canal cervical

    • Hematométrio

    • Sangramento uterino no momento do exame

    • Bailão et al, 2004


Propedêutica de Tubas Uterinas e Ovários

Laparoscópica:diagnóstico e terapêutica

Laparoscopia

procedimento diagnóstico na maioria dos protocolos de investigação de infertilidade

Draker et al, 1977; Simon et al 1993; Speroff et al, 1999


Cirurgia Laparoscópica

  • Cirurgia laparoscópica: material dependente

  • Falha de um aparelho: inviabiliza a cirurgia

  • Conferência pré-operatória do funcionamento dos aparelhos

  • Responsabilidade: instrumentador

  • Duplicatas de equipamentos básicos

  • Atenção e presteza na solução dos entraves

  • Consenso Brasileiro de Videoendoscopia Ginecológica, 2001


Cirurgia Laparoscópica

Equipamentos Básicos Geradores de Imagem e Pneumoperitôneo

  • Câmera

  • Fonte de Luz

  • Cabos de Iluminação

  • Ótica

  • Monitores de Vídeo

  • Videocassete

  • Agulha de Verres

  • Insulflador de CO2

Consenso Brasileiro de Videoendoscopia Ginecológica, 2001


Cirurgia Laparoscópica

Instrumental Cirúrgico

  • Cânula de Punção

  • Tesoura

  • Porta-agulha

  • Manipuladores Uterinos Vaginais

  • Trocartes

  • Palpador

  • Forceps Atraumático

  • Fórceps Traumático

Consenso Brasileiro de Videoendoscopia Ginecológica, 2001


Cirurgia Laparoscópica

Ordem de Verificação do Funcionamento do Equipamento

1.Monitor, videocassete e fita, identificar a gravação

2.Fonte de luz, câmera e isulflador

3.Reservas de CO2

4.Sistema de irrigação/aspiração

5.Sistema de cauterização elétrica

6.Aquecimento de solução para irrigação peritoneal

7.Montagem de mesa cirúrgica (funcionamento do instrumental)

Consenso Brasileiro de Videoendoscopia Ginecológica, 2001


Cirurgia Laparoscópica

Técnica Cirúrgica



Cirurgia Laparoscópica

Aderências Peri-Tubáreas

Hidrossalpinge



Propedêutica de Tubas Uterinas e Ovários

Ultra-Sonografia Pélvica

Ultra-som

Transpélvico

Transabdominal

Endovaginal


Via Transabdominal

  • Adequada repleção hídrica

  • Janela ultra-sonográfica

  • Estrutura padrão: anecóica

  • Kawakama et al, 1996

Visão Panorâmica

  • Limitações:

  • Baixa resolução

  • Biotipo da paciente

  • Cicatriz cirúrgica

  • Útero retrovertido

  • Holt et al, 1996


Via Transvaginal

  • EUA e Japão (1980)

  • Abordagem pelo fórnices vaginais permite proximidade órgãos

  • Sondas de alta resolução (5 a 7,5 MHZ)

  • Não necessita de repleção vesical

  • Visão detalhadaBöhm-Vélez et al, 1992