slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Um passeio pelas Regiões Vitivinícolas de Portugal ` Gerson Lopes www.vinhoesexualidade.com.br

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 23

Um passeio pelas Regi es Vitivin colas de Portugal Gerson Lopes vinhoesexualidade.br - PowerPoint PPT Presentation


  • 95 Views
  • Uploaded on

Um passeio pelas Regiões Vitivinícolas de Portugal ` Gerson Lopes www.vinhoesexualidade.com.br. Fatos. Geografia Sudoeste europeu; ca. 950 km de comprimento, ca. 220 km largura. Clima Atlântico Norte : ventos frescos e húmidos Interior Norte : verões quentes, invernos frios,

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Um passeio pelas Regi es Vitivin colas de Portugal Gerson Lopes vinhoesexualidade.br' - anila


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Um passeio pelas Regiões

Vitivinícolas de Portugal

`

Gerson Lopes

www.vinhoesexualidade.com.br

slide2

Fatos

Geografia Sudoeste europeu; ca. 950 km de comprimento,

ca. 220 km largura.

Clima Atlântico Norte: ventos frescos e húmidos

Interior Norte : verões quentes, invernos frios,

pouca precipitação;

Sul: quente e seco no verão com invernos suaves

Área c/ Vinha: 240.000 ha

Produção:Baixa, de cerca de 30 hl / ha

Consumo

per capita: 48L

slide3

Classificação dos

Vinhos Portugueses

  • • Vinho de Mesa
  • • Vinho Regional
  • • VQPRD:
    • • I.P.R. (7)
    • • D.O.C. (26)
slide4

Vinho Regional

  • 10 Regiões:
  • • Minho
  • • Trás-os-Montes
  • • Beiras
  • • Tejo
  • • Lisboa
  • • Alentejano
  • • Península de Setúbal
  • • Algarve
  • Madeira
  • Açores
slide5

IPR

Indicação de Proveniência

Regulamentada

7 Áreas:

• Chaves

• Valpaços

• Planalto Mirandês

• Lafões

• Biscoitos

• Pico

• Graciosa

slide6

D.O.C.

Denominação de Origem Controlada

  • 26 Denominações:
  • Vinho Verde
  • Douro / Porto (desde 1756)
  • Bairrada
  • Dão
  • Óbidos
  • Alenquer
  • Bucelas
  • Tejo
  • Setúbal
  • Palmela
  • Alentejo
  • Madeira
  • DOC Madeirense,
  • e outros...
slide7

Regiões:

  • Minho – 14% da produção (Braga)
  • Trás- os – Montes – 28% (Vila Real)
  • Beiras (Bairrada/Dão 24%(Coimbra)
  • Tejo - 9% (Santarém)
  • Lisboa – 13% (Óbidos)
  • Terra do Sado – 4% (P. de Setúlbal)
  • Alentejo - 7% (Évora)
  • Algarve – 1% (Faro)
slide8

Origem ancestral das castas (variedades) autóctones portuguesas

Franceses

Romanos

Gregos

Fenícios

Cartagineses

Árabes

slide9

Arinto

Bical

Encruzado

Alvarinho

Castas brancas autóctones portuguesas

(alguns exemplos)

Fernão Pires

slide10

Castas tintas autóctones portuguesas

(alguns exemplos)

Touriga Nacional

Aragonez

Trincadeira

Baga

Castelão

slide11

Minho / DOC Vinho Verde

Região Colinas em série e montanhas;

pequenas parcelas – em média

abaixo de 1 ha;

paisagens muito verdes

Ca. 35.000 ha plantados

Clima Chuva frequente;

influência do Atlantico; neblina.

Solo Solo granítico; ocasionalmente xisto.

Principais Alvarinho, Trajadura,

Variedades Loureiro, Vinhão

Vinhos Brancos: Leves, vivos, acídulos e ligeiramente petillant,

com aromas florais e frutados (maçãs, frutos citrinos)

Tintos: cor intensa e aroma particular

slide12

Para guardar...

  • Região dos vinhos verdes
  • Uvas que predominam –
  • Vinhão (tinta) 23%
  • Azal 9%
  • Loureiro 9%
  • Trajadura 3%
  • Alvarinho 2%
  • Fermentado em barrica, mostra um volume, mas também acidez. Ganham em cremosidade, porém não perdem o caráter da alvarinho (cítricos).
  • Longevidade – V.Verdes (1 a 2 anos).
  • Alvarinho (5 a 6 anos).
slide13

Douro

1703 – Tratado de Methween

Região 1756 – 1ª região demarcada e regulamentada do mundo

Vinhas plantadas em terraços, com «muros»,

de pedra, nas colinas e nas margens do rio Douro

e seus afluentes; é uma das paisagens mais

selvagens do mundo.

Ca. 72.000 ha área de vinha plantada

(incl. castas para vinho do Porto)

dimensão média da propriedade - 1ha

Clima Muito quente no verão ,

Muito frio no inverno;

Baixa precipitação.

Solo Xisto. Pobre, solos rochosos. Baixa produção.

Castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca,

Tinta Amarela

Vinhos Tintos: cor intensa, opacos e encorpados

slide14

Para guardar...

  • Dividido em Baixo Corgo (Régua),
  • Cima Corgo (Pinhão) e
  • Douro Superior (Foz Coa).
  • Temperatura média anual/Pluviometria:
  • Porto (14,5/1200); Baixo Corgo (18/900);
  • Cima Corgo (19/650);
  • Douro Superior (21/450);
  • É o mais masculino, tem uma certa rusticidade,
  • mas tem uma presença na boca incrível.
  • Vinhedos antigos com uvas misturadas:
  • 30 a 35 (Qta.do Crasto Reserva ou Crus), até
  • mais de 50 castas diferentes (Qta. do Vale D. Maria).
  • Uvas: T. Franca (14%), T. Roriz (8%), T.Barroca (8%),
  • Síria (7%), Trincadeira (5%), Touriga Nacional (2%).
slide15

Beiras – DOC Dão

Região Colinas em sériee pequenas parcelas

de terra; Floresta (pinheiros e

eucaliptos). Paisagens de montanha

por vezes agrestes noutras áreas.

Propriedade média,

abaixo de 1ha.

Clima Quente no verão,

Outonos e Invernos são longos e frescos;

Precipitação alta.

Solo Granito, ardósia, xisto. Terreno pouco fértil.

Castas Touriga Nacional, Jaen, Alfrocheiro.

Vinhos Frutados, com aromas térreos e vegetais.

Tintos com cor rubi, bom potential para envelhecimento.

slide16

Para guardar...

  • Até pouco tempo atrás (1987) – Só cooperativas.
  • Expressão maior da Touriga Nacional.
  • Quase nasceu no Dão. No Douro eram plantadas,
  • misturadas as outras no mesmo vinhedo, e nunca
  • proporcionalmente muito presente. Violeta na cor e
  • no aroma.
  • Cheio de colinas e planalto (perto da Serra da Estrela).
  • Clima mais frio, fazendo com que a acidez seja mais elevada e mais taninos.
  • É muito comum no Dão o corte (uma das caracteristicas da região).
slide17

Beiras - DOC Bairrada

Região Montes baixos que oferecem variados

tipos de terreno.

Clima Quente no Verão,

Muita precipitação

Influência benéfica do Oceano Atlântico

Solo Argila rica em lima e argila calcárica

Castas Baga, Maria Gomes,(Fernão Pires)

Vinhos Tintos são taninosos, com cor granada e rubi,

Aromas complexos e frutados e

grande potential de envelhecimento.

Brancos: aromas citrinos

Espumantes: brancos e tintos

slide18

Para guardar...

  • Baga é sua uva tinta que dá o emblema a região.
  • São raros os anos que ela amadurece por inteiro. Em
  • outubro é comum chover. Antes era 90%, hoje não mais.
  • Faz um pouco de frio, dai ser um clima interessante para
  • Pinot Noir.
  • Maria Gomes e Bical são duas uvas brancas de muito caráter.
  • Beiras inclui Bairrada, Dão, Lafões e Pinhel. Sobrevive
  • em função das duas primeiras.
slide19

Lisboa

Região Noroeste de Lisboa. Costa recortada.

Colinas em série no interior.

Paisagens muito verdes e bonitas,

Poucas áreas com árvores;

Clima Atlântico, fresco;

Precipitação alta;

Ventos frios e nevoeiros;

Solo Arenoso na costa,

Argila no interior

Castas Arinto, Bastardo, Trincadeira / castas internacionais

Vinhos Vinhos de Bucelas: Brancos frescos e vivos (Arinto)

Tintos frutados, com boa relação qualidade/preço.

Vinhos de Colares: alguma aspereza, vinhos de guarda

Vinhos de Carcavelos: brancos licorosos com

notas amendoadas

slide20

Para guardar...

  • Região litorânea, saindo de Lisboa.
  • D.Os e sub-regiões:
  • Alcobaça
  • Óbidos
  • Alenquer (Qta.Pancas e Monte D‘oiro).
  • Bucelas (Paraiso da Arinto).
  • Carcavelos (Era o grande rival dos Moscateis de Setúbal).
  • Colares (Não tem filoxera, uva Ramisco, tânico).
  • Junto com Tejo é onde as castas internacionais estão mais se
  • desenvolvendo.
  • Uvas: Malvasia Rei (Mais plantada ) a seguir vem a Castelão.
  • Entre as brancas Fernão Pires e depois Vital.
slide21

Tejo

Região Área plana situada nas

margens do Rio Tejo

Vastas áreas sem árvores.

Grandes explorações agrícolas

Criação de cavalos e touros

Clima Suave, precipitação normal

Solo Variado, fértil, de terras de aluvião.

Mecanização fácil.

Castas Fernão Pires, Camarate, Trincadeira.

Vinhos Vinhos jovens, vivos e equilibrados com

aromas frutados.

Boa combinação qualidade-preço.

slide22

Península de Setúbal

Região Plano na costa, com montes a oeste.

A região é flanqueada pelo

rio Tejo a norte, Oceano Atlântico a Oeste

e Rio Sado a sul.

Clima Clima Atlântico com queda de chuva regular;

Verões quentes, Invernos suaves

Solo Solo arenoso e calcárico, rochoso.

Castas: Moscatel de Setúbal, Castelão, Fernão Pires.

Vinhos Vinhos Tintos com estágio em madeira, com

notas de frutas secas e especiados

Vinho com potencial de envelhecimento.

Moscatel de Setúbal – Vinho generoso

com mais tempo de estágio em barricas velhas.

Aromas de passas, laranja e mel.

slide23

Para guardar...

  • É onde a Castelão se expressa melhor (69%). Solo muito
  • arenoso ideal para ela.
  • Uvas:
  • Fernão Pires (8%)
  • Moscatel graúdo (7%)
  • Outras (16%).
  • É daqui que sai o Moscatel de Setúbal.
  • D.Os Setúbal e Palmela.
ad