servidores http
Download
Skip this Video
Download Presentation
SERVIDORES HTTP

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 27

SERVIDORES HTTP - PowerPoint PPT Presentation


  • 123 Views
  • Uploaded on

SERVIDORES HTTP. Profa Regiane E. Fantinati. Servidores WWW. Conceito de Servidor WWW Disponibilizador de informação numa rede Permite acesso simplificado através de cliente unificado e simples ( browser WWW) Computadores Consolas de jogo ( DreamCast , PS2, etc) PDA’s

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' SERVIDORES HTTP ' - alva


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
servidores http

SERVIDORES HTTP

Profa Regiane E. Fantinati

servidores www
Servidores WWW
  • Conceito de Servidor WWW
    • Disponibilizador de informação numa rede
    • Permite acesso simplificado através de cliente unificado e simples (browser WWW)
      • Computadores
      • Consolas de jogo (DreamCast, PS2, etc)
      • PDA’s
      • Aparelhos (frigoríficos, etc)
      • Computadores de bordo (automóveis, etc)
servidores www1
Servidores WWW
  • Conceito de Servidor WWW
    • O servidor WWW funciona como interface entre aplicações e o utilizador
      • Esconde as aplicações do utilizador
      • Ajuda a focar o utilizador nos serviços
      • Permite construir novas aplicações através da interligação de aplicações existentes
    • São necessários mecanismos de programação no servidor WWW
      • CGI – execução de programas externos
      • Embebidos – linguagens internas ao servidor WWW
servidores http1
Servidores HTTP
  • Servidor HTTP Apache
    • Aplicação open source (http://www.apache.org)
  • Servidor HTTP MS IIS
    • Aplicação proprietária
  • Outros servidores HTTP
    • Xitami, Zeus, OmniHTTPd, etc
servidores http2
Servidores HTTP
  • Detalhes sobre servidores HTTP em uso
    • Percentagem de Mercado
      • Segundo a netcraft, sites sob Apache representam cerca de dois terços dos sites publicados na web.
servidor apache
Servidor Apache
  • Características
    • Código mantido por uma comunidade aberta
    • Elevada confiabilidade
    • Excelente desempenho
    • Grande flexibilidade de configuração e uso
    • Suporte de várias plataformas
    • Estruturado em módulos
    • Administração através de linha de comandos
servidor ms iis
Servidor MS-IIS
  • Características
    • Código proprietário
    • Razoável fiabilidade (dependente do SO)
    • Bom desempenho
    • Suporte de plataforma Windows
    • Administração e depuração através de interface gráfica;
outros servidores
Outros Servidores
  • Características e Funcionalidades
    • Xitami
      • Simples, bom desempenho em Windows, UNIX, OS/2 e VMS
      • Suporta HTTP 1.0 e CGI (LRWP)
    • OmniHTTPd
      • Compacto e para Windows
      • Suporta HTTP 1.0 e CGI
    • Zeus
      • Comercial mas muito sofisticado
      • Suporta tudo (HTTP 1.1, SQL, etc)
    • iPlanet (Sun)
      • Bastante conhecido e sofisticado
lamp linux apache mysql php
LAMP - LINUX + APACHE + MYSQL + PHP
  • O Apache é um servidor web seguro e com inúmeros módulos , que adicionam suporte a um grande número de recursos;
  • A maioria das páginas atuais utiliza uma estrutura em PHP, freqüentemente com um banco de dados MySL.
apache
Apache
  • A principal característica do Apache é a modularidade. Ao invés de ser um aplicativo grande e complexo, que tenta desempenhar sozinho todas as funções o apache se limita a executar uma única tarefa: entregar páginas html e outros tipos de arquivos aos clientes. Qualquer outra coisa é invariavelmente feita por um módulo externo.
  • Por exemplo, quando você acessa uma página em PHP em um site que roda sobre um servidor Apache ...
apache1
Apache
  • O Apache lê o arquivo no disco e repassa a requisição para o modphp, o módulo encarregado de processar arquivos PHP.
  • Ele por sua vez, aciona o interpretador PHP, que processa a página e a entrega, já processada ao apache, que finalmente a entrega ao cliente. Caso seja necessário acessar um banco de dados, entra em ação outro módulo, como o php4-mysql, que permite que o interpretador PHP acesse o banco de dados
apache modularidade

Php4-mysql

modphp

Cliente

Interpretador PHP

Servidor

MySQL

Apache

Apache modularidade
apache2

/etc

Sites-avaible/

Apache2/

Sites-enabled/

Ports.conf

Mods-avaible/

Apache2.conf

Conf.d/

Mods-enabled/

Apache
  • No apache2, a arquitetura modular é extendida também aos arquivos de configuração que estão organizados dentro do diretório /etc/apache2.
apache arquivos de configura o
ApacheArquivos de configuração
  • sites-available/ e sites-enabled/ contém as configurações dos sites hospedados;
  • mods-available/ mods-enabled/ armazenam as configurações dos módulos;
  • o arquivo ports.conf, onde vai a configuração das portas TCP que o servidor vai escutar;
  • apache2.conf armazena configurações diversas relacionadas ao funcionamento do servidor;
  • conf.d/ armazena arquivos com configurações adicionais;
apache3
Apache
  • Como funciona?
  • O apache é capaz de hospedar simultaneamente vários sites, cada um representado por um arquivo de configuração diferente. Imagine o caso de uma empresa de hosting que mantém um servidor com 2.000 pequenos sites.
  • Quando cada cliente registra seu site e assina o plano de hospedagem, você cria um novo arquivo dentro da pasta sites-available com as configurações necessárias e um link para ele na pasta sites-enabled.
apache4
Apache
  • A primeira pasta armazena a configuração de todos os sites hospedados no servidor, mas apenas os sites que estiverem presentes na pasta sites-enabled ficam disponíveis. Quando é necessário suspender temporariamente um site por falta de pagamento, você simplesmente remove o link na pasta sites-enabled sem precisar mexer na configuração
apache5
Apache
  • Ao invés de criar e remover os links manualmente, você pode usar os comandos a2ensite e a2dissite, que fazem isso p você. Para ativar e desativar um site configurado no arquivo /etc/apache2/sites-available/nomearquivo, por exemplo, os comandos seriam:
  • #a2ensite nomearquivo (ativa)
  • #a2dissite nomearquivo (desativa)
apache6
Apache
  • Quando o apache é instalado, é criado por padrão o arquivo /etc/apache2/sites-avaible/default.
  • Este arquivo contém a configuração de um site “raiz” que usa como diretório de páginas a pasta “/var/www”. Se o seu servidor web vai hospedar um único site, então essa configuração é suficiente. Mas, caso você queira hospedar vários sites no mesmo servidor, é necessário criar uma pasta e um arquivo de configuração para cada site adicional.
apache7
Apache
  • Seu servidor pode, por exemplo, hospedar o “joão.com.br”e o maria.com.br.
  • Na configuração do Apache, criamos os arquivos: “/etc/apache2/sites-avaible/joao” e “/etc/apache2/sites-avaible/maria”, um utilizando a pasta “var/www/joao”e “/var/www/maria”.
apache8
Apache
  • Quando um visitante digita http://joao.com.br, o servidor da FAPESP (que corresponde pelo domínio .br) vai passar a requisição para o seu servidor DNS, que responde enviando o arquivo “/var/www/joão/index.html” ou index.php” ao cliente.
  • A pasta “mods-avaible” contém a configuração e scripts de inicialização para todos os módulos disponíveis, mas apenas os módulos referenciados (através de um link)na pasta “mods-enabled” são realmente carregados.
apache9
Apache

A mesma idéia das duas pastas separadas se aplica aos módulos. Se houver necessidade de deletar basta usar os comandos: “a2enmod” e “a2dismod”, que ativam e desativam módulos especifico: Para desativar o suporte a PHP, você usaria o comando:

  • # a2dismod php4
  • Para ativa-lo novamente, usaria:
  • # a2enmod php4
  • Uma vez que um determinado modulo é ativado, ele fica automaticamente disponível para todos os sites hospedados no servidor.
apache10
Apache
  • Sempre que mexer na configuração dos módulos ou sites, é sempre necessário recarregar a configuração, para que a alteração entre em vigor.
  • # /etc/init.d/apache2 force-reload
  • Este comando proporciona o mesmo efeito se simplesmente reiniciar o apache.
apache ports conf
Apacheports.conf
  • Originalmente esse arquivo vem com uma única linha:
  • # Listen 80
  • É aqui que você altera a porta padrão do seu servidor ou adiciona novas portas..
  • Para fazer com que o seu servidor escute também a porta 8080, vc adicionaria uma nova linha, como em:
  • Listen80
  • Listen8080
apache apache2 conf
Apache apache2.conf
  • O Arquivo apache2.conf agrupa o resto das configurações. É ele que você vai alterar quando, por exemplo, ajustar o numero de processos usados pelo apache ou aumentar o numero de conexões simultâneas permitidas pelo servidor.
apache instalando o apache
ApacheInstalando o Apache
  • No Debian, os comandos:
  • Apt-get install apache2 - instala o apache2
  • Apt-get install apache2-utils - instala utilitários de gerenciamento
  • Apt-get apache-doc – Instala a documentação
  • Acessando o endereço http://127.0.0.1 ou digitando localhost no no browser, vc terá uma página de boas vindas, que indica que o servidor está funcionando. Se não houver nenhum firewall no caminho, ele já estará acessível a partir de outros micros da rede local ou da internet.
refer ncias bibliogr ficas
Referências Bibliográficas
  • MOTA, F. J. E. Linux e seus servidores. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2000.
ad