A revolu o industrial
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 22

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL PowerPoint PPT Presentation


  • 91 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL. REVISANDO. REFORMAS RELIGIOSAS NA INGLATERRA CRESCIMENTO DA BURGUESIA E DOS GENTRY CARTA MAGNA E O PARLAMENTO TENSÃO ENTRE O PARLAMENTO E O REI REVOLUÇÕES E FIM DO ABSOLUTISMO INGLÊS. A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL.

Download Presentation

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


A revolu o industrial

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL


Revisando

REVISANDO

  • REFORMAS RELIGIOSAS NA INGLATERRA

  • CRESCIMENTO DA BURGUESIA E DOS GENTRY

  • CARTA MAGNA E O PARLAMENTO

  • TENSÃO ENTRE O PARLAMENTO E O REI

  • REVOLUÇÕES E FIM DO ABSOLUTISMO INGLÊS


A revolu o industrial1

A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

  • A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL SIGNIFICOU AUMA TRANSFORMAÇÃO NAS TECNICAS DE PRODUÇÃO, NAS FONTES DE ENERGIA E NAS FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO.


Artesanato

ARTESANATO

  • O ARTESÃO CONFECCIONAVA A PEÇA TODA E AINDA TINHA A POSSIBILIDADE DE CONTROLAR SEU RITMO DE TRABALHO.

  • PARTICIPAVA DE CADA ETAPA DO PROCESSO PRODUTIVO MANUALMENTE E SEM ALIENAÇÃO QUANTO AO PRODUTO FINAL


Manufatura

MANUFATURA

  • NA MANUFATURA O TRABALHO AINDA É FEITO A MÃO, MAS O AGENTE PRODUTOR NÃO É SOMENTE UMA PESSOA OU FAMÍLIA.

  • À MÃO ELE FAZ UMA PARTE DA PRODUÇÃO


Porque na inglaterra

PORQUE NA INGLATERRA?

  • O PAÍS ESTAVA EXPERIMENTANDO ACELERADO CRESCIMENTO POPULACIONAL.

  • DEMANDA DE PRODUTOS

  • FARTURA DE MÃO-DE-OBRA


Fatores do pioneirismo ingl s

FATORES DO PIONEIRISMO INGLÊS

  • INSERÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NA AGRICULTURA

    POPULAÇÃO MELHOR ALIMENTADA

    MENOS MÃO-DE-OBRA AGRÍCOLA


Fatores do pioneirismo ingl s1

FATORES DO PIONEIRISMO INGLÊS

  • RIQUEZA DE RECURSOS

  • CARVÃO MINERAL – BARATO E EM ABUNDÂNCIA


Fatores do pioneirismo ingl s2

FATORES DO PIONEIRISMO INGLÊS

  • DOMÍNIO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E FLUVIAL

  • POSSUIA COLÔNIAS

  • MENTALIDADE BURGUESA

  • CERCAMENTOS


Cercamentos

CERCAMENTOS

  • O desenvolvimento da manufatura têxtil de lã no norte da Europa induziu muitos membros da baixa nobreza inglesa e pequenos proprietários livres a expulsar os servos e trabalhadores dedicados à pratica agrícola e a transformar essas terras em pastagens de ovelhas.


Maquinofatura

MAQUINOFATURA

  • A PRUÇÃO É FEITA EM LARGA ESCALA COM O USO DE MÁQUINAS, O TRABALHADOR PARTICIPA, NÃO MAIS MANUALMENTE APENAS DE UMA ETAPA DA PRODUÇÃO E ESTÁ ALIENADO DO PRODUTO


Maquinofatura1

MAQUINOFATURA


Tecnologias

TECNOLOGIAS

  • Máquina de drenagem de água


Tecnologias1

TECNOLOGIAS

  • Máquina a vapor


Demais tecnologias

DEMAIS TECNOLOGIAS

  • BARCO A VAPOR 1807 – Robert Fulton

  • Ferrovia

  • Locomotiva a vapor


Consequ ncias

CONSEQUÊNCIAS

  • GRANDE CRESCIMENTO NA PRODUÇÃO.

  • AUMENTO DAS CIDADES E DA POPULAÇÃO

  • PASSAGEM DA SOCIEDADE AGRÍCOLA PARA INDUSTRIAL

  • DIVISÃO DO TRABALHO

  • LIBERALISMO INDUSTRIAL


A revolu o industrial

A evolução do processo de transformação de matérias-primas em produtos acabados ocorreu em três estágios: artesanato, manufatura e maquinofatura.

  • Um desses estágios foi o artesanato, em que se

  • a) trabalhava conforme o ritmo das máquinas e de maneira padronizada.b) trabalhava geralmente sem o uso de máquinas e de modo diferente do modelo de produção em série.c) empregavam fontes de energia abundantes para o funcionamento das máquinas.d) realizava parte da produção por cada operário, com uso de máquinas e trabalho assalariado.e) faziam interferências do processo produtivo por técnicos e gerentes com vistas a determinar o ritmo de produção.


A revolu o industrial

  • "O fato relevante do período entre 1790 e 1830 é a formação da classe operária". "Os vinte e cinco anos após 1795 podem ser considerados como os anos da contra-revolução". [Durante esse período] "o povo foi submetido, simultaneamente, à intensificação de duas formas intoleráveis de relação: a exploração econômica e a opressão política." Essas frases, extraídas de A FORMAÇÃO DA CLASSE OPERÁRIA INGLESA do historiador E. P. Thompson, relacionam-se ao quadro histórico decisivo na formação do mundo contemporâneo, no qual se situama) a revolução comercial e a reforma protestante.b) o feudalismo e o liberalismo.c) a revolução industrial e a revolução francesa.d) o capitalismo e a contra-reforma.e) o socialismo e a revolução russa.


A revolu o industrial

  • Sobre a inovação tecnológica no sistema fabril na Inglaterra do século XVIII, é correto afirmar que ela:a) foi adotada não somente para promover maior eficácia da produção, como também para realizar a dominação capitalista, na medida que as máquinas submeteram os trabalhadores a formas autoritárias de disciplina e a uma determinada hierarquia.b) ocorreu graças ao investimento em pesquisa tecnológica de ponta, feito pelos industriais que participaram da Revolução Industrial.c) nasceu do apoio dado pelo Estado à pesquisa nas universidades.d) deu-se dentro das fábricas, cujos proprietários estimulavam os operários a desenvolver novas tecnologias.e) foi única e exclusivamente o produto da genialidade de algumas gerações de inventores, tendo sido adotada pelos industriais que estavam interessados em aumentar a produção e, por conseguinte, os lucros.


A revolu o industrial

  • Identifique, entre as afirmativas a seguir, a que se refere a conseqüências da Revolução Industrial:a) redução do processo de urbanização, aumento da população dos campos e sensível êxodo urbano.b) maior divisão técnica do trabalho, utilização constante de máquinas e afirmação do capitalismo como modo de produção dominante.c) declínio do proletariado como classe na nova estrutura social, valorização das corporações e manufaturas.d) formação, nos grandes centros de produção, das associações de operários denominadas "trade unions", que promoveram a conciliação entre patrões e empregados.e) manutenção da estrutura das grandes propriedades, com as terras comunais, e da garantia plena dos direitos dos arrendatários agrícolas.


A revolu o industrial

  • Dentre as conseqüências sociais forjadas pela Revolução Industrial pode-se mencionar:a) o desenvolvimento de uma camada social de trabalhadores, que destituídos dos meios de produção, passaram a sobreviver apenas da venda de sua força de trabalho.b) a melhoria das condições de habitação e sobrevivência para o operariado, proporcionada pelo surto de desenvolvimento econômico.c) a ascensão social dos artesãos que reuniram seus capitais e suas ferramentas em oficinas ou domicílios rurais dispersos, aumentando os núcleos domésticos de produção.d) a criação do Banco da Inglaterra, com o objetivo de financiar a monarquia e ser também, uma instituição geradora de empregos.e) o desenvolvimento de indústrias petroquímicas favorecendo a organização do mercado de trabalho, de maneira a assegurar emprego a todos os assalariados.


  • Login