HISTÓRIA DATABELA PERIÓDICA
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 24

Mendeleev PowerPoint PPT Presentation


  • 80 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

HISTÓRIA DATABELA PERIÓDICA. Mendeleev

Download Presentation

Mendeleev

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Mendeleev

HISTÓRIA DATABELA PERIÓDICA

  • Mendeleev

  • Vários cientistas procuravam agrupar os átomos de acordo com algum tipo de semelhança, mas o químico russo Dimitri Ivanovich Mendeleev foi o primeiro a conseguir enunciar cientificamente a lei que diz que as propriedades físicas e químicas dos elementos são em função periódica da massa atômica. Ele publicou a tabela periódica em seu livro Princípios da Química em 1869, época em que eram conhecidos apenas cerca de 60 elementos químicos.


Mendeleev

ORGANIZAÇÃO DA TABELA PERIÓDICA

  • Na tabela periódica atual, os elementos químicos:

  • 1 - estão dispostos em ordem crescente de número atômico ( z ).

  • 2 - originam os períodos na horizontal ( em linhas ).

  • 3 – originam as famílias ou grupos na vertical (em colunas ).

  • Grupos são enumerados de IA até VIIA e mais o grupo O ou VIII A dos gases nobres.

  • Região Central  grupos de transição ou grupo B.


Mendeleev

: Hidrogênio 1 elemento

: Metais 84 elementos

: Ametais 11 elementos

: Semimetais 7 elementos

: Gases nobres 6 elementos

CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS


Mendeleev

NOMENCLATURA

  • 1 ou IA metais alcalinos

  • 2 ou IIA metais alcalinos terrosos

  • 13 ou IIIA família do boro

  • 14 ou IVA família do carbono

  • 15 ou VA família do nitrogênio

  • 16 ou VIA calcogênios

  • 17 ou VIIA halogênios

  • 18 ou VIIIA gases nobres


Mendeleev

CLASSIFICAÇÃO DOS ELEMENTOS

  • Metais: Eles são a maioria dos elementos da tabela. São bons condutores de eletricidade e calor, maleáveis e dúcteis, possuem brilho metálico característico e são sólidos, com exceção do mercúrio.

  • Não-Metais: São os mais abundantes na natureza e, ao contrário dos metais, não são bons condutores de calor e eletricidade, não são maleáveis e dúcteis e não possuem brilho como os metais.

  • Gases Nobres: São no total 6 elementos e sua característica mais importante é a inércia química.

  • Hidrogênio: O hidrogênio é um elemento considerado à parte por ter um comportamento único.

  • Semimetais: São todos sólidos em condições ambiente e apresentam semelhanças entre metais e ametais.


Mendeleev

PROPRIEDADES PERIÓDICAS E APERIÓDICAS

  • Propriedades periódicas: ocorrem à medida que o número atômico de um elemento químico aumenta, ou seja, assume valores que crescem e decrescem em cada período da Tabela Periódica.

  • Entre as propriedades periódicas temos: raio atômico, energia de ionização, eletroafinidade, eletronegatividade

  • Propriedades aperiódicas: os valores desta propriedade variam à medida que o número atômico aumenta, mas não obedecem à posição na Tabela, ou seja, não se repetem em períodos regulares.

  • Exemplos de propriedades aperiódicas: calor específico, índice de refração, dureza e massa atômica


Mendeleev

PERÍODOS

  • Cada período é iniciado pela adição de um elétron a uma nova camada previamente desocupada.

  • Os grupos 1A e 2A têm o orbital s preenchido.

  • Os grupos 3A -8A têm o orbital p preenchido.

  • Os grupos 3B -2B têm o orbital d preenchido.

  • Os lantanídeos e os actinídeos têm o orbital f preenchido.


Mendeleev

CARGA NUCLEAR EFETIVA

  • A carga nuclear efetiva é a carga sofrida por um elétron em um átomo polieletrônico.

  • A carga nuclear efetiva não é igual à carga no núcleo devido ao efeito dos elétrons internos.

  • A carga nuclear sofrida por um elétron depende da sua distância do núcleo e do número de elétrons mais internos.

  • A carga nuclear efetiva sofrida pelos elétrons mais externos aumenta quando passamos de elemento para elemento do mesmo período da tabela. O número de elétrons internos permanece o mesmo à medida que se move no período, mas a carga nuclear aumenta.

  • A carga nuclear efetiva aumenta ligeiramente à medida que se desce no grupo. Porque elétrons internos maiores são mais eficientes em blindar da carga nuclear os elétrons mais externos.


Mendeleev

TAMANHO ATÔMICO

  • O tamanho atômico varia consistentemente através da tabela periódica.

  • Ao descermos em um grupo, os átomos aumentam.

  • Ao longo dos períodos da tabela periódica, os átomos tornam-se menores.

  • Existem dois fatores agindo:

    • Número quântico principal, n, e

    • A carga nuclear efetiva, Zef.


Mendeleev

RAIO ATÔMICO

Raio Atômicoé definido como a metade da distância entre os núcleos de dois átomos vizinhos.

O raio atômico geralmente decresce da esquerda para a direita ao longo de um período e cresce de cima para baixo em um grupo.


Mendeleev

RAIO ATÔMICO

  • À medida que o número quântico principal aumenta (ex., descemos em um grupo), a distância do elétron mais externo ao núcleo aumenta. Consequentemente, o raio atômico aumenta.

  • Ao longo de um período na tabela periódica, o número de elétrons mais internos mantém-se constante. Entretanto, a carga nuclear aumenta. Conseqüentemente, aumenta a atração entre o núcleo e os elétrons mais externos. Essa atração faz com que o raio atômico diminua.


Mendeleev

RAIO ATÔMICO


Mendeleev

RAIO IÔNICO

Raio Iônico é a sua parte na distância entre íons vizinhos em um sólido iônico. A distância entre os centros de um cátion e um ânion vizinhos é a soma dos dois raios iônicos.

Todos os cátions são menores que seus átomos geradores, porque os átomos perdem um ou mais elétrons para formar o cátion.


Mendeleev

RAIO IÔNICO

Raios iônicoscrescem de cima para baixo num grupo e decrescem da esquerda para a direita em um período.


Mendeleev

RAIO IÔNICO

Átomos e íons com o mesmo número de elétrons são chamados de isoeletrônicos.

Exemplo: Na+, F- e Mg2+ são isoeletrônicos, tem a mesma configuração eletrônica [He] 2s2 2p6.


Mendeleev

ENERGIA DE IONIZAÇÃO

Energia de Ionização é a energia necessária para retirar um elétron de um átomo na fase gasosa.

Primeira Energia de Ionização:

Segunda Energia de Ionização: é a energia necessária para remover um elétron de um cátion gasoso.


Mendeleev

ENERGIA DE IONIZAÇÃO

As energias da primeira ionização crescem, em geral, ao longo de um período e diminuem ao longo das colunas dos grupos.


Mendeleev

ENERGIA DE IONIZAÇÃO

  • Quanto maior a energia de ionização, maior é a dificuldade para se remover o elétron.

  • A tendência ao longo do período se explica pelo aumento do número atômico.

  • A tendência ao longo de um grupo se explica ao considerarmos que o aumento do tamanho facilita a remoção de um elétron.


Mendeleev

AFINIDADE ELETRÔNICA OU

ELETROAFINIDADE

Afinidade ao Elétron  é a quantidade de energia envolvida no processo em que um átomo isolado gasoso, no seu estado fundamental, recebe um elétron, formando um íon negativo.


Mendeleev

ELETRONEGATIVIDADE

A força de atração exercida sobre os elétrons de uma ligação.

H

B CN OF

Cl

Br

I

Fr


Mendeleev

ELETRONEGATIVIDADE


Mendeleev

ELETRONEGATIVIDADE

Esta força de atração se relaciona com o raio atômico: quanto menor o tamanho do átomo, maior será a força de atração, portanto maior a eletronegatividade.


Mendeleev

EXERCÍCIOS

1- Ordene os átomos e íons a seguir em ordem decrescente de tamanho: Mg 2+ ; Ca 2+ e Ca.

2- Coloque os seguintes átomos em ordem crescente de raios atômicos: Na; Be; Mg

3- Qual dos seguintes átomos e íons é o maior: S 2- ; S ou O2-?

4- Recorrendo a uma tabela periódica, ordene os seguintes átomos em ordem crescente de primeira energia de ionização: Ne; Na; P; Ar; K.


  • Login