Campo magn tico gerado por corrente el trica eletromagnetismo
Download
1 / 19

Campo Magnético Gerado por Corrente Elétrica “Eletromagnetismo” - PowerPoint PPT Presentation


  • 106 Views
  • Uploaded on

Campo Magnético Gerado por Corrente Elétrica “Eletromagnetismo”. Vetor Perpendicular ao plano Experiência de Oersted Campo ao redor de fio retilíneo. Professor André. Experiência de Oersted.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Campo Magnético Gerado por Corrente Elétrica “Eletromagnetismo”' - addison


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Campo magn tico gerado por corrente el trica eletromagnetismo

Campo Magnético Gerado por Corrente Elétrica“Eletromagnetismo”

Vetor Perpendicular ao plano

Experiência de Oersted

Campo ao redor de fio retilíneo

Professor André


Experi ncia de oersted
Experiência de Oersted

Oersted esticou um fio metálico sobre uma bússola (fig. 1)e fez passar nele uma corrente contínua (fig. 2). Em seguida a agulha da bússola se movimentou comprovando a existência do campo magnético.


Campo magn tico ao redor de um fio condutor ret lineo

Campo Magnético ao redor de um fio condutor retílineo

Ao redor de um condutor retilíneo percorrido por uma corrente elétrica existe um campo magnético cujas linhas de força são circunferências concêntricas ao fio.



Sentido do vetor b
Sentido do Vetor B

Envolvendo-se a mão direita no fio condutor, o polegar indicará o sentido da corrente e o restante dos dedos indicarão o sentido do campo magnético


Dire o do vetor b
Direção do Vetor B

O vetor indução magnética é tangente às linhas de força do campo magnético e no mesmo sentido delas.


M dulo do vetor b
Módulo do Vetor B

  • [B]=T (tesla)

  • μ é a constante de permeabilidade magnética e no vácuo é μ0=4.10-7 T.m/A

  • i é a intensidade da corrente

  • d é a distância do fio ao vetor B


Vetor perpendicular ao plano
Vetor Perpendicular ao Plano

Vetor Entrando

Vetor Saindo


Campo magn tico no centro de uma espira circular

Campo Magnético no centro de uma Espira Circular

No centro de uma espira circular percorrida por uma corrente elétrica existe um campo magnético perpendicular ao plano que contém a espira.



Espira circular

i

r

i

Espira Circular

Espira circular é um fio condutor dobrado no formato de uma circunferência.


Dire o e sentido do vetor b

B

B

i

i

Direção e Sentido do Vetor B

O vetor indução magnética é perpendicular ao plano que contém a espira e envolvendo-se a mão direita no fio condutor, o polegar indicará o sentido da corrente e o restante dos dedos indicarão o sentido do campo magnético.


M dulo do vetor b1
Módulo do Vetor B

  • [B]=T (tesla)

  • μ é a constante de permeabilidade magnética e no vácuo é μ0=4.10-7 T.m/A


P los de uma espira

i

i

B

B

i

i

Pólos de uma Espira


Campo magn tico no interior de um solen ide retil neo

Campo Magnético no interior de um solenóide retilíneo

No interior de um solenóide retilíneo percorrido por uma corrente elétrica existe um campo magnético uniforme.


Solen ide retil neo
Solenóide Retilíneo

Solenóide retilíneo é um fio condutor enrolado em formato de hélice. É muito semelhante à mola helicoidal da sua apostila.



Dire o e sentido do vetor b1
Direção e Sentido do Vetor B

O vetor B tem a mesma direção do eixo do solenóide e colocando a mão direita espalmada no solenóide, o polegar indicará o sentido do campo e o restante dos dedos indicarão o sentido da corrente.


M dulo do vetor b2
Módulo do Vetor B

  • μ é a constante de permeabilidade magnética

  • i é a intensidade da corrente elétrica

  • n é o número de espiras

  • l é o comprimento do solenóide


ad