Biof sica de Membranas

Biof sica de Membranas PowerPoint PPT Presentation


  • 326 Views
  • Updated On :
  • Presentation posted in: General

1.Membrana celular. Estrutura el

Related searches for Biof sica de Membranas

Download Presentation

Biof sica de Membranas

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


1. Biofísica de Membranas Prof. Ms. Alexandre Penido 1 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

2. 2 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

3. 3

4. 2.Estruturas Básicas Poros ou canais Canais de Na+ etc. Zonas de difusão facilitada Alta concentração de moléculas de mesma espécie Ex: Região para lípides tem alta concentração de moléculas lipídicas Sistema imune ?Permeando Ag-Ac Hormônios esteróides 4 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

5. Estruturas Básicas Receptores Substância se liga e causa uma série de processos celulares Ex. Receptor para insulina, Glucagon Hormônios protéicos, adrenalina, acetilcolina Calmodulina: Ca+2 Atropina se liga aos receptores muscarínicos da acetilcolina e bloqueia os efeitos da Ach. Operadores Transporte de substâncias em sentido único Transporte ativo 5 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

6. 3.Membranas e Transportes Ciclo ?-glutamílico ?-glutamil (glutadiona) + aa: interior da célula Íons Ca+2 ATPase- Ca+2 (Contração muscular) Ionóforos Antibióticos Difusão Simples Facilitada Transporte ativo 6 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

7. Transporte através da membrana Difusão Movimento ao acaso de substâncias, causado pela energia cinética normal da matéria Transporte ativo Movimento de substâncias como resultado de processos químicos que transmitem energia para o movimento. 7 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

8. Difusão 8 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

9. 9 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

10. 10

11. Fatores que afetam a velocidade Concentrações Peso molecular Distância Área da seção Temperatura 11 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

12. Transporte Passivo Difusão Passiva - Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem por difusão passiva, isto é, como a distribuição do soluto tende a ser uniforme em todos os pontos do solvente, o soluto penetra na célula quando sua concentração é menor no interior celular do que no meio externo, e sai da célula no caso contrário. Neste processo não há consumo de energia. Ocorre a favor do gradiente. 12 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

13. 13 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

14. 14 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

15. Transporte Passivo Difusão Facilitada Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior a 8 Angstrons, o que impede a sua passagem através dos poros. São, ainda, substâncias não solúveis em lipídios, o que também impede a sua difusão pela matriz lipídica da membrana. No entanto, estas substâncias passam através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de proteínas carregadoras (proteínas transportadoras 15 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

16. Difusão facilitada 16 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

17. 17 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

18. Difusão Pelos poros Dimensão dos poros Efeito da diferença de concentração Permeabilidade Intensidade do transporte através da membrana para uma diferença de concentração determinada. Carga elétrica dos íons sobre a capacidade de se difundir pelos poros da membrana Canais de Na+ (canais revestidos por carga -) Canais de K+ Canais de H2O 18 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

19. Canais 19 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

20. 20 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

21. Transporte Passivo Osmose É o fenômeno de difusão em presença de uma membrana semipermeável. Nele, duas soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma membrana que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em menor quantidade (solução hipertônica). 21 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

22. Osmose Ao invés, a célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertónicos. A saída da água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição do volume celular e, consequentemente, o afastamento da membrana plasmática relativamente à parece celular. Este fenómeno designa-se comumente por plasmólise 22 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

23. Pressão osmótica Força necessária para interromper a osmose 23 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

24. Pressão reversa 24 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

25. Influência da pressão osmótica 25 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

26. 26 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

27. Equilíbrio osmótico entre líq. Intracelular e extracelular 27 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

28. Equilíbrio Célula colocada meio hipotônica Passagem da água, por osmose através da membrana celular Aumento do volume intracelular (Inchaço) Diminuição do volume extracelular Diluição das substâncias dissolvidas no intracelular Concentração aumentada das substâncias dissolvidas no líquido extracelular 28 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

29. Equilíbrio Célula colocada em solução hipertônica Passagem da água, por osmose, para fora da célula. Diminuição do volume intracelular Aumento do volume extracelular Concentração do líquido intracelular Diluição do líquido extracelular 29 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

30. Transporte Ativo Transporte de substância contra um gradiente de concentração. É a passagem de uma substância de um menos concentrado para um meio mais concentrado ( contra o gradiente), que ocorre com gasto de energia Utilização de um carreador Proteínas 30 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

31. Indigestão e digestão de nutrientes pela célula Endocitose: englobamento de materiais Fagocitose: Matéria particulada Bactéria Outra célula Partícula de tecido em degeneração Pinocitose Ingestão de quantidades diminutas de líquido extracelular e de substâncias nele dissolvidas. 31 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

32. Transporte Ativo Fagocitose: É o nome dado ao processo pelo qual a célula, graças à formação de pseudópodos, engloba, no seu citoplasma, partículas sólidas. A fagocitose é um processo seletivo, conforme pode ser observado no exemplo da fagocitose de paramécios pelas amebas. Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células especializadas na defesa do organismo, como os macrófagos. 32 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

33. 33 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

34. Vesícula digestiva 34 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

35. Transporte Ativo Pinocitose É nome dado ao processo pelo qual a célula, graças à delgadas expansões do citoplasma, engloba gotículas de líquido. Formam-se assim vacúolos contendo líquido. Muitas células exibem esse fenômeno, como os macrófagos e as dos capilares sangüíneos. 35 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

36. 36 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

37. Transporte Ativo 37 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

38. BOMBA SÓDIO POTÁSSIO 38 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

39. 39 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

40. Transporte Ativo Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da célula, para o sódio e o potássio. Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é bem mais baixa dentro da célula do que fora desta. O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é mais alta dentro da célula do que fora desta. 40 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

41. Transporte Ativo Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e potássio. Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais distribuições iônicas é de suma importância para a transmissão do impulso nervoso. 41 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

42. Resumo Transporte Passivo Difusão simples Difusão Facilitada Osmose Transporte Ativo Bomba sódio-potássio Fagocitose Pinocitose 42 Prof. Ms. Alexandre Penido [email protected]

  • Login