Ant genos
Download
1 / 27

Ant genos - PowerPoint PPT Presentation


  • 142 Views
  • Uploaded on

Antígenos. Prof. Caroline Rigotto Borges. ANTÍGENOS: Antibody generators. ANTÍGENO é toda a estrutura molecular, que interage com um anticorpo. Toda molécula pode ser um antígeno pois o que é próprio de um organismo pode não ser próprio de outro.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Ant genos' - Mia_John


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Ant genos

Antígenos

Prof. Caroline Rigotto Borges


ANTÍGENOS: Antibody generators

ANTÍGENO é toda a estrutura molecular, que interage com um anticorpo.

Toda molécula pode ser um antígeno pois o que é próprio de um organismo pode não ser próprio de outro.


  • Aligação Ag-Ac é uma das interações mais específicas da biologia.

  • A ligação Ag-Ac é complementar em carga e forma.


Ant genos e imunogenicidade
ANTÍGENOS E IMUNOGENICIDADE

  • Imunogenicidade: Capacidade que uma substância tem de induzir e reagir com os produtos de uma resposta imunológica - imunógeno.

  • Antigenicidade: Capacidade que uma substância tem de se ligar a um dos componentes do sistema imune – antígeno.


NEM TODO ANTÍGENO É CAPAZ DE ESTIMULAR UMA RESPOSTA IMUNE

PORTANTO, NEM TODO ANTÍGENO TEM IMUNOGENICIDADE

NATUREZA DO MATERIAL

(proteínas, lipídeos, carboidratos, etc)

ESTIMULAÇÃO

PROPRIEDADE DO MATERIAL

(estrutura, cargas, tamanho, etc)


  • Haptenos: antigênicos, mas não imunogênicos

  • Sao substâncias de baixo peso molecular e simplicidade quimica que falham na indução da R.I



+ Ag

LB

expansão clonal

LB de memória

Plasmócito



Imunogenicidade

IMUNOGENICIDADE

Estranheza

Alto peso molecular

Complexidade química

Capacidade de ser degradado


ESTRANHEZA

  • Ag autólogos: mesmo indivíduo

  • Ag singênicos: indiv. genet. idênticos

  • Ag alogênicos: indiv. s geneticam.

  • Ag xenogênicos: indiv. espécies s


Alto peso molecular
ALTO PESO MOLECULAR

Tamanho da molécula

< 1.000 Da: Não imunogênicas

1.000 e 6.000 Da: pode ser imunogênica

> 6.000 Da: são imunogênicas mais facilmente fagocitada




OUTROS REQUISITOS PARA IMUNOGENICIDADE

  • Composição genética

  • Dose do antígeno

  • Via de inoculação


CLASSES DE ANTÍGENOS

  • Polissacarídeos

    • Antígenos ABO

  • Lipídios

    • Raramento imunogênicos

  • Ácidos nucléicos

    • Pouco imunogênicos

  • Proteínas

    • Altamente imunogênicos


Adjuvantes

  • Substância que aumenta a resposta imune contra um imunógeno;

  • Utilizado em vacinações ;

  • Prolonga a persistência do Ag;

  • Aumenta a quantidade de sinais co-estimulatórios;

  • Aumenta a inflamação local;

  • Ex. Alumen (sulfato de potássio e alumínio)- Precipita o Ag.


Ant genos timo independentes

ANTÍGENOSTIMO-INDEPENDENTES


Ant genos timo dependentes

ANTÍGENOSTIMO-DEPENDENTES


SUPERANTIGENOS respondedoras a este necessitam da cooperação dos linfócitos Th.

  • Sao moléculas capazes de ativar LT independentemente do processamento e da apresentação do Ag. Se ligam ao TCR e MHCII simultaneamente, ativando e expandindo os LT.

  • Ex: superantigenos retrovirais, enterotoxina estafilococica B (sindrome do choque tóxico)


SUPERANTIGENOS respondedoras a este necessitam da cooperação dos linfócitos Th.


ad