Autoridade da doutrina esp rita
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 14

Controle Universal dos Ensinos dos Espíritos PowerPoint PPT Presentation


  • 24 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: Others / Misc

Evangelho Segundo o Espiritismo - Introdução

Download Presentation

Controle Universal dos Ensinos dos Espíritos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Autoridade da doutrina esp rita

AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA

Controle Universal dos Ensinos Espíritas


Controle universal dos ensinos esp ritas

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

“Uma só garantia séria existe para o ensino dos Espíritos: a concordância que haja entre as revelações que eles façam espontaneamente, servindo-se de grande número de médiuns estranhos uns aos outros e em vários lugares.” (...)

Essa verificação universal constitui uma garantia para a unidade futura do Espiritismo e anulará todas as teorias contraditórias. Aí é que, no porvir, se encontrará o critério

da verdade.

Aí é que, no porvir, se encontrará o critério da verdade.”

Allan Kardec (ESE Introdução: Autoridade da Doutrina Espírita)


Controle universal dos ensinos esp ritas1

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

A visão criteriosa e profunda do Codificador estabeleceu que a autoridade da Doutrina Espírita repousa na universalidade do ensino dos Espíritos e na concordância entre estes ensinos.


Controle universal dos ensinos esp ritas2

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

Oprocesso, utilizado por Kardec na composição de “O Livro dos Espíritos” e demais obras da Codificação, é o exemplo do cuidado e atenção que se deve ter em relação a tudo o que venha da Espiritualidade por intermédio dos médiuns.


Controle universal dos ensinos esp ritas3

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

“O Espiritismo não tem nacionalidade, independe de todos os cultos particulares, não é imposto por nenhuma classe social, visto que cada um pode receber instruções de seus parentes e amigos de além-túmulo.”

Isso era necessário para que ele pudesse chamar todos os homens à fraternidade, pois se não se colocasse em terreno neutro, teria mantido as divergências, em lugar de apaziguá-las.


Controle universal dos ensinos esp ritas4

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

A causa de sua tão rápida propagação é esta universalidade do ensino dos Espíritos, é isso que faz sua força, pois enquanto a voz de um só homem, mesmo com o auxílio da imprensa, necessitaria de séculos para chegar aos ouvidos de todos, eis que milhares de vozes se fazem ouvir simultaneamente, em todos os cantos da Terra, proclamando os mesmos princípios e os transmitindoaos mais ignorantes e aos mais sábios, a fim de que ninguém seja deserdado.


Controle universal dos ensinos esp ritas5

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

“As grandes ideias não aparecem nunca de súbito. As que têm a verdade por base contam sempre com precursores, que lhes preparam parcialmente o caminho.

Depois, quando o tempo é chegado, Deus envia um homem com a missão de resumir, coordenar e completar os elementos esparsos, com eles formando um corpo de doutrina.

Dessa maneira, não tendo surgido bruscamente, a doutrina encontra, ao aparecer, Espíritos inteiramente preparados para a aceitar.”

(Kardec, ESE, Introdução)


Controle universal dos ensinos esp ritas6

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

“Sócrates, como o Cristo, nada escreveu, ou pelo menos nada deixou escrito. Como ele, morreu a morte dos criminosos, vítima do fanatismo, por haver atacado as crenças tradicionais e colocado a verdadeira virtude acima da hipocrisia e da ilusão dos formalismos, ou seja: por haver combatido os preconceitos religiosos.


Controle universal dos ensinos esp ritas7

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

Assim como Jesus foi acusado pelos fariseus de corromper o povo com os seus ensinos, ele também foi acusado pelos fariseus do seu tempo - pois os que os tem havido em todas as épocas, - de corromper a juventude, ao proclamar o dogma da unicidade de Deus, da imortalidade da alma e da existência da vida futura.

Da mesma maneira porque hoje não conhecemos a doutrina de Jesus sendo pelos escritos dos seus discípulos, também não conhecemos a de Sócrates, sendo pelos escritos do seu discípulo Platão.”

(Kardec, ESE, Introdução)


Controle universal dos ensinos esp ritas8

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

  • OEspiritismo é toda uma Ciência, toda uma Filosofia, assim quem desejar conhecê-lo seriamente deve pois, como primeira condição, submeter-se a um estudo sério e persuadir-se de que, mais do que qualquer outra ciência, não se pode aprendê-lo brincando;


Controle universal dos ensinos esp ritas9

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

  • o Espiritismo se relaciona com todos os problemas da Humanidade, seu campo é imenso e devemos encará-lo sobretudo quanto as suas consequências;

  • a crença nos Espíritos constitui a sua base mas não basta para fazer um espírita esclarecido;

  • toda pessoa que procura persuadir outra por meio de explicações ou de experiências, ensina.

  • Se o que desejamos é que esse esforço dê resultados, não se pode apenas acreditar como geralmente se faz, que para convencer é suficiente apresentar os fatos.

  • Parece o procedimento mais lógico, no entanto, a experiência mostra que nem sempre é o melhor, pois frequentemente encontramos pessoas que os fatos mais evidentes não convencem de maneira alguma.


Controle universal dos ensinos esp ritas10

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

Nos últimos tempos, esses critérios têm sido deixados de lado, pois aceita-se tudo o que é novidade, algumas realmente estranhas, sem nenhum respaldo doutrinário, que contrariam o bom-senso, e tudo isso fartamente divulgado, como se não fosse importante manter-se a fidelidade à Codificação.


Controle universal dos ensinos esp ritas11

Controle Universal dos Ensinos Espíritas

O Espírito Erasto, um dos expoentes da falange do Espírito de Verdade, faz uma advertência em O Livro dos Médiuns que requer a nossa atenção:

“Na dúvida, abstém-te, diz um dos vossos velhos provérbios. Não admitais, portanto, senão o que seja, aos vossos olhos, de manifesta evidência. Desde que uma opinião nova venha a ser expendida, por pouco que vos pareça duvidosa, fazei-a passar pelo crisol da razão e da lógica e rejeitai desassombradamente o que a razão e o bom-senso reprovarem. Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea.”


Controle universal dos ensinos dos esp ritos

Amar a Doutrina é preservá-la de alterações, de mudanças, de atualizações que lhe desfigurariam os princípios norteadores e luminosos.

Sejam para Allan Kardec as palavras do Espírito de Verdade:

“As grandes missões só aos homens de escol são confiadas e Deus mesmo os coloca, sem que eles o procurem, no meio e na posição em que possam prestar concurso eficaz.”

(O Livro dos Médiuns cap. XXXI it. XV)


  • Login