Download

Complexo articular do quadril e cintura pélvica






Advertisement
/ 67 []
Download Presentation
Comments
Audrey
From:
|  
(4335) |   (0) |   (0)
Views: 1328 | Added:
Rate Presentation: 6 0
Description:
Complexo articular do quadril e cintura pélvica. Profª Renata Cardoso Couto. Conceito. A pelve é constituída pelo sacro, coccix e dois ossos do quadril( Fusão do ílio , ísquio e púbis). Articulações. Lombossacra( sínfise) Sacrococcígena( sínfise) 2 Sacroilíacas( Sincondrose)
Complexo articular do quadril e cintura pélvica

An Image/Link below is provided (as is) to

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use only and may not be sold or licensed nor shared on other sites. SlideServe reserves the right to change this policy at anytime. While downloading, If for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.











- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -




Complexo articular do quadril e cintura p lvica l.jpgSlide 1

Complexo articular do quadril e cintura pélvica

Profª Renata Cardoso Couto

Conceito l.jpgSlide 2

Conceito

  • A pelve é constituída pelo sacro, coccix e dois ossos do quadril( Fusão do ílio , ísquio e púbis)

Articula es l.jpgSlide 5

Articulações

  • Lombossacra( sínfise)

  • Sacrococcígena( sínfise)

  • 2 Sacroilíacas( Sincondrose)

  • Sínfise púbica(Cartilaginosa)

  • Articulação do quadril( Triaxial, esferóide)

Fun es l.jpgSlide 6

Funções

  • Proteção de órgãos abdominais e transmissor de forças

  • Praticamente estrutura da cintura pélvica funciona como uma só

  • Relaxamento ligamentar( Sacro ilíaca e sínfise púbica) durante a gravidez

Articula o do quadril l.jpgSlide 8

Articulação do quadril

  • Componentes: Cabeça femural e acetábulo

  • Sinovial Triaxial esferóide

Fun o l.jpgSlide 9

Função

  • Estabilidade na postura ortostática e na execução de movimentos

  • Distribuição de forças

Superf cie articular acetabular l.jpgSlide 10

Superfície articular Acetabular

  • Côncavo

  • Formado pelos 3 ossos do quadril

  • Ossificação Tardia

  • Acetábulo direcionado inferior e anterior

  • Presença do lábio acetabular

  • Somente a parte superior se articula com o fêmur

Superf cie articular femural l.jpgSlide 12

Superfície articular femural

  • Arredondada, convexa,

  • Ângulos femurais: No plano frontal( valgismo); No plano transverso( Torção)

  • Função da torção: estabilidade

  • Cabeça femural anterior(Torção interna);

  • Cabeça femural posterior(Torção externa)

C psulas l.jpgSlide 14

Cápsulas

  • Articulação Congruente

  • Cápsula do quadril: forte , densa e significativa na estabilidade articular

  • Não permite tracionamentos

  • Porção anterior reforçada por dois ligamentos e posterior por um ligamento

Ligamentos l.jpgSlide 15

Ligamentos

  • Ílio femural: Da espinha ilíaca ao fêmur; Fibras tensas na hiperextensão; parte superior e inferior

  • Pubo femural: Resiste a hiperextensão e abdução( anterior)

  • Isquio femural: fibras posteriores com fixação anterior( Resiste a hiperextensão)

Movimentos do f mur l.jpgSlide 17

Movimentos do fêmur

  • Baseado no movimento da diáfise

  • Diáfise contrária a cabeça femural

  • Extensão e flexão

  • Abdução e adução

  • Rotações

Movimentos do quadril plano sagital l.jpgSlide 18

Movimentos do quadril – Plano Sagital

Movimentos do quadril l.jpgSlide 19

Movimentos do quadril

Movimentos do quadril20 l.jpgSlide 20

Movimentos do quadril

Congru ncia da articula o do quadril l.jpgSlide 21

Congruência da articulação do quadril

  • Instabilidade articular : maior na posição em pé( extensão, adução e leve rotação interna)

  • Estabilidade: Abdução( cabeça femural para dentro), flexão( cabeça femural aprofunda-se para trás), Rotação externa( cabeça femural para frente)

An lise de movimento l.jpgSlide 23

Análise de movimento

Movimentos da pelve l.jpgSlide 24

Movimentos da pelve

  • Retroversão e anteversão pélvica

Inclina o p lvica l.jpgSlide 26

Inclinação pélvica

  • Para cima ou para baixo

  • Eixo articulação do quadril contralateral

  • Associação com movimentos do quadril da perna de apoio

Rota o p lvica l.jpgSlide 27

Rotação pélvica

  • Para frente e para trás

Nuta o e contranuta o l.jpgSlide 28

Nutação e contranutação

  • Sacro em relação ao ilíaco fixo

  • Na nutação, a base do sacro se move anteriormente e inferiormente enquanto seu ápice se move posteriormente, Esse movimento ocorre durante a flexão do tronco para frente.

  • A contranutação é o movimento contrário.

M sculos do quadril l.jpgSlide 29

Músculos do quadril

  • 3 flexores : psoas, ilíaco e reto femural

  • 1 flexor , adutor: pectíneo

  • 3 extensores: Isquio tibiais( - Cabeça curta do bíceps)

  • 1 extensor e rotador externo : Glúteo máximo

  • 1 abdutor: Glúteo médio

  • 4 adutores: Adutor Longo, breve e magno+ grácil

M sculos do quadril30 l.jpgSlide 30

Músculos do quadril

  • 2 rotadores internos, tensor da fascia lata e glúteo mínimo

  • 5 rotadores externos: piriforme, obturador( externo e interno), gemeo( inferior e superior

  • 1 flexor, abdutor e rotador externo

Psoas l.jpgSlide 31

Psoas

  • Encontra-se na cavidade abdominal

  • Origem:

  • Faces laterais e cartilagens intervertebrais dos corpos da ultima torácica e todas as lombares

  • Inserção:

  • Trocanter menor do femur

A o psoas l.jpgSlide 33

Ação psoas

  • Flexão do quadril

  • Estabiliza o quadril quando o tronco vai para trás ou nos desvios laterais

  • Ativo nas flexão do quadril e troco associado

Il aco l.jpgSlide 34

Ilíaco

  • Origem:

  • Superfície interna do ílio e sacro

  • Inserção:

  • Se une com o psoas no trocanter menor do fêmur

Il aco35 l.jpgSlide 35

Ilíaco

A o do il aco l.jpgSlide 36

Ação do ilíaco

  • Flexão do quadril

  • Estabilização

  • Não atua na coluna

Sart rio l.jpgSlide 37

Sartório

  • Origem:

  • Espinha ilíaca antero superior

  • Inserção:

  • Superfície medial da tuberosidade da tíbia

Sart rio38 l.jpgSlide 38

Sartório

A o sart rio l.jpgSlide 39

Ação sartório

  • Empregado no cruzamento das pernas

  • Flexão abdução e rotação externa do quadril

  • Leve flexão do joelho

Reto femural l.jpgSlide 40

Reto femural

  • Flexor do quadril

  • Velocidade e não força

  • Músculo do chute

Pect neo l.jpgSlide 41

Pectíneo

  • Origem:

  • púbis

  • Inserção:

  • Trocanter menor

Pect neo42 l.jpgSlide 42

Pectíneo

Pect neo a o l.jpgSlide 43

Pectíneo Ação

  • Flexão e adução do quadril

Tensor da fascia lata l.jpgSlide 44

Tensor da fascia lata

  • Origem:

  • Crista ilíaca

  • Inserção:

  • Face externa da coxa

Tensor da fascia lata45 l.jpgSlide 45

Tensor da fascia lata

Tensor da fascia lata46 l.jpgSlide 46

Tensor da fascia lata

Tensor da fascia lata a o l.jpgSlide 47

Tensor da fascia lata ação

  • Rotação interna do quadril

Gl teo m ximo l.jpgSlide 48

Glúteo máximo

  • Origem:

  • Crista ilíaca

  • Inserção:

  • Face posterior do fêmur

Gl teo m ximo49 l.jpgSlide 49

Glúteo máximo

Gl teo m ximo a o l.jpgSlide 50

Glúteo máximo ação

  • Extensão

  • Rotação externa

  • Abdução do quadril

B ceps femural l.jpgSlide 52

Bíceps femural

  • Extensão do quadril

Semimembranoso e semitendinoso l.jpgSlide 53

Semimembranoso e semitendinoso

  • Extensão do quadril

Gl teo m dio l.jpgSlide 54

Glúteo médio

  • Origem:

  • Íliaco

  • Inserção:

  • Face lateral do trocânter maior

Gl teo m dio55 l.jpgSlide 55

Glúteo médio

Gl teo m dio a o l.jpgSlide 56

Glúteo médio ação

  • Abdução do quadril

Gl teo m nimo l.jpgSlide 57

Glúteo mínimo

  • Origem:

  • Inferior externa do ílio

  • Inserção:

  • Anterior ao trocanter maior

Gl teo m nimo58 l.jpgSlide 58

Glúteo mínimo

Gl teo m nimo a o l.jpgSlide 59

Glúteo mínimo ação

  • Rotação interna do quadril

Gr cil l.jpgSlide 60

Grácil

  • Origem:

  • Metade inferior da sínfise púbica

  • Inserção:

  • Região medial da tíbia

Gr cil a o l.jpgSlide 61

Grácil ação

  • Adução do quadril

  • Motor secundário na flexão e rotação interna

Adutores l.jpgSlide 62

Adutores

  • Origem:

  • Púbis

  • Inserção:

  • linha áspera do fêmur

Adutor l.jpgSlide 63

Adutor

Adutores a o l.jpgSlide 64

adutores ação

  • Adução;

  • Breve e longo: contribui de forma secundária na flexão e rotação externa

  • Magno: Fibras superiores:rotação externa e abdução; fibras inferiores: rotação interna e extensão

Rotadores externos l.jpgSlide 65

Rotadores externos

  • São seis músculos

  • Piriforme, obturador interno e externo, quadrado femural, Gêmeo superior e inferior

  • Origem:

  • Porção posterior da pelve

  • Inserção:

  • Trocânter maior do fêmur

Rotadores externos66 l.jpgSlide 66

Rotadores externos

Rotadores externos a o l.jpgSlide 67

Rotadores externos ação

  • Rotação externa


Copyright © 2014 SlideServe. All rights reserved | Powered By DigitalOfficePro