Slide1 l.jpg
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 9

“Legislação Seguro-Desemprego" PowerPoint PPT Presentation


  • 85 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

“Legislação Seguro-Desemprego". Principais pontos. E.S.O. Lei 7.998, 11 de janeiro de 1990. Regula o Programa do Seguro-Desemprego, o Abono Salarial, institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e dá outras providências. Art. 2º O Programa de Seguro-Desemprego tem por finalidade :

Download Presentation

“Legislação Seguro-Desemprego"

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Slide1 l.jpg

“Legislação Seguro-Desemprego"

Principais pontos

E.S.O


Slide2 l.jpg

Lei 7.998, 11 de janeiro de 1990

  • Regula o Programa do Seguro-Desemprego, o Abono Salarial, institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e dá outras providências.

  • Art. 2º O Programa de Seguro-Desemprego tem por finalidade:

    • I - prover assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado em virtude de dispensa sem justa causa, inclusive a indireta, e ao trabalhador comprovadamente resgatado de regime de trabalho forçado ou da condição análoga à de escravo; (Redação dada pela Lei nº 10.608, de 20.12.2002)

    • II - auxiliar os trabalhadores na busca ou preservação do emprego, promovendo, para tanto, ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.164-41, de 2001)


  • Crit rios de habilita o resolu o n 467 de 21 de dezembro de 2005 l.jpg

    Critérios de Habilitação: Resolução nº. 467, de 21 de dezembro de 2005

    • Art. 3º Terá direito a perceber o Seguro-Desemprego o trabalhador dispensado sem justa causa, inclusive a indireta, que comprove:

      • I ter recebido salários consecutivos no período de 6 (seis) meses imediatamente anteriores à data da dispensa, de uma ou mais pessoas jurídicas ou físicas equiparadas às jurídicas;

      • IIter sido empregado de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica durante, pelo menos, 06 (seis) meses nos últimos 36 (trinta e seis) meses que antecederam a data de dispensa que deu origem ao Requerimento do Seguro-Desemprego;

      • IIInão estar em gozo de qualquer benefício previdenciário de prestação continuada, previsto no Regulamento de Benefícios da Previdência Social, excetuando o auxílio-acidente e a pensão por morte; e,

      • IVnão possuir renda própria de qualquer natureza suficiente a sua manutenção e de sua família.

    • § 1º Considera-se pessoa física equiparada à jurídica, os profissionais liberais inscritos no Cadastro Específico do Instituto Nacional do Seguro Social (CEI).

    • § 2º Considera-se 1 (um) mês de atividade, para efeito do inciso II deste artigo, a fração igual ou superior a 15 (quinze) dias, nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho.


    Slide4 l.jpg

    Art. 7º O pagamento do benefício do seguro-desemprego será suspenso nas seguintes situações:

    I - admissão do trabalhador em novo emprego;

    II - início de percepção de benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto o auxílio-acidente, e pensão por morte; ( Parecer CONJUR também incluiu a Síndrome de Talidomida e auxilio reclusão)


    Slide5 l.jpg

    Art. 8º da Lei 7.998/1990 O benefício do seguro-desemprego será cancelado:

    I - pela recusa, por parte do trabalhador desempregado, de outro emprego condizente com sua qualificação e remuneração anterior;

    II - por comprovação de falsidade na prestação das informações necessárias à habilitação;

    III - por comprovação de fraude visando à percepção indevida do benefício do seguro-desemprego;

    IV - por morte do segurado.

    Parágrafo único. Nos casos previstos nos incisos I a III deste artigo, será suspenso por um período de 2 (dois) anos, ressalvado o prazo de carência, o direito do trabalhador à percepção do seguro-desemprego, dobrando-se este período em caso de reincidência.


    Slide6 l.jpg

    § 4º Do indeferimento do pedido do Seguro-Desemprego, caberá recurso ao Ministério do Trabalho e Emprego por intermédio das SRTE’s no prazo de 2 (dois) anos, contados a partir da data de dispensa que deu origem ao benefício, bem como para os casos de notificações e reemissões.

    A parcela do benefício Seguro-Desemprego ficará disponível, na CAIXA, para o trabalhador sacar pelo prazo de sessenta dias, após esse prazo ela será devolvida para o MTE.

    Art. 15 da Resolução 467/2005


    Slide7 l.jpg

    VAGAS COM PRÉ-SELEÇÃO NO SINE

    • Quando um Trabalhador Requerente for encaminhado para uma vaga com Pré-Seleção, o seu benefício do SD ficará “No Aguardo”,até que o resultado da Pré-Seleção seja registrado.

    FIM


    Slide8 l.jpg

    CONVOCAÇÃO

    • Para os trabalhadores monitorados pelo Seguro-Desemprego, só será considerado o resultado do contato, caso a pessoa contactada for o próprio trabalhador.

    • Caso o trabalhador monitorado pelo Seguro-Desemprego não aceite a convocação, terá que informar o motivo da recusa, caso ele aceite será informado para o trabalhador o prazo limite para que ele compareça ao Posto.


    Slide9 l.jpg

    Obrigado por sua atenção

    Telefones para contato: (61) 3317- (ramal)

    Coordenação Geral: 6679 - 6197

    Coordenação do Seguro-Desemprego: 6597 - 6442

    Assessoria Técnica: 6288 – 6677 – 6090 - 6599

    FIM


  • Login